INSS notifica 1,7 milhão de segurados para atualização; veja como fazer

A notificação do INSS é para atualização cadastral de seus segurados, para evitar fraudes e pagamentos indevidos de benefícios.

A notificação do INSS  começou em setembro com o envio de cartas aos segurados.  Cerca de 1,7 milhão de pessoas, entre aposentados e pensionistas,  que passam por revisão administrativa precisam enviar documentos atualizados para continuar recebendo os benefícios.

Sendo assim, a atualização cadastral é para evitar fraudes e pagamentos indevidos de benefícios. A revisão tem como base do artigo 69 da Lei 8.212/91.

O cumprimento da exigência pelos segurados tem prazo. Após o recebimento da carta, terão 60 dias para enviar a documentação solicitada pelo Meu INSS ou ainda preferencialmente, já que o envio de cartas é realizado por parceria pelos Correios.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“A parceria com os Correios nos possibilitará uma comunicação efetiva com o beneficiário, especialmente com a disponibilização da carta em meio digital. Desta forma, o INSS espera receber com mais celeridade as documentações exigidas na carta de exigência, o que possibilitará uma resposta mais rápida ao cidadão e, consequentemente, a diminuição de possíveis fraudes e pagamentos indevidos”, afirma o presidente do INSS, Leonardo Rolim, em nota do INSS sobre as notificações.

Vale ressaltar que quem receber notificação e não atualizar os dados, pode correr o risco de suspensão dos benefícios.

 

Como enviar os documentos

Pelo Meu INSS

Para enviar a documentação, o segurado notificado precisa ter login e senha do Meu INSS (site ou aplicativo). Assim, acessar o sistema e depois disso, solicitar o serviço de “Atualização de Dados de Benefício”. Sendo assim, anexar cópia digitalizada dos seguintes documentos:

  • CPF;
  • RG;
  • Certidão de nascimento ou casamento;
  • Título de eleitor;
  • Carteira de Trabalho (CTPS).

Sendo assim, os documentos devem ser do titulas do benefício, procurador ou representante legal.

Presencialmente

Caso o segurado não consiga acessar o aplicativo Meu INSS e, assim, não enviar a documentação por meio digital, ainda deve cumprir a exigência de cadastro. Sendo assim, agendar por telefone 135 e ir até uma agência do INSS. Dessa forma, o beneficiário deve escolher a opção “Entrega de Documentos por Convocação”, quando ligar para o INSS.

Por fim, sem agendamento prévio não há atendimento nas agências do INSS, ou seja, o cumprimento de exigências.

 

Fique atento

É importante que o segurado mantenha seus dados atualizados junto ao INSS para que possa receber a carta de notificação do INSS. Se houve mudança recente de endereço, por exemplo, basta fazer a atualização pelo Meu INSS ou pelo telefone 135.

 

Leia também

Informar Erro
Fonte INSS

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes