Por que a sexta-feira 13 é considerada um dia de azar? Conheça a história

Sexta-feira, dia 13, é considerado por muitos como o dia mais infeliz do calendário gregoriano.

A segunda e última sexta-feira 13 de 2020 chegou e para os supersticiosos entre nós a data significa apenas uma coisa: azar. Assim como passar por baixo de uma escada, cruzar com um gato preto ou quebrar um espelho, muitas pessoas se agarram à crença da data. Embora seja incerto exatamente quando essa tradição em particular começou, as superstições negativas giraram em torno do número 13 durante séculos.

Com a pandemia de coronavírus varrendo o globo, a recorrência da data sinistra parece certa para a atmosfera de desgraça e tristeza do momento. A maioria dos anos tem duas sextas-feiras 13 – e no máximo três – embora 2021 seja uma anomalia com apenas uma.

Embora as culturas ocidentais tenham historicamente associado o número 12 à perfeição (há 12 dias de Natal , 12 meses e signos do zodíaco, 12 trabalhos de Hércules , 12 deuses do Olimpo e 12 tribos de Israel , apenas para citar alguns exemplos), seu sucessor 13 tem uma longa história como sinal de má sorte .

Está desempregado? Aprenda a simpatia para arrumar emprego

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Por que a sexta-feira 13 é azarada?

Segundo a tradição bíblica, 13 convidados compareceram à Última Ceia, realizada na Quinta-feira Santa, incluindo Jesus e seus 12 apóstolos (um dos quais, Judas, o traiu). O dia seguinte, é claro, era Sexta-feira Santa, o dia da crucificação de Jesus.

Acredita-se que a disposição dos assentos na Última Ceia deu origem a uma antiga superstição cristã de que ter 13 convidados em uma mesa era um mau presságio – especificamente, que era cortejar a morte.

Embora as associações negativas de sexta-feira sejam mais fracas, alguns sugeriram que elas também têm raízes na tradição cristã: Assim como Jesus foi crucificado em uma sexta-feira, também se disse que a sexta-feira foi o dia em que Eva deu a Adão a maçã fatídica da Árvore do Conhecimento, bem como o dia em que Caim matou seu irmão, Abel.

O número 13 é, portanto, associado a Judas Iscariotes, o traidor de Cristo, e é considerado imperfeito quando comparado com o 12, que representa o número de meses em um ano.

A união de dia e data também foi rastreada até o rei Filipe IV da França, prendendo centenas de Cavaleiros Templários na sexta-feira, 13 de outubro de 1307.

As melhores simpatias de Ano Novo para atrair dinheiro, sorte, emprego e amor

É um dia de azar apenas para alguns

Sexta-feira, 13, não é universalmente visto como um dia de miséria. Por exemplo, na Itália, sexta-feira 17 e não sexta-feira 13 é considerado um dia que traz azar. Na verdade, o número 13 é considerado um número da sorte!

Em muitos países de língua espanhola e na Grécia, terça-feira, 13, é considerada um dia de infortúnio.

E pesquisas sugerem que, afinal, não pode ser azar

Há muito pouca evidência para mostrar que sexta-feira 13 é realmente um dia de azar. Muitos estudos mostraram que a sexta-feira, 13, tem pouco ou nenhum efeito em eventos como acidentes, visitas a hospitais e desastres naturais.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes