Veganismo: entenda o estilo de vida que vem crescendo no Brasil

Pesquisas indicam que os adeptos à dieta vegana estão aumentando no país. Contudo, essa forma de se alimentar ainda é recente no Brasil e pode gerar dúvidas. Confira como funciona o veganismo.

0 426

Embora os dados ainda não sejam exatos, segundo a Sociedade Brasileira de Vegetarianos (SVB) estima-se que existam entre 4 e 7 milhões de brasileiros adeptos ao veganismo. Contudo, a tendência vem crescendo no país e os motivos são diversos, desde a preocupação com saúde até com a religião. Ainda há algumas dúvidas a respeito da dieta vegana e se ela é saudável e segura. Por isso, confira como funciona o veganismo e quais cuidados seus adeptos devem tomar.

Qual a diferença entre vegano e vegetariano?

Por vezes, esses conceitos podem ser confundidos. Mas os vegetarianos são aqueles que não consomem carnes ou seus derivados. Já os veganos não consomem nenhum tipo de alimento ou produto de origem animal, o que envolve, por exemplo, ovos e queijos. Além disso, os adeptos ao veganismo também não usam produtos de beleza ou de limpeza, roupas que tenham alguma origem animal.

Quais os benefícios de uma dieta vegana?

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O nutricionista especializado em público vegano, Fernando Geraldi afirma que “o veganismo é um oceano azul, dificilmente você acha alguma coisa ruim nele.” Ele aponta que os estudos mais recentes mostram que as dietas baseadas em frutas, em grãos, em cereais trazem muitos benefícios a longo prazo. Alguns deles seriam redução do risco mortalidade, diminuição de doenças não transmissíveis, como diabetes, obesidades, cardiopatias. Além disso, um estudo da Universidade de Florença, na Itália, descobriu que, entre os veganos, o risco de ter câncer é 15% menor em comparação com quem consome carne e derivados.

Fernando explica que isso ao deve ao fato de que hoje existem muitos alimentos industrializados, com muita gordura, satura e trans. Isso aumenta o índice de doenças. Já as dietas veganas costumam trazer os alimentos provenientes da terra e naturais para o prato.

Foto mostra vários alimentos naturais
Foto: Shutterstock

Quais os cuidados uma pessoa vegana deve ter?

Como a maior parte dos onívoros, pessoas que comem alimentos de origem animal, adquirem as proteínas por meio da carne, muita gente se pergunta como repor esses nutrientes em uma dieta vegana. Mas Fernando explica que “a dieta vegana não tem glamour, ela é simples, é só saber faze-la.”. Ele aponta que é totalmente possível consumir todas as proteínas e aminoácidos necessários com uma dieta vegana. “O vegano mescla dois grupos alimentares, o grupo de cereais e o grupo das leguminosas para suprir suas necessidades nutricionais” ele aponta. Então, para a pessoa conseguir todos os nutrientes é preciso apenas misturar as fontes dos alimentos. Dessa maneira, ela adquire todas as proteínas que uma pessoa onívora consegue.

Fernando ainda acrescenta que o maior cuidado para uma pessoa se tornar vegana é se informar para balancear os alimentos e não perder nutrientes. Então, tem formas de se alimentar sem causar um déficit na parte de aminoácidos. Por exemplo, meia xicara de aveia equivale ao tanto de proteína de um ovo. E que, assim como dietas onívoras, é preciso de informação e entendimento para saber o que comer.

Veganos precisam suplementar B12

Uma questão que frequentemente surge quando o assunto é veganismo é se veganos tem deficiência em B12. A B12 é uma vitamina do complexo B, que é só em encontrada em quantidades significativas em alimentos de origem animal. Sua atuação é direta sobre o sistema nervoso, protegendo estruturas importantes para o funcionamento de nossos neurônios. Portanto, é necessária aos seres humanos.

Mas Fernando explica que essa é uma vitamina complexa e difícil de ser absorvida, inclusive por indivíduos onívoros. O instituto de medicina dos EUA (Food and Nutrition Board) recomenda suplementação de B12 em todos os indivíduos (que comem ou não carne) acima dos 50 anos de idade. Pois 10 a 30% deles apresentam dificuldade de extrair a vitamina do alimento.

Contudo, para veganos é ainda mais complicado adquirir o nutriente, já que ele não existe em grande quantidade nas plantas. Por isso, o nutricionista recomenda que todos os veganos e vegetarianos suplementem a B12. Embora talvez muitos onívoros também tenham essa necessidade.

Crianças podem ser veganas?

De acordo com o nutricionista, as crianças também podem ser veganas, sem problema algum. Ele explica que o prato da criança a partir de um ano de idade já é bem parecido com o dos adultos. Que seria ¼ de cereal, ¼ de leguminosas e o resto de legumes e vegetais. As recomendações também são semelhantes, é preciso se informar sobre a dieta e acompanhar o desenvolvimento do pequeno. Além de suplementar sua alimentação com a B12.

Crescimento do veganismo

Segundo uma pesquisa do IBOPE, de 2012 a 2018, houve o crescimento de 75% no número de veganos no país. Então, a tendência está aumentando entre os brasileiros. Fernando conta que essa é uma mudança que sentiu em seu consultório. Muitas pessoas o procuram para mudar os hábitos alimentares ou pelo menos reduzir o consumo de carne. O nutricionista entende que isso pode se dar pela forma com a mídia trata o veganismo, de forma muito benéfica, mostrando seus benéficos para meio ambiente e para a saúde. Além disso, ele aponta que é difícil encontrar algo ruim nesta nova tendência. “Porque ela é excelente para a saúde e a cereja do bolo é tudo aquilo que vem por trás, a questão do meio ambiente e dos animais.” ele conclui.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes