Como resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista até hoje (16/10)

Entenda como resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista e faça resgate do dinheiro pelo celular antes dele perder a validade; veja como consultar e passo a passo de como fazer

Em São Paulo, todos os clientes que solicitam CPF ou CNPJ na nota fiscal de qualquer produto ou serviço recebem um retorno em dinheiro no fim do mês. O pagamento ocorre por meio de créditos da Nota Fiscal Paulista e ficam guardados em uma conta digital. Mas, a partir de sábado, 16 de outubro, o dinheiro não movimentado será bloqueado. Veja abaixo como resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista.

O bloqueio do dinheiro será aplicado para créditos depositados nas contas dos clientes e que não foram resgatados ou movimentados após 12 meses da liberação. Antes, a validade dos créditos era de cinco anos, mas isso foi alterado por lei neste ano. 

Dessa forma, mesmo que exista mais de R$ 500 nas contas do Nota Fiscal Paulista, quem não fizer o resgate perderá todo o dinheiro. Isso acontece pois após o bloqueio do dinheiro sem movimentação há um ano, o usuário perde o direito de posse, assim, não tem como resgatar o valor bloqueado. 

Por esse motivo é tão importante saber como resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista. Veja abaixo como fazer:

O que é preciso para resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista?

Cadastrar Nota Fiscal Paulista 2021
Saiba como se cadastrar Nota Fiscal Paulista 2021 para resgatar créditos – Foto: Reprodução

 

Ainda que qualquer consumidor, seja pessoa física ou mesmo empresas, tenham direito ao repasse da Nota Fiscal Paulista apenas por colocar CPF ou CNPJ nas notas fiscais, para ter acesso ao dinheiro é preciso um registo. 

Isso significa que para consultar, movimentar e ter como resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista é preciso se cadastrar na plataforma do programa estadual. Depois do cadastro, será possível consultar todas as notas emitidas com o CPF ou CNPJ do usuário, o valor recebido por cada uma delas. 

Outra opção a partir do cadastro é resgatar os créditos para pagamento de contas fixas como água, luz e gás ou abater o valor em impostos. Com o cadastro realizado é possível também resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista por meio de transferência. 

Nesse caso é possível enviar o dinheiro para qualquer conta bancária e fazer o saque ou uso como o usuário julgar mais adequado. 

Veja Mais | Como funciona a Nota Fiscal Paulista e como calcular créditos?

Como se cadastrar na Nota Fiscal Paulista 2021?

O cadastro que dá direito a movimentar o dinheiro das contas da Nota Fiscal Paulista deve ser feito  no site do programa ou ainda pelo aplicativo disponível para celulares com sistemas operacionais Android e iOS. 

Haverá possibilidade de se cadastrar como cliente ou como empresa. Caso o cliente se cadastre como empresa, serão solicitados dados da empresa como CNPJ e dados do responsável legal pelo empreendimento. 

Para o cadastro como pessoa física, isso é, consumidor comum,  basta acessar o site do programa ou o aplicativo e clicar na opção “Cadastre-se” e fornecer os seguintes dados:

  • CPF
  • Data de Nascimento  
  • Nome completo da Mãe 
  • Nome
  • Endereço completo (CEP, Logradouro, número, bairro, UF e município)
  • Telefones para contato e e-mail

O usuário precisará criar uma senha e uma frase de segurança. Ambas as informações serão solicitadas em verificações de segurança e em algumas situações ao logar na conta, seja no site ou aplicativo. Além disso, será preciso confirmar o e-mail por meio do link enviado durante o cadastro.

Como ver saldo da Nota Fiscal Paulista pelo CPF?

Nota Fiscal Paulista consulta
Veja como fazer consulta para ter como resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista – Foto: Reprodução

 

Antes de resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista, é preciso primeiro consultar o saldo. Primeiro passo é importante para dar garantia ao consumidor de que ele não deixará de resgatar nenhum crédito. 

Para fazer consulta do dinheiro disponível, basta seguir o tutorial abaixo:

  1. Acessar o site ou aplicativo 
  2. Informar se o usuário foi cadastrado como pessoa física ou jurídica
  3. Fornecer o CPF e a senha cadastrados e selecionar a opção “não sou um robô” 
  4. Depois de clicar em avançar basta buscar a opção “Consultar e utilizar saldo disponível” e clicar nela
  5. Ao clicar no botão, um aviso sobre a mudança no tempo limite de resgate será exibido, basta ler o informe e clicar em “avançar”
  6. Então vem a parte mais importante: será necessário selecionar o período que deseja consultar e calcular o saldo. O sistema divide o tempo em semestres, assim, basta selecionar o intervalo de tempo desejado
  7. O sistema informará todas as notas fiscais registradas no período selecionado e informará a quantidade de créditos disponíveis ao usuário. 

Como sacar saldo Nota Fiscal Paulista?

Depois de ter feito a consulta, o usuário será apresentado, ainda na tela com o resumo das notas do período que ele selecionou, a opção “avançar”. Basta continuar o processo para ter como resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista. 

É importante lembrar que os créditos que serão resgatados são os mesmos referentes ao período selecionado na consulta. Por causa disso, é fundamental que os usuários tenham atenção em resgatar todos os créditos que foram depositados há mais de 12 meses.

Isso porque caso eles não sejam resgatados até as 23h59min do dia 16 de outubro, eles não poderão mais ser utilizados. Porém, a medida não afeta créditos mais recentes, e estes podem permanecer na conta sem nenhum prejuízo ao consumidor. 

Mas, atenção, a partir do dia 16 de outubro de 2021, qualquer crédito que complete um ano sem ser resgatado será bloqueado. 

Como transferir o saldo Nota Fiscal Paulista?

Dito isso, depois de realizar a consulta, o usuário deve selecionar a opção “utilizar créditos” para poder ter como resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista. Depois disso, será exibido uma tela com as formas de uso disponíveis. Confira:

  1. Apenas durante o mês de outubro é possível utilizar os créditos para quitação ou abate no valor do IPVA, e essa será a primeira opção exibida ao usuário
  2. Opções de transferência para conta corrente ou poupança estarão listadas abaixo da opção do IPVA
  3. O usuário deve selecionar a opção desejada e clicar em “continuar”
  4. Caso selecione o IPVA, será preciso confirmar dados como CPF, número da habilitação e número do Renavam do veículo
  5. Para transferências bancárias bastará fornecer os dados para os quais deseja transferir os recursos (conta, agência, banco) e clicar em “realizar transferência”

É importante destacar que o governo do estado de São Paulo terá o prazo de 20 dias para finalizar qualquer tipo de transferência. Assim, o processo para resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista não é imediato, por isso é importante guardar o comprovante de realização do resgate.

LEIA TAMBÉM:

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes