Inflação em 2021 sobe para 5,06% no boletim Focus

É o sexto aumento seguido que economistas fazem para o IPCA e supera de longe a meta do governo para o ano

O boletim Focus voltou a revisar para cima, pela sexta vez consecutiva, a previsão para a inflação em 2021. Na pesquisa divulgada nesta segunda-feira, 10, economistas e analistas ouvidos pelo Banco Central (BC) indicaram um piora para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que passou de 5,04% na semana passada para 5,06% no boletim de hoje. Para 2022, no entanto, a expectativa foi mantida em 3,61% ao ano para o IPCA.

A piora para 2021 vem uma semana após o BC elevar a taxa básica de juros em 0,75 ponto porcentual, para 3,75% ao ano, pela segunda vez seguida, depois de enxergar risco inflacionário decorrente de eventual descontrole das contas públicas e pelo adiamento da agenda de reformas no Congresso. O IPCA é usado pelo governo para definir sua meta de inflação anual, por isso considerado pelo mercado como a inflação oficial do país.  A nova previsão do boletim Focus desta segunda-feira ficou ainda mais distante da meta do governo uma inflação de 3,75% para 2021.  Nesta semana, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC divulga a ata da reunião da semana passada.

Focus mantém juros – inflação 2021

Apesar de elevar a previsão para a inflação, a estimativa para os juros foi mantida em 5,50% ao ano, a mesma da semana passada, a despeito da elevação da Selic pelo BC. Para 2022, a taxa também foi mantida em 6,25% ao ano, a mesma da última pesquisa. A previsão do Focus supera a alta acumulada do IPCA em 12 meses até março, de 6,12%,divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Também nesta semana o IBGE divulgará o IPCA de abril.

Economia melhora em 2021

As expectativas para o crescimento da economia em 2021 melhoraram, com os economistas prevendo agora uma expansão de 3,21%, ante previsão de 3,14%, na semana passada, para o Produto Interno Bruto (PIB). O boletim também melhorou a para 2022,  para alta de 2,33% para o PIB, a mesma de quatro semanas atrás e acima dos 2,31% da última pesquisa. 

Com a previsão mais otimista para a economia, economistas ampliaram para 5,50% a expectativa para o crescimento da produção industrial em 2021, ante um crescimento previsto de 5,03% há uma semana. Para o próximo ano, no entanto, foi mantida a previsão de 2,00% de alta, repetindo a aposta da última pesquisa.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.