Acordo do Brexit fechado entre Reino Unido e UE

O Reino Unido e a União Europeia chegaram a um acordo comercial pós-Brexit após meses de negociações intensas.

Acordo do Brexit fechado: finalmente o Reino Unido e a União Europeia chegaram a um acordo comercial pós-Brexit após meses de negociações intensas.

Assim, a decisão evita um cenário de “não acordo” que muitos temiam. Afinal,  poderia resultar em caos econômico e o risco de uma grande interrupção no fluxo de produtos e medicamentos.

“O acordo está feito”, disse o comunicado de Downing Street na tarde de quinta-feira (24), Logo depois, Bruxelas também confirmou a informação. 

Após o anúncio, o primeiro-ministro Boris Johnson disse que o acordo era um “bom negócio” para “toda a Europa”. De acordo com ele, isso significava “uma nova estabilidade e uma nova certeza no que às vezes tem sido um relacionamento turbulento e difícil”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em tom de uma retórica nacionalista que teve tanto destaque na campanha do referendo do Brexit, Johnson declarou: “Retornamos o controle de nossas leis e de nosso destino. A partir de 1º de janeiro, estamos fora da união aduaneira e do mercado único. As leis britânicas serão feitas exclusivamente pelo parlamento britânico, interpretada pelos juízes do Reino Unido nos tribunais do Reino Unido. E, a jurisdição do Tribunal de Justiça Europeu chegará ao fim”.

 

Acordo do Brexit fechado
Imagem: Reprodução / Pixabay

Acordo do Brexit fechado

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, concordou que a UE havia alcançado um acordo comercial pós-Brexit justo e equilibrado. Mas sinalizou que o bloco tinha a vantagem nas negociações.

“Como sabíamos, em qualquer caso, se tivesse havido um Brexit rígido, não teria sido bom para nenhum dos lados. Mas teria atingido o Reino Unido mais forte que a União Europeia com todo o seu poder de 450 milhões de cidadãos. E, portanto, de uma posição de força, fomos capazes de apresentar o acordo mais abrangente que já tivemos”, disse von der Leyen em entrevista coletiva.

Dessa forma, agora que um acordo foi fechado, os líderes da UE, o parlamento europeu e o governo do Reino Unido precisarão aprovar o acordo por conta própria.

O robusto texto jurídico receberá uma tradução, revisão e aprovação de todos os 27 estados membros da UE, cujos líderes receberam bem a notícia.

Assim que todos os estados membros derem sua aprovação, o acordo voltará ao Parlamento Europeu, onde os membros votarão para ratificá-lo.

Informar Erro
Fonte CNN

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes