Presidente da Indonésia é o primeiro a se vacinar com CoronaVac

O país autorizou o uso emergencial da CoronaVac na última segunda-feira. Meta é imunizar as 181,5 milhões de pessoas em 15 meses.

O presidente da Indonésia Joko Widodo foi o primeiro a receber a vacina coronavac contra a Covid-19 no país. A campanha de imunização começou nesta quarta-feira (13) e, para mostrar exemplo, o presidente ‘abriu os trabalhos’.

“A vacinação é importante para quebrar a cadeia de transmissão da Covid-19 e dar proteção e segurança a todos os indonésios e ajudar a acelerar a recuperação econômica”, disse Jokowi após receber sua injeção.

Ontem a Indonésia bateu o recorde diário de mortes por coronavírus: 302. Desde o início da pandemia, o país asiático soma 24.645 óbitos. As infecções também estão em alta, com média de mais de 9 mil casos por dia, com 846.765 casos no total.

CoronaVac na Indonésia

Usando a Coronavac na Indonésia, vacina feita pelo laboratório chinês Sinovac, a campanha de vacinação  pretende imunizar 181,5 milhões de pessoas. O país, que luta contra um dos piores surtos de coronavírus na Ásia, autorizou o uso emergencial da CoronaVac na Indonésia na última segunda-feira (11).

Vacina covid-19 em SP: veja a logística do plano de imunização

O imunizante, que é o mesmo produzido pelo Instituto Butantan, que divulgou a eficácia de 50,38% em testes realizados no Brasil, também foi aplicado na China. Turquia e Chile também já fecharam acordos com o laboratório Sinovac para compra da CoronaVac.

Vacina contra Covid-19

De acordo com o secretário de saúde do país, se imunizarão primeiro os 1,5 milhão de profissionais de saúde e funcionários públicos. Em seguida, a população mais jovem estará no próximo grupo de vacinação com a Coronavac na Indonésia. “A expectativa é imunizar toda a população em 15 meses”, disse o secretário Budi Gunadi Sadikin.

Ao contrário de muitos países, a Indonésia pretende vacinar primeiro a sua população mais jovem, e não os idosos. Isso porque não possui dados suficientes de ensaios clínicos sobre a eficácia da CoronaVac nos mais velhos.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.