Valor do Auxílio Brasil em dezembro de 2021; consulta está aberta

O governo pretende incluir novos beneficiários no programa e também espera aumentar o valor caso haja a aprovação da PEC dos Precatórios

A Caixa Econômica Federal segue fazendo os pagamentos do Auxílio Brasil. Neste mês, o benefício é será pago apenas aos inscritos no programa Bolsa Família e possui um valor médio de R$ 217,18. Mas o governo federal já informou que esse pagamento será maior, por isso, muitos querem saber qual o valor do auxílio brasil em dezembro.

Vai ter Auxílio Brasil em dezembro?

Em dezembro será pago a segunda parcela do Auxílio Brasil para as famílias que estão inscritas no Bolsa Família e que continuam atendendo aos requisitos do novo programa. Para isso, é preciso estar em situação de extrema pobreza e possuir renda familiar mensal per capita de até R$ 100,00.

Também continuam no programa aquelas que recebem  renda familiar mensal per capita entre R$ 100,01 e R$ 200,00 e são consideradas em situação de pobreza. O governo também quer incluir no novo programa mais 2,5 milhões de famílias a partir do próximo mês.

Nesse grupo estão aquelas que já se encontram na fila do Bolsa Família que são consideradas aptas ao novo benefício, além dos cidadãos que possuem CadÚnico mas não faziam parte de programas sociais.

Também poderão receber o a ajuda financeira aqueles que estão efetivando o cadastro único que é o principal requisito para participar do programa. Esses novos beneficiários receberão a primeira parcela do Auxílio Brasil em dezembro. 

Qual será o valor do Auxílio Brasil em dezembro?

O governo informou que pretende disponibilizar um novo valor do Auxílio Brasil a partir de dezembro se for aprovada a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios. Assim, a quantia mínima do novo programa passará a ser de R$ 400.

É importante ressaltar que nesse valor estão incluídos três benefícios básicos que serão recebidos por todas as famílias. São eles:

Famílias que possuam em sua composição crianças com idade entre 0 e 36 meses incompletos: tem direito ao benefício Primeira Infância no valor de R$130,00 (pago por criança);

Famílias que possuem famílias que possuam gestantes e/ou pessoas com idade entre de 3 e 21 anos incompletos: recebem o benefício Composição Familiar. O valor é de R$ 65,00 (pago por pessoa);

Famílias que ainda não superaram a linha de extrema pobreza: recebem o benefício Superação da Extrema Pobreza no valor de R$ 100,00 mensais (por pessoa); 

Além disso, a família também pode receber outros benefícios complementares como forma de incentivo, visto que eles estão relacionados à educação e emancipação financeira. Dentre eles, estão:

Auxílio Esporte Escolar: destinado a estudantes de 12 a 17 anos incompletos que se destaquem nos Jogos Escolares Brasileiros. O benefício concede 12 parcelas mensais de R$ 100 para o estudante e a família também receberá uma parcela única de R$ 1 mil;

Bolsa de Iniciação Científica Junior: pago a estudantes com bom desempenho em competições acadêmicas. Os valores são os mesmos do Auxílio Esporte Escolar;

Auxílio Criança Cidadã: pago ao responsável por família com filho de até quatro anos incompletos que consiga fonte de renda, mas não encontre vaga em creches públicas ou privadas da rede conveniada. A quantia varia entre R$200 e R$300;

Os beneficiários que também conseguirem um emprego com carteira assinada também terão direito à R$ 200 por mês. O recebimento é limitado a um auxílio por família ou por pessoa. Também há um benefício para aqueles que atuam com produção rural.

Neste caso, são disponibilizados R$ 200 mensais referente à Inclusão Produtiva Rural, sendo voltado às famílias que possuem entre seus membros pessoas que atuam com agricultura familiar. Por meio desses benefícios o governo quer garantir que “nenhuma família beneficiária vai receber menos de R$ 400”, ressaltou o ministro da Cidadania, João Roma.

Também é importante ressaltar que os cidadãos que atualmente estão inscritos no Bolsa Família que passarem a receber menos que R$ 400, terão direito à um Benefício Compensatório de Transição. Isso se dará nos casos em que as famílias tiverem redução no valor total dos benefícios recebidos, em decorrência do enquadramento na nova estrutura do Auxílio Brasil. 

Veja como consultar o Auxílio Brasil 

Quem tem interesse em saber  qual o valor do Auxílio Brasil em dezembro, pode fazer a consulta através dos canais oficiais disponibilizados pelo Governo, em parceria com a Caixa Econômica Federal. Uma das opções é acessar o aplicativo Caixa Tem por meio de um aparelho celular.

Neste caso, é necessário aguardar a data do depósito do próximo mês. Para os novos beneficiários o calendário de pagamento oficial ainda será divulgado pelo Ministério da Cidadania, depois, basta conferir qual o valor do Auxílio Brasil em dezembro. Os cidadãos também podem acessar o aplicativo Auxílio Brasil para acompanhar os pagamentos. 

O novo aplicativo substitui a antiga plataforma utilizada pelos beneficiários do Bolsa Família. Então, basta atualizar o aplicativo e acessar com a mesma senha. Ou informar a senha de acesso utilizada no Caixa Tem e o seu CPF. Feito isso, faça a consulta da situação do seu benefício. As atualizações sobre o valor do Auxílio Brasil em dezembro nas plataformas serão realizadas em breve. Outra opção é ligar para o telefone 0800 426 02 07. 

SAIBA MAIS

Agendamento Auxílio Brasil: saiba como fazer para receber

 

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes