Caixa deve anunciar nova linha financiamento imobiliário em breve

A nova linha de financiamento imobiliário terá juros menores, com base na Selic e correção na cardeneta de poupança.

A Caixa deve anunciar uma nova linha de financiamento imobiliário nos próximos dias. Com correção pela cardeneta da poupança, os juros serão menores. Contudo, há riscos sobre o comportamento da taxa da nova linha de crédito, isso porque leva em consideração a Selic, que está em 2,00% ao ano.

Sendo assim, a taxa básica de juros voltar a subir, os juros do financiamento também podem subir. Hoje, o rendimento da poupança é de 70% da Selic.

A divulgação da criação de nova linha de financiamento imobiliário aconteceu no evento da Associação Brasileira de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), na última quinta-feira (5). Contudo, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, não deu detalhes sobre a nova modalidade. “Estamos discutindo um quarto produto agora, devemos lançar em breve e esse produto veio com a competição. Isso é muito bom, isso gera eficiência.”

Portanto, a Caixa tem três linhas de financiamento imobiliário. A última anunciada em agosto de 2019, tem como base a taxa de  inflação, com medição do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Linhas de financiamento imobiliário

As linhas de financiamento imobiliário da Caixa são com base na Taxa Referencial (TR), IPCA e juros Prefixados. Sendo assim, cada modalidade tem incidência de juros distintos. Além disso, há diferenças entre o tipo de imóvel a ser financiado e a quantidade de parcelas.

No financiamento com base no IPCA, a taxa de juros varia de 2,95% a 4,95% ao ano, para compra de imóvel novo ou usado. O prazo de pagamento é de 360 meses, mas as parcelas variam conforme a inflação.

Já a linha de crédito imobiliário pela Taxa Referencial (TR) possui taxa de juros entre 6,50% e 8,50% ao ano. Além disso, se destina para a compra de imóvel novo ou usado e terrenos. Mas também, para construção, reforma ou ampliação da casa própria. O prazo de parcelamento é de 420 meses. Vale ressaltar que a TR determina o rendimento da poupança e do FGTS.

Por fim, a modalidade de financiamento imobiliário com juro prefixado tem taxa de 8,00% a 9,75% ao ano, sem reajuste mensal das parcelas, o que difere das outras duas linhas de crédito. É destinado para compra de imóvel novo ou usado e com prazo de até 360 meses.

*As informações são da Agência O Globo e Caixa Econômica Federal

 

Leia também

Informar Erro
Fonte Caixa

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes