Como consultar auxílio-doença: saiba se benefício foi aprovado

Depois de fazer a solicitação e passar por perícia médica, é possível consultar o auxílio-doença no site ou aplicativo do Meu INSS,

Ao ficar doente ou sofrer um acidente, o segurado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pode receber o auxílio-doença. Depois de fazer a solicitação e passar por perícia médica, é possível consultar o auxílio-doença no site ou aplicativo do Meu INSS, para saber se o benefício foi ou não aprovado.

O que é o auxílio-doença?

O benefício do auxílio doença é destinado ao segurado do INSS que está temporariamente incapaz de trabalhar por motivos de doença ou acidente. Para comprovar o direito ao pagamento, é necessário passar por perícia médica. Além disso, é preciso cumprir a carência de 12 contribuições mensais, exceto nos casos de doenças que dispensam esse período.

Na perícia médica, se verifica a a existência do acidente ou da doença. Assim como, se há condição ou não do segurado continuar trabalhando. E também se a situação da pessoa pode piorar ao exercer suas atividades.

Como ver o resultado da perícia médica?

O segurado pode verificar o resultado de sua perícia médica no site da Previdência Social. Nota-se que esse resultado do requerimento fica disponível em 21 horas após a realização da perícia.

Sendo assim, o segurado deve acessar o “Sistema de Administração de Benefício por Incapacidade” para usar o serviço de Consulta Comunicação de Decisão do Requerimento/Benefício”. Feito isso, o próximo passo é informar o número do requerimento ou o número do benefício. Bem como, a data de nascimento, nome do requerente e CPF.

Resultado de perícia médica

- PUBLICIDADE -

Ao fim da consulta, também é possível visualizar e imprimir o comunicado de decisão do INSS, que indica a situação do benefício solicitado.

Como consultar se meu auxílio-doença foi aprovado?

Então, para consultar a aprovação do auxílio-doença, o segurado pode acessar o site ou aplicativo do Meu INSS. Feito isso, realizar login com CPF e senha. Então, a orientação é clicar na opção de “Resultado do benefício por incapacidade” na tela inicial.

consultar auxílio-doença
Meu INSS
Leia também

INSS: saiba quando será a antecipação do 13º salário

Calendário da prova de vida do INSS: confira as novas datas

Ao fazer isso, o segurado consegue ver o número, o tipo de benefício e a situação da solicitação. Por fim, deve-se clicar no item de “Decisão” para saber se o benefício foi ou não aprovado. Caso a mensagem seja de “Deferimento do pedido”, quer dizer que foi aprovado. Ao passo que se a notificação for de “Indeferimento do pedido”, significa que foi negado. Esse procedimento vale para o pedido inicial do auxílio-doença e também para o pedido de prorrogação do benefício.

Caso o segurado tenha o auxílio-doença negado, pode entrar com recurso no próprio INSS. O prazo para isso é de até 30 dias após o resultado.

Qual o prazo para receber o benefício?

Após a realização da perícia médica, o benefício pode ficar em análise do INSS por até 45 dias, para definir se será concedido ao segurado. Por isso, é importante consultar o auxílio-doença.

- PUBLICIDADE -

Ademais, o INSS não paga valores retroativos para quem fizer o pedido depois de 30 dias de afastamento. Isso porque, o trabalhador empregado pode solicitar o auxílio-doença após 15 dias de afastamento em sua empresa.

Qual o valor?

Para calcular o valor do auxílio-doença se leva em consideração o “salário de benefício”, cuja conta abrange todos os benefícios por incapacidade. Trata-se da média de 80% dos recolhimentos, em que se registraram os maiores valores. Sendo assim, o valor do auxílio-doença é igual a 91% do salário de benefício, caso essa quantia não ultrapasse a média dos últimos 12 meses de contribuição.

Nota-se ainda, que o trabalhador recebe o benefício até que se recupere da doença ou retorne ao trabalho. Além de ocasião de óbito.

 

Leia também:

Auxílio-doença: saiba o prazo, valores, solicitação e outras dúvidas

Perícia em atraso: saiba como conseguir o auxílio-doença na justiça

Auxílio-doença por Covid-19: saiba quem tem direito

- PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes