Entenda porque Príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth II, não é rei

Príncipe Philip foi hospitalizado na terça-feira (16/02). Aos 99 anos, o marido da rainha Elizabeth II teve um mal estar, de acordo com nota oficial do Palácio de Buckingham.

Príncipe Philip, também conhecido como Filipe, Duque de Edimburgo, precisou ser hospitalizado na terça-feira, 16 de fevereiro, em Londres, segundo o comunicado oficial do Palácio de Buckingham à imprensa. Segundo a nota divulgada, o marido da rainha Elizabeth II , que por sua vez não é considerado rei, sentiu um mal-estar.

“Sua Alteza Real, o Duque de Edimburgo, foi internado no Hospital King Edward VII em Londres, na noite de terça-feira. A admissão do duque é uma medida de precaução do médico de Sua Alteza Real, depois de um mal-estar”. Príncipe Philip, com os seus 99 anos,  deve permanecer no hospital por mais alguns dias em observação.

Porque príncipe Philip não é rei?

Imagem mostra Príncipe Philip
Foto: Reprodução/Twitter @RoyalFamily (18.dez.2020)

Com título de “Alteza Real”, príncipe Philip não pode ser rei da Inglaterra, apesar de ser marido da mulher mais importante do país e da realeza britânica, Elizabeth II. “Constitucionalmente, eu não existo”, é uma frase que já foi dita pelo próprio príncipe Philip. O fato dele não ser rei acontece por causa das leis britânicas.

De acordo com elas, apenas monarcas homens concedem o título para as esposas, tornando-as rainhas. Príncipe Philip nasceu como príncipe da Dinamarca e da Grécia, mas tal título teve que ser abandonado após seu casamento com a rainha. Quando se trata de monarcas mulheres, a lei é diferente. A princesa que assumi o trono e se torna rainha, não pode passar o título de rei consorte para o marido.

Segundo especulações de historiadores, esta foi uma forma de “evitar que a linhagem real” não passe para a família do homem, mantendo o “sangue real”. No entanto, em 1957, Elizabeth II concedeu ao marido uma nova patente que o fez dele um príncipe oficial do Reino Unido, o que lhe deu cargos e poder na realeza.

Príncipe Philip e rainha Elizaberh II se casaram no ano de 1947 na Abadia de Westminster. O evento foi transmitido pela rádio BBC para 200 milhões de ouvintes em todo o mundo. Para a época, foi algo extraordinário. Com a rainha, teve 4 filhos, sendo eles: Charles, Príncipe de Gales, Anne, Princesa Real, André, Duque de Iorque, Eduardo, Conde de Wessex.

- PUBLICIDADE -

Imagem mostra Príncipe Philip e rainha Elizabeth ainda jovens
Príncipe Philip e rainha Elizabeth (Foto: The Royal Family – Press Association)
Príncipe Philip e rainha Elizabeth em 2019
(Foto: The Royal Family – Press Association)

Marco na realeza

Apesar de não ser rei, o duque de Edimburgo fez história na família real britânica. Ele detém o recorde de longevidade de todos os consortes ingleses, 99 anos. Por fazer parte do grupo de risco, Philip foi vacinado contra a Covid-19, assim como Elizabeth II, que tem 84 anos.

Os dois receberam as doses da vacina em janeiro de 2021. Isolados por conta do risco, um médico aplicou o imunizante em ambos no Castelo de Windsor, portanto, não houve fotos ou comoção pública. A vacinação na Inglaterra começou em dezembro, e também segue ordem de prioridade de acordo com as faixas etárias.

Leia também

Senado dos EUA aprova projeto de US$ 1,9 trilhão contra…

Dalai Lama é vacinado contra COVID-19 com dose de Oxford

Habilidades do príncipe Philip

Imagem mostra Príncipe Philip na juventude

Príncipe Philip (Foto: The Telegraph/Divulgação)Antes de se tornar Príncipe e parte da Realeza, príncipe Philip serviu à Marinha durante a Segunda Guerra Mundial. Em fevereiro de 1952, a morte prematura de seu sogro, o rei George VI, marcou o fim de sua carreira de oficial na Marinha e deu início ao período como príncipe consorte.

- PUBLICIDADE -

Em 2011, quando completou 90 anos, afirmou durante entrevista à BBC a seguinte declaração: “Acredito que cumpri com a minha parte”. Seis anos após sua fala, príncipe Philip anunciou sua aposentadoria como figura pública. Ele deixou de realizar os compromissos oficiais no mesmo ano, em agosto de 2017.

História do príncipe Philip

Imagem mostra Príncipe Philip ao lado da rainha Elizabeth em sua coroação
Príncipe Philip ao lado da rainha Elizabeth II em sua coroação (Foto: The Royal Family – Press Association)

Philip Mountbatten, Duque de Edimburgo, nasceu no dia 10 de junho de 1921 na Grécia e é membro das famílias reais grega e dinamarquesa. Tataraneto da rainha Victoria como a própria Elizabeth e de ascendência alemã, Philip é o quinto filho e único homem da princesa Alice de Battenberg e do príncipe Andrew da Grécia.

Antes mesmo de completar um ano de vida, príncipe Philip e sua família tiveram que se exilar em Paris, por conta da vitória dos turcos, que conseguiram o território da Grécia. O rei Constantino I, tio do príncipe, foi forçado a abdicar do trono em setembro de 1922.

Aos dez anos, Philip Mountbatten passou por colégios na França, Alemanha e Grã-Bretanha até ser enviado para um austero internato escocês. Posteriormente, ele ingressou na Marinha Real britânica e participou ativamente nos combates durante a Segunda Guerra Mundial no Oceano Índico e no Atlântico.

Ainda jovem, aos 18 anos de idade, conheceu Elizabeth II. Apesar da paixão, os dois não puderam se casar rapidamente já que a futura rainha, até então, era menor de idade, com apenas 13 ano. Os dois se casaram oito anos depois.

Aniversário de casamento

- PUBLICIDADE -

Rainha Elizabeth e Príncipe Philip comemoram 73 anos de casados
Imagem: Reprodução / Instagram

A rainha Elizabeth e o príncipe Philip comemoraram o 73º aniversário de casamento em novembro de 2020, com o lançamento de uma fotografia que os mostra abrindo um cartão dos bisnetos.  A imagem mostra a monarca e o príncipe Philip sentados em um sofá no Oak Room do Castelo de Windsor. Eles parecem relaxados enquanto olham para o cartão de George, Charlotte e Louis.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes