Canadá autoriza segunda vacina contra covid-19

O regulador de saúde do Canadá autorizou uma segunda vacina para combater a pandemia.

A agência reguladora de saúde do Canadá autoriza segunda vacina contra covid-19.

Além disso, o primeiro-ministro, Justin Trudeau, disse que vai estender a suspensão dos voos do Reino Unido por causa da nova mutação do coronavírus. De acordo com Trudeau, essa situação é “muito grave”.

A Health Canada disse que a vacina da empresa americana de biotecnologia Moderna é segura para uso no país.

Segundo a Moderna, eles anteciparão o envio das vacinas para o Canadá em 48 horas.

Assim, 168 mil doses da vacina Moderna devem chegar até o final de dezembro, e 2 milhões até o final de março.

Dessa forma, o país deve receber 40 milhões de doses da vacina Moderna em 2021, o suficiente para vacinar 20 milhões de pessoas, ou cerca de dois terços da população adulta canadense.

No início do mês, o Canadá também autorizou a vacina da Pfizer para combater a pandemia.

 

Canadá autoriza segunda vacina
Imagem: reprodução / covid-19

Canadá autoriza segunda vacina

A vacina da Moderna usa a mesma tecnologia básica da Pfizer. A maioria das vacinas tradicionais usa vírus morto ou enfraquecido. Mas as novas vacinas usam fragmentos do código genético da covid-19 para treinar o sistema imunológico a detectar e combater o vírus. 

Além disso, ambas requerem duas doses, com a da Moderna sendo com quatro semanas de intervalo. A vacina precisa ter seu armazenamento feito em temperaturas normais do congelador, mas não no modo ultra-frio que é necessário para a da Pfizer-BioNTech.

“A autorização de hoje é uma etapa crítica para garantir que vacinas adicionais da covid-19 estejam disponíveis para todos os canadenses em todas as partes do país. Os diferentes requisitos de armazenamento e manuseio da vacina Moderna significam que ela pode ser distribuída para comunidades isoladas e remotas”, disse a Health Canada em um comunicado.

Assim, Trudeau também anunciou que o Canadá receberá um 250 mil doses adicionais da Pfizer no próximo mês.

Fonte ABC
Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.