Documentos para atualizar o CadÚnico, requisito do Auxílio Brasil

As famílias que já se inscreveram no CadÚnico mas não atualizam os dados com frequência, podem ficar impedidas de participar de programas do governo, como o Auxílio Brasil que começa a ser pago neste mês

O Cadastro Único (CadÚnico) se tornou o principal requisito para a participação em programas sociais que são oferecidos pelo governo federal, dentre eles, está o Auxílio Brasil. O novo programa começa a ser pago na próxima semana, sendo assim, é hora de conferir se o seu cadastro está em dia. Mas caso não esteja, veja a seguir quais documentos precisa para atualizar o CadÚnico para estar entre os candidatos ao novo benefício social. 

 

Documentos para atualizar o CadÚnico

Quem precisa atualizar o CadÚnico deve estar atento aos documentos para que seja possível registrar no banco de dados do governo todos os membros da família, a condição de moradia e a renda familiar. Dentre eles, estão: 

Documentos do responsável e membros da família:

>> CPF;

>> RG;

>> Título de eleitor;

Responsável e membros da família indígena/quilombola:

>> CPF;

>> RG

>> Título de eleitor

>> Registro administrativo de nascimento indígena (RANI)

 Também podem ser apresentados outros documentos de identificação, como a certidão de nascimento, por exemplo. 

Documentos para comprovar renda:

Para quem precisa fazer a alteração da renda familiar, lembre-se que dentre os documentos que podem ser utilizados para atualizar o CadÚnico estão os seguintes: Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) ou holerites, se houver.

Documentos para atualizar endereço da família:  

Se houver a necessidade de alterar o endereço da família, seja devido à mudança de bairro ou município, tenha em mãos o comprovante de endereço, sendo de preferência a conta de luz. 

Outros documentos que podem ser solicitados:

Também costuma ser solicitado que a família apresente o comprovante de matrícula escolar das crianças e jovens que possuam idade de até 17 anos.

Além disso, tenha em mãos o nome da escola onde estuda cada criança da família. Isso é necessário, pois o governo federal faz o acompanhamento dos menores em idade escolar para conferir a frequência escolar.

Também é conferido o cartão de vacinação para verificar se está sendo cumprido o calendário vacinal e como está a saúde da criança e das gestantes. 

Quando realizar a atualização do Cadúnico?

A orientação do Ministério da Cidadania é realizar a atualização sempre que houver alguma mudança nos dados familiares, portanto, isso deve ser feito quando ocorrer o nascimento de alguém na família, falecimento, mudança de endereço para outro bairro ou cidade, crianças que entraram ou mudaram de escola, assim como as alterações na renda.

Nesse caso é necessário informar quando alguém passou a ganhar mais ou menos. Caso não haja nenhuma dessas alterações, basta que o responsável faça a atualização a cada dois anos. Isso garantirá que todas as informações estejam corretas e assim, o cidadão poderá participar de vários programas sociais. 

Os cidadãos podem conferir se precisam atualizar o CadÚnico pela internet. Para isso, acesse o site www.meucadunico.cidadania.gov.br/meu_cadunico ou o aplicativo Meu CadÚnico e informe os seguintes dados:

>> informe o nome completo do responsável pela família;

>> registre a data de nascimento

>> informe o nome da mãe;

>> diga qual é a cidade e estado onde reside;

>> clique em “não sou robô”;

>> selecione o botão “emitir certidão”;

O sistema irá te direcionar para outra página onde constarão todas as informações sobre seu cadastro. Assim, confira quando foi realizada a última atualização.

Se tiver ocorrido à mais de dois anos ou houver alguma mudança é preciso fazer a atualização. Outra forma de saber se precisa atualizar o CadÚnico é entrando em contato com o CRAS. Isso pode ser feito de forma presencial ou por telefone. 

Como atualizar o Cadúnico para receber o Auxílio Brasil? 

Agora que sabemos quais documentos precisa para atualizar o CadÚnico, é hora de ir até o CRAS do seu município para fazer a atualização dos dados. Para isso, entre em contato com o setor e faça o agendamento do atendimento presencial. Na data marcada apresente os documentos necessários.  

Durante a pandemia, o Ministério da Cidadania autorizou que a coleta dos dados para a atualização das informações cadastrais seja feita por telefone ou por meio eletrônico. Mas a organização desse procedimento é de responsabilidade de cada município, sendo assim, entre em contato com a prefeitura de sua cidade de confira se o atendimento à distância está disponível.

Depois, os dados da família são acrescentados no sistema para que o cidadão possa ser incluído na seleção que o Ministério da Cidadania realiza para a concessão de benefícios sociais.  No caso do pagamento do Auxílio Brasil, a previsão é de que essa seleção aconteça nos próximos dias, visto que o governo quer começar a pagar o Auxílio Brasil a partir de dezembro para quem está inscrito no CadÚnico. 

SAIBA MAIS | Como sei se vou receber o Auxílio Brasil em 2021?

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes