Uma em cada 30 pessoas em Londres têm covid-19

Uma em cada 30 pessoas em Londres têm covid-19. De acordo com o prefeito, o vírus está fora de controle e o Serviço Nacional de Saúde está ”à beira de um colapso”.

Uma em cada 30 pessoas em Londres têm covid-19, declarou o prefeito, Sadiq Khan, na sexta-feira (8). Isso se deve a rápida disseminação do coronavírus na capital do Reino Unido.

O prefeito já havia feito um alerta que o vírus estava “fora de controle” e que o Serviço Nacional de Saúde (NHS) estava ”à beira de um colapso”.

“Um em cada 30 londrinos agora têm covid-19. Se não tomarmos medidas imediatas agora, nosso NHS pode ficar sobrecarregado e mais pessoas morrerão ”, disse o prefeito.

O anúncio foi feito logo depois que dados semanais até 2 de janeiro descobriram que a taxa de infecção por coronavírus em Londres subiu para 1.038 por 100 mil habitantes. Este número se compara a uma taxa de infecção em toda a cidade de 818 por 100 mil na semana anterior.

Em comparação, a taxa nacional de infecção ficou em 612 por 100 mil na semana que terminou em 2 de janeiro.

 

Pessoas em londres têm covid-19
Imagem: reprodução / getty images

Uma em cada 30 pessoas em Londres têm covid-19

O aumento da pressão sobre as já tensas unidades de saúde na cidade coincide com o ressurgimento da disseminação da covid-19. Além disso, neste momento o Reino Unido luta para conter uma variante altamente infecciosa do vírus.

Na quarta-feira, o Health Service Journal relatou, citando um comunicado vazado do NHS England aos médicos mais experientes da capital, que os hospitais de Londres estavam a caminho de serem sobrecarregados pelo coronavírus dentro de duas semanas.

O primeiro-ministro Boris Johnson anunciou na segunda-feira o terceiro bloqueio nacional para a Inglaterra em uma tentativa de conter a disseminação do vírus. 

Dessa forma ele pediu às pessoas para “ficarem em casa”, assim como em março de 2020, durante o primeiro bloqueio nacional. As novas medidas entraram legalmente em vigor nesta semana.

De acordo com a Universidade Johns Hopkins, até o momento o Reino Unido registrou 2,89 milhões de casos de covid-19, com 78.633 mortes. Na sexta-feira, o governo informou que outras 1.325 pessoas morreram em 28 dias após um teste positivo, o maior número de mortes diárias desde o início da pandemia.

Fonte CNBC
Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.