Aprenda a novena de São José completa

A novena a São José deve ser recitada por nove dias consecutivos a partir de 10 de março (em preparação para a festa de São José em 19 de março) ou a partir de 22 de abril (em preparação para a festa de São José Operário em 1º de maio) ou toda vez que você quiser expressar sua devoção a São José ou quiser pedir ao Senhor uma graça por intercessão do Santo ou agradecer a São José pelas graças já recebidas.

Aprenda a oração para conseguir emprego rápido

Como fazer novena?

As novenas devem ser recitadas por nove dias consecutivos sem interrupção; se um dia nos esquecemos de recitá-los, é necessário recomeçar, não porque sejam fórmulas mágicas, mas para exercer a nossa constância e fidelidade na oração.

A novena a São José deve ser recitada do ponto 1 ao ponto 9 durante os nove dias.

1) EM NOME DO PAI, FILHO E DO ESPÍRITO SANTO. Amém

2) SEQUÊNCIA AO ESPÍRITO SANTO

Venha, Espírito Santo, envie-nos um raio de sua luz do céu.
Venha, pai dos pobres, venha, doador de presentes, venha, luz dos corações.
Consolador perfeito, doce hóspede da alma, doce alívio.
No cansaço, no descanso, no calor, no abrigo, nas lágrimas, no conforto.
Ó mais abençoada luz, invada os corações de seus fiéis dentro.
Sem a sua força nada está no homem, nada sem culpa.
Lave o que é sórdido, molhe o que é seco, cure o que sangra.
Dobre o que é rígido, aqueça o que é frio, endireite o que está enganado.
Dê aos seus fiéis que confiam nos seus dons sagrados apenas em você.
Dê virtude e recompensa, dê morte sagrada, dê alegria eterna. Um homem.

3) DEIXE-NOS ORAR

Ó Pai, que na luz do Espírito Santo guia os crentes ao pleno conhecimento da verdade, concede-nos provar a verdadeira sabedoria no teu Espírito e desfrutar sempre do seu conforto.
Por nosso Senhor Jesus Cristo, seu Filho que é Deus, e vive e reina com você, na unidade do Espírito Santo, para todo o sempre.
Amém.

4) Oração do Credo

Creio em Deus, o Pai Todo-Poderoso, Criador do céu e da terra;
e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor,
que foi concebido pelo poder do Espírito Santo,
nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos,
foi crucificado, morto  e sepultado;
desceu a mansão dos mortos;
ressuscitou no terceiro dia;
subiu ao céu, está assentado à direita de Deus Pai Todo Poderoso:
dali virá para julgar os vivos e os mortos.
Eu creio no Espírito Santo, na santa Igreja Católica,
na comunhão dos santos, no perdão dos pecados,
na ressurreição da carne, na vida eterna.
Amém

 

Orações da novena de São José

1º dia – São José modelo de fé 

São José, neste dia te olhamos como modelo de fé. Você acolheu a presença de Deus em sua vida. Com a sua palavra, o senhor se comprometeu com o mistério mais impenetrável, o da encarnação do Filho de Deus: a sua Virgem Noiva concebeu sem intervenção humana: nasceu um menino que é Deus; você o amou e protegeu. Tudo isso é chocante e, sem fé, teria sido um mistério impossível. Mas você sabia que quando Deus fala ao homem, Ele não o engana. Por isso, sem discutir, sem fazer perguntas, você continuou feliz por andar na luz, porque Deus estava lá.
É neste sentido que comprometeu a sua vida com a de Maria, obedecendo assim à sua vontade, abrindo ao mesmo tempo o caminho para a realização da salvação dos homens.
Agora também nós queremos aderir a esta fé que foi tua, para que Deus habite em nós e sejamos fiéis à sua vontade. Às vezes, vacilamos em nossa vida cristã. Cremos em Deus, em Cristo, na Igreja, mas muitas vezes vivemos à margem da nossa fé.
A fé guiou toda a sua vida; faça com que seja para nós a luz que nos atrai continuamente, o guia para as nossas ações diárias. Pela fé, sentimos sempre a mão de Deus nos acontecimentos da nossa vida, para que assim possamos participar na sua obra de justiça, paz e amor.
Amém.

2º dia – São José modelo de esperança – novena de São José

Durante sua vida, São José, você foi um homem de esperança. Todos ao seu redor compartilharam a esperança de ver sua redenção cumprida um dia. E aqui, ao seu lado, em sua casa, unido a você como o filho do pai, vive o Messias, o Filho de Deus, é um sinal da bondade e da fidelidade do Senhor. E essa fidelidade do Todo-Poderoso em guardar a sua Palavra abriu para você uma perspectiva de esperança sem limites.

Tu, ó São José, esperaste a salvação de Maria e de ti, porque acolheu o próprio Deus na tua vida. Sua única força, nos acontecimentos imprevisíveis que o apresentaram (as dolorosas circunstâncias do nascimento de Jesus, a fuga para o Egito, a permanência no exílio), era a esperança inabalável na bondade, no poder, na fidelidade do Senhor . É isso, sem dúvida, o que explica a serenidade tranquila que irradia em sua casa.

São José, vamos aprender a esperar de você. Você sabe: a vida não nos poupa em nada. De vez em quando, nossas mais belas promessas caem, nossos desejos mais tentadores desmoronam. Quem ontem sonhou com uma vida fecunda e delicada, hoje se vê às voltas com a mesquinhez quotidiana; quem se prometeu ontem construir um amor forte, hoje vê a dificuldade de amar plenamente; que ontem sonhou com o bem a realizar, as lutas a travar pelo bem, hoje se encontra diante de seus limites. Quantos ainda hoje, neste momento de crise econômica, política e moral, estão desanimados e às vezes perdem a esperança!

São José, ensina-nos a esperar apesar de tudo: o mal nunca desanima quem olha para Deus, para além de todas as fraquezas está a fidelidade do Criador: é com ele que queremos contar. Que não haja outra maneira de vivermos do que ter esperança! E essa esperança nos transforma, dando-nos uma grande certeza, o gosto pelo combate e pela ação. Amém.

3º dia – São José modelo de caridade – novena de São José

São José, você viveu sua vida em um clima de amor generoso. Você amou Maria, que deveria trazer seu Filho ao mundo. Então, com ela, você teve uma participação especial no mais belo ato de amor da história do mundo: a vinda do Filho de Deus entre os homens para salvá-los.
Deus que é amor viveu em sua casa. Ele compartilhou sua mesa, a intimidade de sua família, suas alegrias, suas dificuldades, cada momento de sua vida.
Uma vez que a atenção dos pais está voltada para os filhos porque os amam, toda a sua generosidade e a de Maria voltaram-se naturalmente para o Filho de Deus que se tornou seu Filho. Juntos, vocês amam o seu vizinho. Vós encontrastes neste amor uma parte ativa no mistério da salvação, um gesto de amor perfeito para todos os homens da terra.
Você que encontrou o amor tão bem em sua vida, ensine-nos a amar. Faça-nos compreender que o amor vem de Deus e, quando nos sentirmos dominados por incompreensões ou ódios, ajude-nos a orientar a nossa vida de acordo com o seu desejo. Sabemos que no dia em que nosso coração estiver verdadeiramente aberto à caridade, a face do mundo mudará. E a pessoa ao nosso lado não vai mais lutar, mas vai amar.
Ajuda-nos a ver o quanto a vida cristã está inteiramente contida no amor e que, fora do amor a Deus e ao próximo, tudo não importa. Como você, São José, queremos amar a Deus cada vez mais e compartilhar o mesmo amor fiel e generoso com o próximo.
Amém.

4º dia – São José pai de Jesus

São José, o povo de Nazaré chamou Jesus de seu Filho. E Maria lhe disse um dia no templo: “Teu pai e eu temos procurado por você.” Você sabia o quanto a paternidade humana ia além da união física dos cônjuges e você realmente se tornou o pai humano do Filho de Deus.
Você foi um pai apaixonado por Maria durante os meses que antecederam o nascimento dela. Você tem sido um apoio constante para ela, uma presença calorosa, a imagem amada de um pai. Deus te escolheu porque conheceu a importância desta ternura por Maria, a importância do espírito com que sabes falar com ela, tratá-la, confortá-la nos seus trabalhos ou dificuldades: tudo isto contribuiu para a formação do carácter humano dela. Filho. Vós representastes para Maria todo o apoio em que repousava a sua ternura e, sem vaidade da vossa parte, ó São José, Jesus se formou nela um pouco à vossa imagem.
Você foi o pai de Jesus, pela educação que lhe deu. Foi você, São José, que lhe ensinou, quando ele era criança, todas as coisas que se aprendem na companhia do pai. Você o iniciou na vida. Sob sua influência o espírito dele se abriu, ele admirou com você os lírios dos campos, os pássaros do céu, as vinhas, os campos de trigo. Contigo, São José, por toda a terra a imensidão destas realidades o penetrou. Com ele, sem saber, preparaste as mais belas páginas do Evangelho.
São José, ensina-nos a amar os nossos filhos como tu, a dar-lhes, com o nosso amor, fé, esperança, devoção, respeito por tudo o que é belo; uma visão de mundo que os compromete a seguir seu Filho na jornada muito importante de suas vidas.
Amém.

5º dia – São José esposo da Mãe de Deus – novena de São José

São José, quando conheces a fé de Maria, o seu amor, a sua coragem, a sua pureza, compreende a tua felicidade por a teres por noiva: ela que era digna do Filho de Deus. Como numa família verdadeiramente humana, foste seu marido e ela era sua noiva. O coração dele pertencia a você, vocês se amavam como um casal pode fazer isso. Amor terno, cheio de atenção, que revela um apego verdadeiramente humano nos mais pequenos gestos. Um amor forte e vigoroso que une solidamente duas pessoas, entre as quais nenhuma dificuldade, nenhuma violência, nenhum infortúnio pode abrir uma brecha.
Amor puro e livre que arrasta a carne consigo na superação de seus defeitos e fraquezas. A Virgem Maria confiou a você sua alma e seu corpo, ela permaneceu virgem porque você o quis com ela. E o seu amor mútuo floresceu na virgindade como um sinal de Deus para os homens. Assim como Adão e Eva rejeitaram a Deus na unidade de seu amor, também é em sua união com Maria que Cristo Salvador veio entre nós.
São José, ensina-nos a amar; não num egoísmo em que cada um se fecha em si mesmo e se endurece contra o outro, mas em um dom generoso que nos envolve nos caminhos da ternura, da delicadeza, da dedicação. Bem sabemos, quem diz amar e só pensa em si mesmo é mentiroso. Ensina-nos a verdade no amor, para que possamos reconhecer a sua presença em nós. Fomos confiados um ao outro para nos salvar juntos; ensina-nos, São José, o respeito pelo outro.
Vós que abristes o caminho para a salvação do mundo na pureza do teu amor, permite-nos acolher o Filho de Deus como o fizeste e ser suas testemunhas no mundo de hoje.
Amém.

6º dia – São José homem de oração

No final de seus dias, São José, você se encontrou na companhia de Maria para cuidar de Jesus, o Filho de Deus precisava que sua humanidade fosse formada como a dos outros filhos. E, segundo a tradição judaica, cabia ao pai explicar a Bíblia, transmitir os mandamentos, segundo a prescrição do Senhor: “Repita-os aos seus filhos” (Dt 6, 7).
Na companhia de Maria, você disse a ele tudo o que Deus tinha feito por seu povo; você mostrou a ele como cada gesto, cada costume, tinha um significado sagrado. O pai foi encarregado da educação moral e religiosa dos filhos; você não teria perdido esta grande missão, na qual sua paternidade encontrou o seu cumprimento.
Maria, ao seu lado, ouviu, completou. Juntos, vocês formaram a alma humana de seu Filho, fazendo-o compreender as grandes lições de seu Pai Celestial.
Como qualquer judeu fiel, você orava de manhã, à noite e durante o dia. Recite em voz alta as ladainhas de louvor que glorificavam ao Senhor, o único Deus verdadeiro, que faz viver tudo na terra e de quem provém toda a sabedoria e santidade.
Certamente vocês recitaram juntos esta oração: «Ouve, Israel: o Senhor é nosso Deus, o Senhor é um. Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças »(Dt 6,4-5).
Tu, São José, dizia devagarinho as sagradas palavras, para que Maria pudesse fazer o teu Filho repeti-las. Acostumado à Palavra de Deus, você então teve que orar livremente entre alegrias e tristezas, e talvez principalmente quando o mistério se tornasse grande demais diante de você.
São José, ensina-nos a rezar e dá-nos a amar aqueles momentos em que a sós, com os nossos entes queridos ou com toda a comunidade cristã, convidamos Deus a partilhar a nossa vida.
Amém.

7º dia – São José modelo do justo – novena de São José

São José, ajude-nos a ser justos. Você sabe que, para viver plenamente uma vida como homem, é preciso antes de tudo adaptar o coração e o espírito ao Criador. Teu Filho não pediu antes de tudo um exterior edificante, modos piedosos, mas uma alma verdadeiramente conforme à vontade de Deus. Aos que se contentavam com orações e ritos externos, Ele disse: «Não são os que dizem Senhor, Senhor quem serão salvos, mas aqueles que fazem a Vontade de meu Pai ». Acolher a presença de Deus todos os dias, viver com ele é o ato central de toda a vida humana.
Como um instrumento afinado produz notas certas, você, São José, soube viver de acordo com Deus; e o evangelho pode dizer que você é um homem justo.
Para quem olhava para você, sua vida podia parecer trivial: o pequeno cotidiano para recomeçar todos os dias, os mesmos gestos repetidos centenas de vezes, as mesmas ferramentas, os mesmos movimentos, as mesmas pausas. Mas você foi capaz de colocar nela tanta alegria e fidelidade que, diante de Deus, você era digno de seu Filho.
Compartilhando o amor familiar, você trabalhou, viveu, sofreu, amou. Cumpriste a missão recebida segundo os caminhos traçados pela inteligência e pelo amor de Deus e, com uma reserva discreta, cumpriste uma tarefa única, feliz por se sentir plenamente fiel.
São José, ensina-nos a ser justos. Ensine-nos a compartilhar, que é uma forma de amor. Acima de tudo, ensina-nos a justiça, para que possamos cumprir com alegria a vontade de nosso Pai que nos ama.
Amém.

8º dia – São José bom trabalhador

No começo do mundo, nos planos do Criador, o trabalho era lindo e bom. O homem se afastou de Deus e agora a obra enfrenta dificuldades, sofrimentos e sofrimentos. São José, você se submeteu a esta dura lei do trabalho, porque sabia que ela pode voltar a ser nobre e bela segundo os desígnios do Criador.
Este tem sido o segredo da sua vida de trabalhador.
Quando Deus quis um pai adotivo para seu Filho, ele escolheu um trabalhador, demonstrando assim sua estima pelo trabalho. Você não o desapontou. Você trabalhou com o coração e seu ofício se tornou uma expressão de amor, como a oração ou a fidelidade ao Senhor.
Hoje podemos imaginar facilmente a tua testa molhada de suor, o teu rosto iluminou-se com um sorriso, enquanto caminhavas pela estrada de Nazaré, com o saco de ferramentas ao ombro. Você era um homem: um carpinteiro. Você se curvava sobre os pedaços de madeira para cortar, planejar, serrar, pregar. Você fez todos os gestos familiares e do comércio.
E o seu trabalho, em todos os aspectos semelhante ao dos outros homens, se destacou, porém, por ter sido feito por alguém que vivia na presença de Deus.
São José, com o teu trabalho conseguiste chegar ao próprio Deus. Ensina-nos o amor ao nosso trabalho, deixe-o tornar-se para nós uma fonte de vitalidade e felicidade; que podemos fazer isso com justiça e honestidade; que saibamos penetrá-lo com viva caridade. E que, a exemplo do teu exemplo, saibamos acolher o teu Filho nas nossas oficinas, nos nossos estaleiros, nos nossos escritórios e em todos os locais de trabalho. São José, por favor, ajude todas as pessoas que procuram emprego; tire de seus corações todas as preocupações e dê aquela estabilidade que procuram para viver com dignidade e poder prover para o bem de todos os seus entes queridos e de todas as pessoas que lhes foram confiadas.
Amém.

9º dia – São José modelo de obediência – novena de São José

São José, um dos traços mais visíveis da sua alma ainda é a obediência a Deus, toda a sua vida está entrelaçada com fidelidade, obediência, confiança no Senhor que te ama.
No início do Evangelho, Maria, sua noiva, está grávida. Como homem justo, você decide adiá-la, em segredo, para não machucá-la. Mas Deus pede que você a aceite de qualquer maneira como uma noiva fiel. Atento a esta primeira mensagem de Deus, você entra com ele no ainda misterioso caminho da encarnação.
Poucos meses depois, o imperador romano ordena um censo em seu território. Confiando nos caminhos de Deus, você aceita esta segunda provação. Você sai de Nazaré e vai para Belém, a cidade de Davi, onde o Filho de Deus deveria nascer.
Depois da visita dos Magos, o Senhor volta-se para ti: «Levanta-te, leva contigo o menino e a sua mãe, foge para o Egito e fica aí até eu te avisar» (Mt 2, 13). Sem perder um minuto, mais uma vez, você se levanta. À noite, leve a Criança e sua Mãe para ir ao Egito; e fique lá o tempo que Deus desejar.
Alguns anos se passaram antes da morte de Herodes. Então o Senhor lhe diz de novo: “Levanta-te, leva o menino e sua mãe contigo e vai para a terra de Israel” (Mt 2,20). Com admirável fidelidade, você, São José, se levantou, pegou o Menino e sua Mãe e voltou para Nazaré.
Esses eventos são suficientes para nos fazer compreender a grandeza de sua obediência. Você sabe bem disso, mesmo em nossa vida o Senhor se volta para nós. Ele nos fala por meio dos acontecimentos, no silêncio da oração, por meio da Igreja. Ajude-nos a conhecer sua voz em meio a todos os barulhos do mundo. Ajude-nos a corresponder a você, para que todos os dias sejamos fiéis ao seu amor e vontade.
Amém.

Mostrar comentários (1)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes