Por que a sexta-feira 13 é considerada um dia de azar? Conheça a história

Sexta-feira, dia 13, é considerado por muitos como o dia mais infeliz do calendário gregoriano.

A segunda e última sexta-feira 13 de 2020 chegou e para os supersticiosos entre nós a data significa apenas uma coisa: azar. Assim como passar por baixo de uma escada, cruzar com um gato preto ou quebrar um espelho, muitas pessoas se agarram à crença da data. Embora seja incerto exatamente quando essa tradição em particular começou, as superstições negativas giraram em torno do número 13 durante séculos.

Com a pandemia de coronavírus varrendo o globo, a recorrência da data sinistra parece certa para a atmosfera de desgraça e tristeza do momento. A maioria dos anos tem duas sextas-feiras 13 – e no máximo três – embora 2021 seja uma anomalia com apenas uma.

Embora as culturas ocidentais tenham historicamente associado o número 12 à perfeição (há 12 dias de Natal , 12 meses e signos do zodíaco, 12 trabalhos de Hércules , 12 deuses do Olimpo e 12 tribos de Israel , apenas para citar alguns exemplos), seu sucessor 13 tem uma longa história como sinal de má sorte .

Está desempregado? Aprenda a simpatia para arrumar emprego

Por que a sexta-feira 13 é azarada?

Segundo a tradição bíblica, 13 convidados compareceram à Última Ceia, realizada na Quinta-feira Santa, incluindo Jesus e seus 12 apóstolos (um dos quais, Judas, o traiu). O dia seguinte, é claro, era Sexta-feira Santa, o dia da crucificação de Jesus.

Acredita-se que a disposição dos assentos na Última Ceia deu origem a uma antiga superstição cristã de que ter 13 convidados em uma mesa era um mau presságio – especificamente, que era cortejar a morte.

Embora as associações negativas de sexta-feira sejam mais fracas, alguns sugeriram que elas também têm raízes na tradição cristã: Assim como Jesus foi crucificado em uma sexta-feira, também se disse que a sexta-feira foi o dia em que Eva deu a Adão a maçã fatídica da Árvore do Conhecimento, bem como o dia em que Caim matou seu irmão, Abel.

O número 13 é, portanto, associado a Judas Iscariotes, o traidor de Cristo, e é considerado imperfeito quando comparado com o 12, que representa o número de meses em um ano.

A união de dia e data também foi rastreada até o rei Filipe IV da França, prendendo centenas de Cavaleiros Templários na sexta-feira, 13 de outubro de 1307.

As melhores simpatias de Ano Novo para atrair dinheiro, sorte, emprego e amor

É um dia de azar apenas para alguns

Sexta-feira, 13, não é universalmente visto como um dia de miséria. Por exemplo, na Itália, sexta-feira 17 e não sexta-feira 13 é considerado um dia que traz azar. Na verdade, o número 13 é considerado um número da sorte!

Em muitos países de língua espanhola e na Grécia, terça-feira, 13, é considerada um dia de infortúnio.

E pesquisas sugerem que, afinal, não pode ser azar

Há muito pouca evidência para mostrar que sexta-feira 13 é realmente um dia de azar. Muitos estudos mostraram que a sexta-feira, 13, tem pouco ou nenhum efeito em eventos como acidentes, visitas a hospitais e desastres naturais.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.