Pesquisa coloca Joe Biden 9% a frente de Donald Trump na disputa

Levantamento mais recente do NYT/Siena College mostra que Joe Biden está com 50% dos votos, contra 41% de Donald Trump

O ex-vice-presidente Joe Biden lidera as intenções de voto com margem de 9% sobre o presidente Donald Trump. Biden tem 50% da preferência contra 41% do atual mandatário. Isso é o que diz a pesquisa do New York Times e Siena College, divulgada nesta terça-feira. Faltam 14 dias para as eleições nos Estados Unidos.

Joe Biden x Donald Trump

Os números da pesquisa mostram que os eleitores preferem as posições do democrata Joe Biden, ao invés das do republicano Donald Trump, em quase todos os assuntos tidos como importantes para o povo norte-americano.

Nem mesmo a economia é capaz de dar trunfos ao atual presidente. Agora, metade dos eleitores preferem Joe Biden.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Outro assunto do momento é a covid-19. Nesse tópico, o democrata tem vantagem de 12%. Em relação a manutenção da lei e da ordem, a vantagem de Biden é de 6% sobre o adversário.

SAIBA MAIS: Trump x Biden: quem as celebridades apoiam nas eleições nos EUA?

Na questão sobre quem é mais capacitado para unir o país, Joe Biden mostra a maior margem sobre Trump, com 20% de diferença para o atual presidente.

Mas isso não garante nada. Isso porque é preciso cuidado para analisar pesquisas nacionais e o voto nos Estados Unidos não é obrigatório. O processo eleitoral por lá é indireto e é decidido pelo Colégio Eleitoral, como o peso de cada estado.

A plataforma RealClearPolitics, no entanto, mostra que Joe Biden também lidera na maior parte dos estados decisivos para a eleição.

Mesmo entre os eleitores prováveis que não se identificam como democratas ou republicanos, 53% tendem ao lado de Biden, contra 43% de Donald Trump.

Quando o recorte da pesquisa mostra a população não branca, o resultado não é diferente do esperado: 66% votariam em Joe Biden e 22% em Donald Trump.

A pesquisa do New York Times e Siena College foi realizada entre os dias 15 e 18 de outubro, tem margem de erro de 3,4% e 987 eleitores prováveis foram ouvidos para o estudo.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes