Trump admite pela primeira vez que Joe Biden ganhou as eleições

Donald Trump disse pela primeira vez que o presidente eleito Joe Biden “ganhou” as eleições nos Estados Unidos. Contudo, mantém suas acusações de fraude eleitoral.

Donald Trump admite que Joe Biden ganhou as eleições nos EUA pela primeira vez. Mas, depois esclareceu que isso não significa que está cedendo.

Ele fez a admissão original em um tweet junto com outras alegações de que a votação foi injusta e deliberadamente contra ele.

Trump escreveu sobre seu futuro sucessor: “Ele venceu porque a eleição foi fraudada”.

Assim, este foi um reconhecimento significativo de Trump, que – apesar de perder o Colégio Eleitoral e o voto popular por cinco milhões de votos – se recusou a aceitar o resultado.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Contudo, mais tarde esclareceu em outro tweet: “Eu não concedo NADA! Temos um longo caminho pela frente”.

 

Trump admite que Joe Biden ganhou as eleições

Na semana passada, Trump se tornou o primeiro presidente desde 1992 a não ser reeleito. Com as projeções mostrando que Biden conquistou com sucesso os principais estados da Pensilvânia, Arizona e Geórgia para ganhar a Casa Branca.

Ainda ontem (15), Trump sugeriu que ele poderia de alguma forma permanecer presidente. Bem como disse que “o tempo dirá” quem estará na Casa Branca em janeiro.

Além disso, ele voltou a insistir em um tweet: “Eu ganhei a eleição”.

Desde então, o presidente republicano lançou desafios legais e tentou minar a validade do resultado. Contudo, não conseguiu produzir qualquer evidência significativa de fraude eleitoral.

Além disso, seus apoiadores também se reuniram para protestos em Washington DC no fim de semana e foram recebidos por contra-protestos. Isso resultou na prisão de 20 pessoas.

Líderes mundiais e ex-presidentes – incluindo George W. Bush – consideraram a eleição encerrada e enviaram mensagens de parabéns a Biden.

Na última semana, as autoridades eleitorais dos EUA rejeitaram as alegações de fraude feitas por Trump. Eles argumentaram que essa foi a eleição “mais segura da história da Casa Branca”.

Fonte Sky News

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes