TED ou DOC: entenda a diferença entre os tipos de transferência

As duas transferências bancárias mais conhecidas possuem peculiaridades que podem ser essenciais na escolha de qual usar. Entenda as diferenças:

Realizar transferências bancárias se tornou algo comum na atualidade. Os termos podem assustar para aqueles que não conhecem, mas a resposta é de fácil compreensão. TED e DOC são dois tipos de transferências bancárias, feitas entre contas diferentes. Cada um possui suas peculiaridades, que podem definir qual é a melhor opção para a sua necessidade. Entenda:

 

Como funciona o TED e DOC?

O Documento de Ordem de Crédito (DOC) e a Transferência Eletrônica Disponível (TED) são os dois tipos principais de transferências para bancos. Ambos levam em conta o limite ou a quantidade de dinheiro que o cliente pode enviar e o prazo que leva para o dinheiro cair na conta de destino. São feitas quando uma pessoa precisa realizar transferências entre bancos diferentes, e as regras são estabelecidas pelo Banco Central.

Dessa forma, para realizar as transferências é necessário ter em mãos os dados do beneficiário e documentos para concluir a operação. São eles:

  • Nome completo e CPF ou CNPJ de quem vai receber o dinheiro;
  • Valor a ser transferido;
  • Tipo de conta (corrente ou poupança);
  • Dados bancários (agência, conta e código do banco).

As taxas entre ambos pode variar de acordo com o pacote que possui, e muitas vezes elas podem ser abatidas. Acessando o Banco Central, é possível conferir todos os valores das tarifas bancárias atualizados.

 

O que é TED?

Criado pelo Banco Central em 2002, a TED é um tipo de transferência que necessita dos dados do recebedor para ser feita. Assim, quando feito dentro do horário, o dinheiro cai no mesmo dia. Funciona somente em dias úteis, geralmente entre 6h e 17h30. Permite transferências maiores do que R$ 5.000 e não há notificação quando feita. A transação também não exige nenhum valor mínimo.

Leia também

Novo auxílio emergencial pode ser liberado em março

Lotofácil, Quina e Lotomania: resultados das Loterias da…

- PUBLICIDADE -

A grande diferença está que o TED geralmente chega primeiro na conta. O valor cai poucos minutos após a autorização. Entretanto, se você fizer o agendamento depois desse horário, o valor só aparecerá na conta do beneficiado no dia seguinte.

 

O que é DOC?

Então, para DOC, também é necessário conhecer e digitar os dados do recebedor. O sistema funciona em dias úteis, geralmente entre 6h e 17h30, para transferências com o valor máximo de R$ 4.999,99. Assim, o dinheiro cai no próximo dia útil quando a transferência é feita dentro do horário.

Entretanto, o valor transferido por DOC só é efetivado no dia útil seguinte, para transações feitas até as 21h59. Depois desse horário, o dinheiro só vai cair na conta do beneficiário no segundo dia útil. Dessa forma, se você realizar um depósito as 23h de uma quarta-feira, o valor só ficará disponível na sexta.

 

É melhor usar TED ou DOC?

A principal diferença entre os tipos de transferência está no momento em que os valores caem em conta. Portanto, para saber qual opção é melhor, é necessário avaliar qual operação faz mais sentido nesse momento, o prazo e a quantia. Analisar os valores das operações no seu banco pode ser o arremate final da decisão, ou a urgência da transação. Além disso, geralmente os bancos fazem TED para conta poupança.

 

Leia também:

Pix: existe limite para as transações ou transferências?

- PUBLICIDADE -

Qual a diferença entre as formas de pagamento e o PIX?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes