Eclipse Solar: saiba como assistir o fenômeno no dia 14 de dezembro

Algumas cidades brasileiras não poderá ver o fenômeno; confira

Dezembro realmente chegou recheado de fenômenos astronômicos. Além da chuva de meteoros e da rara “Estrela de Natal” que podem ser presenciadas este mês, também acontecerá um Eclipse Solar na próxima segunda-feira, dia 14. Alguns brasileiros, porém, não terão o privilégio de presenciar o fenômeno, que só será visível em algumas partes do país.

O Eclipse Solar só poderá ser visto em sua totalidade em alguns pontos do Chile e da Argentina. No Brasil e nos outros países da América Latina, ele só ocorrerá parcialmente. Veja os horários e as cidades brasileiras que terão maior visibilidade.

Melhores lugares do Brasil para ver o Eclipse Solar

Segundo o Observatório Nacional, quanto mais ao sul do país, melhor a visibilidade.  Desta forma, o Eclipse Solar será visível parcialmente na região sul, sudeste e grande parte do centro-oeste. No entanto, no nordeste e no norte quase não poderá ser visto. Veja a visibilidade e o horário do fenômeno em cada capital brasileira.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

  • Porto Alegre: começará às 12h23, com ponto máximo às 13h50 e término às 15h12 – 54% do sol ficará coberto;
  • Florianópolis: começará às 12h33, com ponto máximo às 13h58 e término às 15h16 – 45% do sol ficará coberto;
  • Curitiba: começará às 12h33, com ponto máximo às 13h57 e término às 15h12 – 37% do sol ficará coberto;
  • São Paulo: começará às 12h45, com ponto máximo às 14h04 e término às 15h16 – 32% do sol ficará coberto;
  • Rio de Janeiro: começará às 12h57, com ponto máximo às 14h14 e término às 15h22 – 31% do sol ficará coberto;
  • Vitória: começará às 13h11 com ponto máximo às 14h22e término às 15h25- 24 % do sol ficará coberto;
  • Belo Horizonte: começará às 13h02, com ponto máximo às 14h13 e término às 15h17 – 21 % do sol ficará coberto;
  • Campo Grande: começará às 11h24, com ponto máximo às 12h39 e término às 13h51 – 21% do sol ficará coberto;
  • Goiânia: começará às 12h56, com ponto máximo às 13h58 e término às 14h55 – 10% do sol ficará coberto;
  • Brasília: começará às 13h05 com ponto máximo às 14h03 e término às 14h55 – 09% do sol ficará coberto;
  • Cuiabá: começará às 11h33, com ponto máximo às 12h32 e término às 13h29 – 08% do sol ficará coberto;
  • Salvador: começará às 13h43, com ponto máximo às 14h30 e término às 15h12 – 06% do sol ficará coberto;
  • Rio Branco: começará às 09h59, com ponto máximo às 10h40 e término às 11h23 – 03% do sol ficará coberto;
  • Aracaju: começará às 13h58, com ponto máximo às 14h34 e término às 15h08 – 03% do sol ficará coberto;
  • Maceió: começará às 14h07, com ponto máximo às 14h37 e término às 15h05 – 02% do sol ficará coberto;
  • Recife: começará às 14h22, com ponto máximo às 14h39 e término às 14h56 – 0,4 % do sol ficará coberto;
  • Porto Velho: começará às 11h43, com ponto máximo às 11h54 e término às 12h04 – 0,05% do sol ficará coberto;

O que é um Eclipse Solar?

O Eclipse Solar ocorre quando a Lua fica alinhada entre o Sol e a Terra. Deste modo, no meio dos dois, a Lua impede a  luz solar de chegar até a Terra e, consequentemente, o dia vira noite. Como no Brasil este alinhamento não poderá ser visto totalmente, o dia não ficará totalmente escuro.

Cuidados

Especialista alertam que para ver o Eclipse Solar, alguns cuidados devem ser adotados. Não se deve olhar o fenômeno com binóculos, telescópio ou qualquer outro instrumento de aumento que não tenha  filtros. “Não observar essa regra pode resultar em lesões permanentes na retina, disse o professor Roberto Costa,  do departamento de Astronomia da Universidade de São Paulo (USP), em entrevista à CNN Brasil.

Próximo Eclipse Solar

Os próximos eclipses solares estão previstos para acontecer em 2021 e 2022, no entanto, eles não poderão ser vistos no Brasil. Somente em 14 de outubro de 2023 acontecerá um Eclipse Solar Anular que poderá ser visto em território brasileiro. O Eclipse Solar Anular é parecido com o total, no entanto, neste caso a Lua não encobre totalmente o sol, o que forma um anel brilhante e circular. Ele poderá ser visto melhor no norte e nordeste, como Natal e João Pessoa.

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes