Fortuna Joe Biden: descubra quanto vale a riqueza do presidente dos EUA

Joe Biden, que já foi chamado de “homem mais pobre do Congresso”, tem um patrimônio quase 278 vezes menor que o de seu antecessor, o bilionário Donald Trump. Confira de onde vem e quanto vale a sua fortuna.

Faz pouco mais de uma semana que o mundo assistiu à posse do novo presidente dos Estados Unidos. Sem dúvida, tudo o que diz respeito ao líder do país interessa. Inclusive seu patrimônio. Mas a fortuna Joe Biden passa longe dos US$ 2,5 bilhões (cerca de R$ 14 bilhões) do antecessor Donald Trump. Pois até houve um tempo em que ele era conhecido como “o homem mais pobre do Congresso” americano. 

Aliás, muitas vezes Biden se definiu como integrante da classe média trabalhadora. No entanto, nos últimos anos ele acumulou uma bela quantia. Assim, em 2019, a Forbes estimou que o político e sua esposa, Jill Biden, somavam uma riqueza líquida de US$ 9 milhões. O valor se deve, sobretudo, a um portfólio imobiliário. Isso porque o casal possui duas casas no estado de Delaware. Além disso, é resultado de uma carteira de investimentos e uma pensão federal de mais de US$ 1 milhão.

 

A fortuna Joe Biden

 

Certamente, a fortuna Joe Biden poderia ter origem em sua família. Mas a trajetória de seu pai não foi muito feliz nos negócios. Seu avô proporcionou uma vida de privilégios aos filhos ao dirigir uma divisão da American Oil. Dessa forma, o pai de Biden teve uma situação financeira estável no início da vida. No entanto, amargou diversos fracassos na vida profissional. Por consequência, a família faliu e Biden e os irmãos tiveram que viver com os avós por um tempo. 

Leia também

Compras por impulso: como reconhecer sinais e buscar ajuda

Primeiros casos da gripe aviária H5N8 são reportados na…

Assim, o atual presidente americano começou sua própria história. Em primeiro lugar, formou-se na Universidade de Dalaware. Ademais, garantiu o diploma de Direito pela Syracuse University. Em seguida, começou a trabalhar em um escritório de advocacia. Ele progrediu na carreira e, em 1972, tornou-se um dos mais jovens senadores do país. Ele tinha, então, apenas 29 anos. De acordo com a Forbes, seu salário inicial era de US$ 42.500 por ano (cerca de US$ 250 mil hoje). Já em 2009, seu papel como senador lhe rendia mais de US$ 169 mil. Mas, como vice-presidente de Barack Obama, a média chegava a US$ 225 mil anuais.

Assim que terminou o mandato de Obama, em 2017, Joe Biden mudou de área. Participou de muitas palestras, ministrou inúmeros cursos e lançou diversos livros. Um deles relata os últimos meses de vida do seu filho Beau. Ele morreu de câncer em 2015. 

Entre 2017 e 2018, aliás, ele faturou US$ 16 milhões. Como resultado, o casal Biden pagou a hipoteca de sua casa e comprou um novo imóvel. Além disso, a família conquistou o status de milionária. Naquele ano, eles também doaram mais de US$ 1 milhão para instituições de caridade. Duas delas, inclusive, controladas por sua própria família.

 

Retorno à Casa Branca

- PUBLICIDADE -

A partir deste ano, a fortuna Joe Biden deve aumentar ainda mais. Isso porque ele retorna à Casa Branca, desta vez como presidente. De acordo com as leis do país, ele receberá o salário enquanto estiver no cargo. Em 2001, o Congresso determinou um valor de US$ 400 mil por ano. Bem como existe  um subsídio extra de US$ 50 mil anuais. O presidente recebe ainda uma conta de viagem de US$ 100 mil e US$ 19 mil para entretenimento. Por fim, somente o salário presidencial é tributável.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes