Adoção Responsável: o que você precisa saber sobre a tutela de animais

Um pet é sempre sinônimo de alegria, mas também resulta em muita responsabilidade. Descubra tudo o que você precisa saber e levar em conta antes de adotar um animal de estimação

Antes de escolher o seu novo companheiro, é indispensável compreender melhor o que é a adoção responsável. No artigo a seguir, desvendamos tudo e trouxemos informações certeiras simplificar o processo.

 

O que é Adoção Responsável?

 

De maneira simples, a adoção responsável é aquisição da guarda de animal e o cumprimento das suas responsabilidades de tutor, sem negligências.

Desse modo, fazer uma adoção responsável é zelar pela saúde, segurança e bem-estar do bichano, respeitando suas necessidades, características e particularidades.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em suma, adotar é um ato de amor que exige responsabilidade e consciência social. Por isso, é preciso pensar e avaliar bem antes de se tornar responsável por uma vida!

Assim, confira os pontos mais importantes a serem levados em consideração na hora de adotar.

 

Adoção Responsável
Imagem: Reprodução / Pexels

 

A adoção responsável precisa ser uma decisão conjunta

Em primeiro lugar, todas as pessoas que moram com você estão de acordo com a adoção responsável? Para a adoção dar certo, é preciso que haja consenso entre os membros da casa. Assim evita que o animal sofra algum tipo de rejeição, maus-tratos e até mesmo abandono.

 

Espaço Adequado

Outro fator importante para se levar em consideração para a adoção responsável é o espaço. Por isso, avalie o local onde você mora para ver se ele se é adequado para o animal que você quer adotar.

Se a espécie escolhida for cães, recomendamos que você tenha um pátio amplo e cercado, onde ele possa correr e brincar, garantindo seu lazer e também sua segurança. Assim, esse espaço deve ser coberto, para proteger do frio e da chuva. Ainda é válido ressaltar: nada de correntes!

Já se você optar por gatos, deve-se telar as portas, janelas e sacadas para que ele não tenha acesso a rua, evitando fugas e quedas, atropelamentos, transmissão de doenças e até mesmo envenenamento. Infelizmente, existem muitas pessoas maldosas e coisas do tipo podem ocorrer. Assim, ao adotar qualquer animal lembre-se que a segurança e o bem-estar dele são sua responsabilidade!

 

 

Adoção Responsável demanda Tempo

Além do espaço, um animal demanda tempo. Por isso, reflita: você terá um horário livre para se dedicar ao seu novo amigo? Animais precisam de atenção, cuidados, carinho e a prática regular de exercícios físicos. Sendo assim, você precisará reservar algumas horas do seu dia para fazer passeios, brincadeiras e afagos nele!

 

 

Companhia

E por falar em tempo, você costuma passar muitas horas fora de casa? Se a resposta for sim, talvez não seja uma boa ideia adotar um animal, pois lembre-se que assim como nós humanos, eles também sentem tristeza, podendo até ficar com depressão.

Além disso, cães presos e solitários por muito tempo tendem a ficar estressados, entediados e, com isso, acabam por “aprontar” peças para se distrair. Já os gatos dormem bastante, sendo mais fácil para eles se adaptar com a ausência dos donos. Mas não se engane: eles também sentem a sua falta!

Por isso, uma dica é adotar dois animais, para que um sirva de companhia para o outro enquanto você estiver longe de casa. Ademais, os gastos e a demanda, serão basicamente as mesmas para ambos.

 

Adoção Responsável Requer Paciência

Adoção Responsável: Cães
Imagem: Reprodução / Pexels

 

Ao escolher o novo membro da família, considere sua idade, sua personalidade, seu tamanho e nível de energia do bichinho. A partir disso, busque escolher um que combine melhor com você, com a sua casa e com o seu estilo de vida, assim conseguirá fazer uma adoção responsável e consciente.

Além disso, procure saber sobre o histórico do animal, alguns pets podem apresentar problemas comportamentais, de modo que a paciência e compreensão são fundamentais. Afinal, você deve ter em mente que seu bichinho pode ter passado por maus-tratos com seus tutores anteriores ou nas ruas, o que pode dificultar a adaptação dele devido a esses traumas.

Mas paciência!

 

Condições Financeiras

Para uma adoção responsável, você precisa ter em mente que você terá gastos. Você tem condições financeiras suficientes para manter o bem-estar e necessidades do seu pet? Assim como nós, eles também geram despesas básicas com alimentação, medicamentos, consultas médicas e lazer.

Desse modo, lembre-se que eles também adoecem, se machucam e precisam de medidas preventivas para manutenção da saúde, como vacinas, vermífugos e anti-pulgas.

Além disso, necessitam de banho, tosa, visitas periódicas ao veterinário, local adequado para descanso (casinhas e caminhas), roupinhas, brinquedos e em alguns casos, para melhor adaptação, o adestramento.

Juntamente com os custos, entra a castração. Esse procedimento é de extrema importância para a saúde de seu animal, pois diminui o risco de doenças, faz com que o animal fique mais calmo e caseiro, além de ajudar na luta contra a super população, consequentemente, evitando o abandono. Afinal, uma gata ou uma cadela podem ter até 10 filhotes por ano, e você pode não conseguir lar para todos, além de que muitas gestações podem trazer inúmeros problemas de saúde para a fêmea.

Adoção Responsável é Um Compromisso para a Vida Toda

Por fim, você está realmente disposto a cuidar de um bichinho para o resto de sua vida? Aliás, animais não são brinquedos ou objetos descartáveis que quando enjoa joga fora. Eles são uma vida! Tenha isso claro no momento da adoção.

Cães e gatos podem viver até 20 anos, quando bem cuidados, por isso, ao adotar você assume um compromisso para a vida toda! Sabemos que o índice de abandono é alto, em especial quando animais chegam a velhice ou apresentam algum problema de saúde.

Também é comum casos de abandono em situações de mudanças, viagens e até mesmo com a chegada de uma criança na família. Por isso, planeje bem antes de ter um animal e ao adotar, adapte sua vida para que ele faça parte dela!

 

Não compre, adote!

Outro adendo importante para tutela, é optar sempre pela adoção, jamais a compra de animais! Com a adoção responsável você está contribui para um mundo melhor! Adotando animais em ONG’s,  Centros de Controle de Zoonoses (CCZs) ou de protetores independentes, você ajuda a diminuir o índice de animais abandonados, e todo mundo ganha! Você terá um novo companheiro e o animal a oportunidade de uma vida digna, longe das ruas.

 

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes