O que fazer quando usam seu CPF indevidamente?

Os consumidores devem fazer o monitoramento do CPF constantemente para evitar ser surpreendido com a negativação

Muitas pessoas tem dúvidas sobre o que fazer quando usam seu CPF indevidamente. Essa situação acaba resultando em vários transtornos, como a negativação junto aos órgãos de proteção ao crédito sem que o cidadão ao menos tenha utilizado o serviço, ou adquirido algum produto. 

Por isso, é importante sempre estar atento e saber o que fazer caso isso aconteça. Então, continue conosco e saiba identificar se o seu CPF está sendo utilizado por terceiros.

Como meu CPF pode ser usado indevidamente?

O CPF é um dos documentos mais importantes dos brasileiros, e costuma ser utilizado para fazer a contratação de serviços, abertura de conta e uso de cartão de crédito, por exemplo. Por conta disso, também se tornou um alvo dos criminosos que se aproveitam de vazamento de dados para obter o CPF dos consumidores e até mesmo fazem a clonagem do CPF para aplicar golpes. 

Depois disso, costumam realizam compras e fazer cadastros em empresas em nome das vítimas que podem descobrir a utilização indevida apenas quando a dívida já tiver sido negativada.  Mas essa situação também pode acontecer devido à erros nos sistemas das empresas, quando a dívida já está prescrita ou devido à um serviço que já tenha sido cancelado

Portanto, além do transtorno de ter seu nome negativado o consumidor  também acaba tendo outros prejuízos por estar com o “nome sujo”, como o impedimento de fazer financiamentos e solicitar empréstimos. 

LEIA TAMBÉM| CPF irregular: saiba como regularizar seu documento pela internet

Como faço para saber se alguém está usando meu CPF?

Se você quer saber o que fazer quando usam seu CPF indevidamente, entenda que o primeiro passo é fazer uma consulta junto aos órgãos de proteção ao crédito, como o Serasa e o SPC que possuem um banco de dados dos consumidores. Essa consulta pode ser feita constantemente, a fim de garantir que a situação do documento está regular.

Para isso, basta escolher a plataforma e fazer seu cadastro. Depois de validar todos os seus dados pessoais, basta  procurar pela opção “Consulta de CPF”. Esse serviço é gratuito. Então, se verificar que existe uma dívida que você desconheça, é hora de buscar informações na empresa responsável.

Serasa--750x430.jpg

Diante disso, peça detalhes sobre qual o serviço contratado ou produto adquirido, assim como o valor da dívida assim como a data e informações do contrato firmado. Também é possível fazer uso de serviços antifraude para monitorar a situação do seu CPF como o Serasa Antifraude com o objetivo de se prevenir de golpes.

Outros sinais podem indicar que estão usando indevidamente meu CPF, como o recebimento de cobranças através de ligações telefônicas, que costumam ser recebidas várias vezes por dia, assim como o e-mails e mensagens através de SMS e WhatsApp. Então, se você está passando por essa situação, é provável que estão usando indevidamente seu CPF.

O que fazer quando usam seu CPF indevidamente?

Se você perdeu seus documentos como o CPF realize um Boletim de Ocorrência. Isso pode ser feito através do site da delegacia de polícia online de seu estado. Você também pode informar a situação através do serviço de SPC Alerta de Documentos. Isso será bastante útil caso você seja surpreendido por cobranças de uma dívida que não é sua. 

Com isso, o lojista que fizer uma consulta do seu CPF será informado que os documentos não estão com o consumidor e, por isso, decidirá sei irá fazer a venda solicitada. Também é necessário entrar em contato com a empresa que está fazendo a cobrança, ou comunicar o seu banco sobre o que está acontecendo.

Para isso, tenha em mãos documentos para comprovam a negativação do CPF de forma indevida, como a notificação que tenha sido registrada no sistema SPC ou Serasa. A troca de mensagens com a empresa que está cobrando a dívida e protocolos de atendimento também podem ser utilizados.

Nome negativado indevidamente dá direito à indenização?

Sim. Se após todos esses procedimentos a empresa não resolver a questão o consumidor deve procurar ajuda do Procon. Mas se mesmo assim a situação não se resolver, ingresse com uma ação judicial, pois receber uma indenização é um dos direitos daqueles que passam por todo o transtorno de ter seu CPF inscrito no SPC/Serasa de forma indevida.

O valor recebido é referente ao dobro do montante que tenha sido cobrado indevidamente, além de uma indenização que é referente aos danos morais. O consumidor também pode pedir na Justiça que seu CPF seja excluído dos cadastros de proteção ao crédito de forma imediata. É importante ressaltar que essa indenização não é voltada ao consumidor que, mesmo tendo dívidas indevidas, não esteja com seu nome negativado.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes