Peperômia: saiba como cuidar dessa planta charmosa e versátil

Conheça a espécie de origem tropical que é nativa das Américas do sul e central. Além disso, apaixone-se por sua praticidade e versatilidade.

0 349

Para algumas pessoas basta uma sombra e água fresca para relaxar. Com a peperômia, não é diferente. Se você pensa em agregar vida a sua casa, essa espécie é uma ótima opção.

As peperômias tem em média 25 centímetros. Ou seja, não ocupam muito espaço. Além de gostarem de calor, também não precisam de rega diária e nem de fertilização industrial.

Quer mais? A planta não é tóxica nem para pessoas, nem para pets! Sendo assim, não tem motivos para você não rolar pra baixo e escolher um tipo de peperômia para se apaixonar hoje.

 

Peperômias na cozinha
Imagem: Urban Jungle Blog (Reprodução / Instagra)

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Tipos de peperômia

Antes de mais nada, vale conhecer quais peperômias são mais fáceis de encontrar e também seus cuidados particulares. Dessa forma, você acerta na decoração da casa, além de aprender logo de cara quais são os gostos específicos de cada plantinha.

 

Peperômia melancia

 

Peperômia melancia
Foto: Reprodução / Pinterest

 

A planta possui esse nome porque as folhas lembram a casca de uma melancia! Além do visual inesperado na parte de cima, seu caule é de cor rosada. Dessa forma, a diferença entre os tons promove um belo contraste, que pode ser utilizado na decoração de ambientes acinzentados.

Quanto aos cuidados, a peperômia deve ficar num ambiente de luz difusa. No mais, a espécie prefere regiões quentes, de inverno ameno.

 

Peperômia tricolor

 

Peperômia tricolor
Imagem: Plants Plus Pup (Reprodução / Instagram)

 

A espécie tricolor se caracteriza por possuir três tons: creme, rosa e verde. Embora ela fique bem dentro de casa, o segredo para uma folha de cor viva é levá-la de vez em quando para tomar banhos de sol. Além disso, não esqueça de regá-la quando o solo estiver seco, nunca o encharcando.

 

A peperômia marrom

 

Peperômia marrom
Foto: Reprodução / Pinterest

 

Em terceiro, a peperômia caperata, apelidada de peperômia marrom. Suas folhas são mais escuras e lembram o tom de terra molhada ou também, podem ser rosadinhas.

No geral, além da cor, a planta possui folhas enrugadas ou em alto relevo, que dão um super charme a decoração.

Além disso, a espécie fica bem em casa ou em quintais, mas não tolera geadas. Posicione-a sob meia sombra e regue-a quando o solo estiver seco.

 

Peperômia pendente

Peperômia pendente
Foto: Reprodução / Pinterest

De folhagem verde clara, escura ou até esbranquiçada, a peperômia pendente pode fazer uma linda cachoeira de folhas na sua varanda, assim como a hera.

Ademais, essas plantas gostam de locais bem iluminados, então é importante posicioná-las perto de janelas. Se você mora próximo ao mar, essa peperômia é pra você, pois a espécie não é surfista, mas adora clima litorâneo.

Entre as opções de peperômia, a pendente costuma passar dos 25 cm. Portanto, reserve um espacinho maior para esse exemplar.

 

A peperômia variegata

 

Peperômia variegata
Foto: Reprodução / Pinterest

 

Essa peperômia, por sua vez, possui folhas mais largas, que são verde no centro e amareladas na ponta. A espécie, além disso, fica muito bem em casa, principalmente em vasos. Regue sempre que o solo estiver seco e a adubagem pode ser feita duas vezes ao ano.

 

Como cuidar de peperômia

Inicialmente, atente-se ao tipo de vaso. Compre um que tenha aqueles furinhos embaixo para a água drenar. Além disso, saiba que as peperômias preferem espaços mais apertados do que folgados. Então, conforme ela for crescendo, não precisa ter muita pressa na hora de trocá-la de local.

Uma observação importante sobre o tópico é que nunca se muda uma planta de lugar quando as flores estão nascendo.

 

Quarto com plantas pendentes
Foto: Reprodução / Pinterest

 

Em segundo lugar, o sol. Peperômias gostam de luz indireta. Logo, se ela ficar dentro de casa, posicione-a num ambiente bem iluminado. Já no jardim, uma dica é deixá-la próxima à uma espécie mais alta, para que a folha da peperômia não se queime devido às luzes solares.

Por fim, outra opção, principalmente para a peperômia pendente, é posicioná-la na varanda. Dessa maneira, você decora as janelas ou a entrada da casa, e deixa a espécie feliz, uma vez que esses locais costumam receber luz natural e também possuir sombra.

 

Peperômias na decoração
Imagem: Urban Jungle Blog (Reprodução / Instagra)

 

Já em relação à rega, tome cuidado com a estação. Por exemplo, você regará mais a peperômia no verão do que no inverno. Para não ter erro, confira se a terra da planta está seca, antes de regá-la novamente. Para isso, basta apalpar o substrato na superfície e no interior do vaso.

 

Decoração com plantas
Imagem: Urban Jungle Blog (Reprodução / Instagra)

 

Por último, as peperômias também são muito tranquilas quanto a fertilização. Uma vez que são espécies de porte pequeno, basta para elas um solo rico em matéria orgânica.

Se você quiser adicionar fertilizantes industriais no cuidado da planta, prefira a versão líquia  e aplique algumas vezes durante os meses da fase de crescimento.

 

Fonte: Southern Living, Leafy Place. 

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes