3ª fase do Pronampe: MP libera 10 bilhões ao programa

O Pronampe foi criado com a finalidade de oferecer crédito emergencial para pequenos negócios na pandemia de Covid-19.

O presidente Jair Bolsonaro sancionou ontem (29) a Lei nº 14.115/2020, que permite a realização da 3ª fase do Pronampe. O texto prevê o aumento da participação da União no Fundo Garantidor de Operações (FGO), permitindo a concessão de garantias ao Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

Além disso, também foi publicada medida provisória que disponibiliza crédito extra de R$ 10,1 bilhões ao programa.

3ª fase do Pronampe

O Pronampe foi criado com a finalidade de oferecer crédito emergencial para pequenos negócios na pandemia de Covid-19. Nas regras atuais do programa, os empréstimos podem ser utilizados para realizar investimento e para despesas operacionais, com prazo máximo de pagamento de 36 meses. Ao passo que, a taxa de juros máxima é igual a Selic, somada a 1,25% ao ano.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A Lei nº 14.115/2020 foi publicada ontem em edição extra do Diário Oficial da União com veto. O veto se refere ao Artigo 3, que revogou o Artigo 14 da lei que criou o Pronampe. O mesmo, determina que as receitas do retorno dos empréstimos à União serão usadas para pagar dívidas públicas.

Sendo assim, a lei possibilita a 3ª fase do Pronampe com o aumento da participação da União no FGO para concessão de garantias ao programa, no valor relacionado aos recursos devolvidos à União.

MP libera R$ 10 bilhões ao programa

Ademais, a MP nº 1.020, também editada na terça-feira, liberou crédito extraordinário no valor de R$ 10,1 bilhões. O motivo é viabilizar a integralização de cotas no FGO, para atendimento a 3ª fase do Pronampe.

Em decisão tomada em novembro, o Senado permitiu que o governo incluísse no FGO os recursos para a terceira rodada dos empréstimos.

Por fim, de acordo com dados do governo, o Pronampe já destinou R$ 32,9 bilhões de crédito para micro e pequenos empreendimentos em um total de 450 mil contratos.

 

Leia também:

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes