Reino Unido eleva nível de ameaça terrorista para grave após ataques na Europa

Reino Unido eleva nível de ameaça terrorista para grave, seu segundo nível mais alto, após os recentes ataques na Áustria e na França.

Reino Unido eleva seu nível de ameaça terrorista para grave, este é o seu segundo nível mais alto. A decisão foi feita nesta terça-feira (3), após os recentes ataques na Áustria e na França.

O nível de ameaça grave significa que um ataque no Reino Unido é considerado altamente provável. O nível estava anteriormente em substancial, o que significa que um ataque é considerado apenas provável.

O anúncio da decisão foi feito pela secretária do Interior, Priti Patel, depois que um homem tentou se juntar ao grupo do Estado Islâmico. Para isso, ele invadiu o centro Viena, capital da Áustria, armado com um rifle automático na segunda-feira à noite, e matou quatro pessoas. Logo depois a polícia o atingiu e ele faleceu.

“Já tomamos medidas significativas para alterar nossos poderes e fortalecer as ferramentas para lidar com o desenvolvimento das ameaças terroristas que enfrentamos”, disse Patel em um comunicado.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“Esse processo continuará, e o público britânico não deve ter dúvidas de que tomaremos as medidas mais enérgicas possíveis para proteger nossa segurança nacional”, acrescentou.

 

Reino Unido eleva nível de ameaça terrorista
Imagem: Reprodução / Pixabay

Reino Unido eleva nível de ameaça terrorista

Patel disse que o aumento do alerta de segurança é uma “medida de precaução e não se baseia em nenhuma ameaça específica”.

O Joint Terrorism Analysis Center do governo do Reino Unido, estabelecido em junho de 2003, define o nível de terrorismo. 

O centro avalia a inteligência relacionada ao terrorismo internacional, no país e no exterior. Bem como define os níveis de ameaça e emite avisos e outras informações relacionadas ao terrorismo.

O comissário assistente Neil Basu, chefe do Departamento de Polícia Antiterrorista do Reino Unido, disse que, embora não houvesse nenhuma ligação de inteligência entre os ataques europeus e o Reino Unido, a polícia anti-terrorismo “certamente fornecerá toda a assistência possível”.

Ele pediu que o público ficasse vigilante e disse que as pessoas podem esperar ver mais policiais em alguns lugares nos próximos dias.

“Agora, mais do que nunca, precisamos que as comunidades se unam e rejeitem aqueles que buscam semear divisão e ódio entre nós”, disse ele. Assim, “precisamos que as comunidades e famílias chamem a nossa atenção para qualquer pessoa que considerem vulnerável, um perigo ou uma escalada para o terrorismo”.’

Informar Erro
Fonte ABC

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes