Saque emergencial: até quando é possível sacar o FGTS de R$ 1.045?

Os trabalhadores que possuem conta vinculada ao fundo tem até 31 de dezembro para fazer saques e transferências

O saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), de R$ 1.045, foi uma das ações governamentais para minimizar os impactos da pandemia. Os trabalhadores que possuem conta vinculada ao fundo tem até 31 de dezembro para fazer saques e transferências.  Assim, em janeiro de 2021 os saques voltam a ser permitidos nas regras legais do FGTS.

 

Até quando é possível sacar o FGTS emergencial?

O saque emergencial foi definido pela pela Medida Provisória nº 946, de 07 de abril.  É possível consultar o valor e a data do saque no aplicativo do FGTS e no site da Caixa. Bem como através da Central Telefônica da Caixa, pelo número 111, ou pelo Internet Banking.

A organização do saque é feita maneira semelhante ao do auxílio emergencial. Com datas para depósito em conta poupança social digital e para liberação de saques e transferências, de acordo com o mês de aniversário. Assim sendo, todos os créditos em poupança foram feitos até 21 de setembro.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Portanto, todos os trabalhadores que tiveram crédito feito podem movimentar livremente os valores até o final do ano. Entretanto, como a medida foi estabelecida por conta da pandemia e deve cumprir o estado de calamidade pública, que não continuará em 2021, os benefícios emergenciais devem ter fim em 31 de dezembro.

 

Como sacar o valor do FGTS emergencial?

Sendo assim, o trabalhador deve ir à agência Caixa mais próxima para receber o benefício de R$ 1.045. Contudo, o recurso também está disponível no app Caixa Tem, por meio da Conta Poupança Social Digital. Pelo aplicativo, pode-se realizar pagamentos de boletos, como gastos com água e luz. Mas também, efetuar transferências com o saque emergencial do FGTS.

 

Calendário de pagamentos

Os pagamentos aconteceram segundo o calendário, levando em conta os meses de nascimento. Os dois últimos pagamentos acontecera, finalizando o ciclo. Assim, aqueles que já receberam:

  • Assim, nascidos em janeiro receberam o crédito em conta em 29 de junho, com liberação de saques e transferências em 25 de julho;
  • Nascidos em fevereiro receberam o crédito em conta em 6 de julho, com liberação de saques e transferências em 8 de agosto;
  • Aqueles nascidos em março receberam o crédito em conta em 13 de julho, com liberação de saques e transferências em 28 de agosto;
  • Nascidos em abril receberam o crédito em conta em 20 de julho, com liberação de saques e transferências em 5 de setembro;
  • Nascidos em maio receberam o crédito em conta em 27 de julho, com liberação de saques e transferências em 19 de setembro;
  • Aqueles nascidos em junho receberam o crédito em conta em 3 de agosto, com liberação de saques e transferências em 3 de outubro;
  • Nascidos em julho receberam o crédito em conta em 10 de agosto, com liberação de saques e transferências em 17 de outubro;
  • Nascidos em agosto receberam o crédito em conta em 24 de agosto, com liberação de saques e transferências em 17 de outubro;
  • Aqueles nascidos em setembro receberam o crédito em conta em 31 de agosto, com liberação de saques e transferências em 31 de outubro;
  • Nascidos em outubro receberam o crédito em conta em 8 de setembro, com liberação de saques e transferências em 31 de outubro.
  • Nascidos em novembro receberam o crédito em conta em 14 de setembro, com liberação de saques e transferências em 14 de novembro;
  • Por fim, nascidos em janeiro receberam o crédito em conta em 21 de setembro, com liberação de saques e transferências em 14 de novembro de julho.

 

Leia também:

Caixa libera saque Emergencial do FGTS; veja quem pode receber

Demissão sem justa causa? Veja o prazo para sacar seu FGTS

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes