Como usar o Pix: aprenda a fazer chaves, pagamentos e transferências

Com uma chave, que serve como um atalho para identificar e localizar cada conta no sistema, o cliente pode realizar pagamentos 24 horas por dia, sete dias por semana

O Pix é um sistema que promete facilitar transações. Com uma chave, que serve como um atalho para identificar e localizar cada conta no sistema, o cliente pode realizar pagamentos 24 horas por dia, sete dias por semana. Saiba como usar o Pix em passos simples:

 

Como usar o Pix?

Em resumo, para usar o sistema é preciso cadastrar uma chave. A chave elimina o número de informações bancárias necessárias para receber as transferências ou pagamentos em uma única informação. O registro pode ser feito em um dos canais de acesso, aplicativo ou site, do banco ou fintech onde o cliente possui conta. Além disso, é preciso confirmar a posse da chave e vincular à conta, identificando e comprovando que o e-mail ou outra informação é sua. Cada um possui a sua forma de cadastro, mas a maioria segue os passos gerais e simples:

  1. Acesse a sua conta no aplicativo ou site do seu banco ou fintech;
  2. Toque na opção referente ao Pix;
  3. Selecione a opção de cadastrar (“Cadastrar Chave” ou “Registre suas chaves”);
  4. Siga os passos indicados pelo aplicativo.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Quais chaves Pix podem ser cadastradas?

Cada pessoa pode ter até cinco chaves para cada conta bancária. Contudo, não é possível cadastrar a mesma chave do Pix em mais de um banco. Entretanto, dentre as opções, acredita-se ser mais seguro cadastrar o número do CPF como chave. As chaves podem ser:

  • CPF e/ou CNPJ;
  • E-mail;
  • Número de telefone celular;
  • Chave aleatória, entre números e letras, com 32 dígitos.

 

Como transferir dinheiro pelo Pix?

Para transferir dinheiro através do sistema, o cliente deve:

  1. Cadastre uma chave, que pode ser número de celular, CPF ou e-mail, por exemplo;
  2. Busque a aba “Pix” em seu aplicativo;
  3. Toque em “Transferir” e indique o valor da transferência;
  4. Para fazer a transferência, insira a chave da pessoa favorecida e conclua a transação em poucos segundos.

Assim, a transação dispensa informar todos os dados bancários e pessoais do favorecido. É possível encontrar a funcionalidade nos diversos aplicativos de bancos e fintechs. A operação pode ser feita a partir de uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga. Além disso, o cadastro desse código é feito também nesses aplicativos, basta acessar a seção destinada.

 

Como gerar e pagar com o QR Code?

Para gerar o QR Code, a empresa ou pessoa física deve estar cadastrada no sistema. A opção ficará apenas dentro de sites e aplicativos de instituições financeiras autorizadas. No caso de contas Bradesco, por exemplo, ao entrar na opção “Pix”, o seu QR Code e a opção de pagamento através de um estão disponíveis de maneira fácil. Assim, para fazer o pagamento basta:

  1. Acesse o aplicativo da sua instituição financeira;
  2. Na aba Serviços, ou dentro da opção “Pix”, toque em Pagar com QR Code;
  3. Posicione o aparelho para leitura do QR Code;
  4. Confirme os dados e clique em Confirmar Pagamento.

 

Como usar e transferir pelo Pix no Caixa Tem?

No aplicativo Caixa Tem, beneficiários podem movimentar os recursos do auxílio emergencial depositados em poupança social digital, bem como trabalhadores podem acessar seu FGTS emergencial. A saber, a função de transferir pelo Pix no Caixa Tem está disponível. O novo sistema de pagamentos instantâneos é gratuito para pessoas físicas.

O Caixa Tem permite fazer o pagamento de contas domésticas e boletos, bem como compras online com cartão de débito virtual. Além disso, há informações sobre abono salarial do PIS e seguro-desemprego.Então, para transferir pelo Pix no Caixa Tem, veja o passo a passo:

  1. Acessar o aplicativo Caixa Tem;
  2. Clicar em “Pix”;
  3. Depois, clicar na opção “Pagar/Transferir”;
  4. Digitar a chave Pix de quem vai receber o valor.

Com esses quatro passos é possível concluir a transferência. O dinheiro cai na conta do recebedor em até 10 segundos e não é preciso pagar taxas. Além disso, para receber uma transferência, basta informar sua chave para a pessoa em questão. Há ainda a opção de gerar um QR Code e enviar ao pagador.

 

Leia também:

Quanto o Pix irá cobrar das empresas? Entenda as taxas do novo sistema

Pix poderá ser usado para recolher FGTS; veja o que muda

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes