Coronavírus: Pfizer e BioNTech solicitam autorização de emergência para a vacina

A Pfizer e BioNTech solicitam autorização para a Food and Drug Administration para uso emergencial da sua vacina contra o coronavírus.

A Pfizer e BioNTech solicitam autorização para a Food and Drug Administration para uso emergencial da sua vacina contra o coronavírus.

Se o pedido da Pfizer receber a aprovação, a vacina provavelmente terá limite e sua implementação acontecerá em fases. Assim, os profissionais de saúde, idosos e pessoas com problemas de saúde subjacentes receberão as primeiras doses.

Os trabalhadores essenciais, professores e pessoas em abrigos para sem-teto e prisões provavelmente seriam os próximos, seguidos por crianças e jovens adultos.

Espera-se que o processo da FDA demore algumas semana. Além disso,  uma reunião do comitê consultivo para revisar a vacina acontecerá no início de dezembro. Nos EUA, os americanos poderão receber a primeira dose da vacina em cerca de um mês.

“O arquivamento nos EUA representa um marco crítico em nossa jornada para entregar uma vacina de covid-19 ao mundo. Agora temos um quadro mais completo da eficácia e do perfil de segurança de nossa vacina, o que nos dá confiança sobre seu potencial”, Pfizer CEO Dr. Albert Bourla disse em um comunicado.

 

Leia também

Energia e disposição: dicas para melhorar o ânimo no dia a…

Dietas restritivas podem não ser a melhor estratégia para…

Pfizer e BioNTech solicitam autorização
Imagem: Reprodução / Pexels

Pfizer e BioNTech solicitam autorização para vacina

O anúncio na sexta-feira (20) veio dois dias depois que a Pfizer disse que uma análise de dados final descobriu que sua vacina contra o coronavírus com BioNTech era 95% eficaz na prevenção da covid. Bem como era segura e parecia evitar doenças graves.

- PUBLICIDADE -

A Pfizer é a primeira na corrida de vacinas de coronavírus a se inscrever para uso emergencial junto ao FDA. Sua vacina contém material genético chamado RNA mensageiro, ou mRNA, que os cientistas esperam que provoque o sistema imunológico a lutar contra o vírus.

Além disso, a vacina requer uma temperatura de armazenamento de -34ºC. Dessa forma isso apresenta desafios para uma distribuição generalizada. Em comparação, a vacina da Moderna deve ser armazenada a -20ºC.

Fonte CNBC

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes