Salário Mínimo: veja a evolução dos últimos reajustes

Em 2021, o salário mínimo passará de R$ 1.045 para R$ 1.088. Essa é a proposta do governo federal para 49 milhões de trabalhadores do Brasil. Será o segundo ano consecutivo em que não haverá ganho real.

Pelo segundo ano consecutivo o salário mínimo não terá um ganho real. Proposta apresentada pelo governo federal, prevê um valor de R$ 1.088 em 2021, ou seja, R$ 43 acima do atual R$ 1.045.

De acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo no Brasil serve de referência para 49 milhões de trabalhadores do país.

Evolução do Salário Mínimo

  • 2004 – R$ 260
  • 2005 – R$ 300  – teve um aumento de 8,23%
  • 2006 – R$ 350 – o salário mínimo teve um aumento de 13,04%
  • 2007 – R$ 380 – aumento de 5,10%
  • 2008 – R$ 415 – aumento de 4,03%
  • 2009 – R$ 465 – aumento de 5,79%
  • 2010 – R$ 510  – salário mínimo teve um aumento de 6,02%
  • 2011 –  R$545 – aumento de 0,37%
  • 2012 – R$ 622 – aumento de 7,59%
  • 2013 – R$ 678 – aumento de 2,64%
  • 2014 – R$ 724 – aumento de 1,16%
  • 2015 – R$ 788 – aumento de 2,46%
  • 2016 – R$ 880 –  aumento de 0,36%
  • 2017 – R$ 937 – aumento de -0,10%
  • 2018 – R$ 954 – aumento de – 0,25%
  • 2019 – R$ 998 – aumento de 1,14%
  • 2020 – R$ 1.045 – não teve aumento 0,00%
  • 2021 – R$ 1.088 – não teve aumento real 0,00%

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Inflação

Segundo o governo, o salário mínimo em 2021 será corrigido apenas pela inflação. Em agosto de 2020, a equipe econômica propôs um aumento de apenas R$ 22 em cima do mínimo. Se fosse aprovado, o valor ficaria em R$ 1.067.

Porém, nova previsão tem como base a expectativa de uma inflação maior. Em novembro, a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia elevou de 2,35% para 4,10% a estimativa de inflação de 2020 medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Nos últimos nove anos, a fórmula adotada pelo Brasil para determinar o aumento do salário mínimo, previa a correção com base na inflação do ano anterior e, também, na variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

Produto Interno Bruto – PIB

Mas nem sempre o salário mínimo subiu acima da inflação.

Em 2017 e 2018, por exemplo, foi concedido o reajuste somente com base na inflação porque o PIB de dois anos antes (2015 e 2016) teve retração. Por isso, para cumprir a fórmula proposta, somente a inflação serviu de base para o aumento.

O valor para o salário mínimo de 2021 ainda pode mudar no decorrer deste ano, com base nas projeções de inflação para o ano de 2020 (utilizadas como parâmetro para correção).

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes