Quem assume o trono após a morte da rainha Elizabeth II?

Rainha Elizabeth II é atualmente figura mais poderosa da monarquia britânica. Ela também já fez história ao se tornar a monarca há mais tempo no trono. Veja a seguir quem deve substituí-la após sua morte.

A linhagem de sucessão da coroa britânica sempre foi um assunto de interesse público. Desde meados do século X, a monarquia do Reino Unido instituiu diversas leis que garantem uma ordem cronológica para o trono. De acordo com as regras, a coroa deve ser herdada apenas pelos descentes legítimos, ou seja, membros oficias da realeza. Aos 94 anos, a rainha Elizabeth II já se tornou a monarca com reinado mais longo da história.

Entretanto, as dúvidas sobre quem irá suceder a mulher mais importante da Inglaterra ainda gera uma certa comoção pública. Já quanto ao rei, não é novidade que príncipe Charles irá herdar o título mais poderoso da monarquia inglesa. Casado com Camilla Parker-Bowles, Duquesa da Cornualha, o relacionamento com passado conturbado faz com que muitos duvidem do destino da coroa de rainha.

Quando a rainha Elizabeth II morrer quem assume?

Rainha Elizabeth II aparece pela primeira vez 
Imagem: Reprodução/ Getty Images

De acordo com a lei de sucessão britânica atualmente em vigor, a coroa é sucedida pelos filhos de um indivíduo e pela sua linha colateral mais próxima quando o indivíduo não tiver filhos. A linha de sucessão ao trono é sempre determinada por descendência, legitimidade e religião. Com isso, príncipe Charles será o próximo rei.

Consequentemente, Camilla Parker-Bowles teria o título de rainha consorte, já que monarcas homens concedem o título para as esposas, tornando-as rainhas. No entanto, tudo indica que a Duquesa da Cornualha não irá aceitar a coroa da rainha Elizabeth II, pelo menos é isso que a mídia internacional especula. Camilla então se tornará princesa consorte, assim como príncipe Philip, marido da rainha e pai de Charles.

Após o príncipe Charles, o próximo da linhagem a assumir o trono real britânico é o príncipe William, e em sguida, o pequeno príncipe George, filho de William com Kate Middleton, Duquesa de Cambridge, próxima rainha consorte da Inglaterra, oficialmente.

De amante à sucessora da rainha

- PUBLICIDADE -

Imagem mostra a Duquesa esposa do príncipe Charles, Camilla Parker-Bowls poderia assumir a coroa da rainha Elizabeth II
(Foto: The Royal Family – Press Association)
Leia também

Primeiros casos da gripe aviária H5N8 são reportados na…

Papa dá à Cúria Romana livro para meditação durante a…

Ainda que não queria ser considerada rainha consorte da Inglaterra, a Duquesa da Cornualha, pela lei britânica, é princesa de Gales – título que já foi da Lady Di, ex-esposa do príncipe Charles e mãe dos príncipes William e Harry, que faleceu no final dos anos 1990 em um trágico acidente de carro. Por esse motivo também, que Camilla não quis assumir tal título.

O histórico do casal Camilla Parker-Bowles e príncipe Charles é conturbado e polêmico. Isso porque segundo registro históricos, os dois se conhecem desde meados de 1970, ainda quando o filho da rainha Elizabeth II era solteiro. Mesmo após subir no altar com a princesa Diana, em 1981, rumores de que Charles e Camilla mantinham um relacionamento escondido se fortaleceram com o passar dos anos.

A própria Lady Di, em uma entrevista secreta que se tornou conhecida na íntegra após décadas da sua morte, admitiu que havia um romance entre o marido e Camilla. Em entrevista para o BBC One’s Panorama, em 1995, Diana contou “havia três de nós neste casamento, por isso estava um pouco cheio”. Dessa forma, o casamento de Diana e Charles não sobreviveu, e no dia 9 de dezembro de 1994 os príncipes de Gales separaram-se” oficialmente.

Mesmo após a separação, o filho da rainha Elizabeth II não quis assumir seu relacionamento com Camilla Parker-Bowles, mas isso não impediu os dois de continuarem juntos. Foi em fevereiro de 2005, anos após a morte trágica de Lady Di, que o príncipe Charles se casou com a amada em uma cerimônia civil, no Castelo de Windsor. Daquele dia em diante, Camilla ficou conhecida como a Duquesa da Cornualha.

Imagem mostra Rainha Elizabeth II (direita) e Camilla Parker (esquerda)
Camilla Parker-Bowls e rainha Elizaberh II durante evento oficial. (Foto: Clarence House – The Royal Family – Instagram/Reprodução)
Imagem mostra Príncipe Charles (direita) e Camilla Parker-Bowls (esquerda)
Príncipe Charles e Camilla Parker-Bowls (Foto: Clarence House/Instagram/Reprodução)

Longevidade da rainha Elizabeth II

- PUBLICIDADE -

Elizabeth II e príncipe Philip receberam as doses da vacina em janeiro de 2021. Isolados por conta do risco, um médico aplicou o imunizante em ambos no Castelo de Windsor, portanto, não houve fotos ou comoção pública. A vacinação na Inglaterra começou em dezembro, e também segue ordem de prioridade de acordo com as faixas etárias.

Leia também:

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes