Empreendedorismo negro: 10 iniciativas que merecem a sua atenção

Todos esses projetos abrem discussões importantes e atuais, principalmente sobre tolerância, diversidade, representatividade, e igualdade de direitos.

O Brasil está repleto de iniciativas fantásticas do empreendedorismo negro. Sem dúvidas, elas visam diminuir as desigualdades sociais causadas pelo racismo estrutural e impactar positivamente a vida da população negra.

Segundo uma pesquisa realizada pela PretaHub, que mapeia perfis de empreendedores negros, os afrodescententes empreendem por três motivos em comum: necessidade, vocação e engajamento.

Essas ações geralmente oferecem inclusão social, acesso à educação, ao crédito bancário e ao mercado de trabalho. Por isso, o foco são pessoas mais carentes ou que tiveram oportunidades restritas na vida.

Então, listamos aqui alguns dos projetos mais marcantes do empreendedorismo negro. Certamente eles são fundamentais nos dias de hoje, pois facilitam a vida de muitas pessoas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

10 projetos inspiradores do empreendedorismo negro

Empreendedorismo negro: 10 iniciativas que merecem a sua atenção
Reprodução / Pexels

Confira a seguir algumas iniciativas do empreendedorismo negro que têm mudado a realidade de muitos negros em todo o país. Elas fortalecem um movimento de afrodescendentes que tem como objetivo mudar o cenário atual do Brasil e promover o acesso a melhores oportunidades.

1. Movimento Black Money

Primeiramente, se você acompanha algumas iniciativas criadas por negros nas redes sociais, provavelmente já tenha ouvido falar no Movimento Black Money.

Esse projeto foi criado por Nina Silva, eleita em 2018 pela ONU como uma das afrodescendentes mais importantes e influentes no mundo. Aliás, ela também se encontra na posição das 20 mulheres mais poderosas, de acordo com a lista da Forbes.

Em suma, o Movimento busca oferecer serviços financeiros à população negra e otimizar negócios a partir de ferramentas de educação. Sem dúvidas, esse é um dos projetos atuais mais relevantes que merecem a sua atenção.

Além disso, Nina ainda criou o D’Black Bank, um banco que visa emancipar pessoas negras. Por isso, essa iniciativa possui um impacto significativo na vida dessas pessoas por causa dos seus benefícios.

2. Preta Hub, plataforma idealizadora da Feira Preta

A PretaHub é um projeto com foco no empreendedorismo negro. Ele tem como objetivo proporcionar mais oportunidades financeiras para empreendedores negros. Vale salientar que essa iniciativa vem avançando nos estados do Brasil e melhorando o faturamento de muitos negócios.

A plataforma também promove a Feira Preta, que é encabeçada por Adriana Barbosa. A empreendedora recebeu em 2019 o Troféu Grão de Empreendedor Social. Mas além disso, ela está na lista dos 51 afrodescendentes mais influentes de todo o mundo.

3. Diáspora Black – Agência de viagens com foco no Empreendedorismo Negro

O Diáspora Black tem como objetivo fortalecer o poder econômico da população negra. Essa iniciativa reúne anfitriões, hotéis, hostels e outros serviços de viagem, que promovem a cultura afro para viajantes.

Ou seja, se você deseja viajar com propósito e ter experiências locais voltadas para a cultura afro, certamente vai gostar da proposta dessa empresa. Aos poucos, os idealizadores vem ajudando a desenvolver pequenas empresas locais, promovendo a melhora na qualidade do serviço.

4. Vale do Dendê

Em seguida, outro projeto relevante do empreendedorismo negro é o Vale do Dendê. A escola é uma aceleradora e fomentadora de projetos e tem como foco atingir o público corporativo e pessoas interessadas.

O local ainda oferece treinamentos, cursos e formações no campo da diversidade. Mas além disso, a empresa ainda conta com parcerias para levar formação às áreas mais populares do país.

5. Alma Preta Jornalismo

A agência de notícias Alma Preta Jornalismo é uma criação do designer Vinicius de Araújo e do jornalista Pedro Borges. Essa plataforma visa valorizar a cultura negra e discutir questões importantes como o racismo.

Além disso, ela traz notícias sobre a África, iniciativas da favela e abre espaço para que outras pessoas se manifestem. Enfim, o projeto ainda possui um podcast que aborda temas da população negra.

6. BRAfika

A BRAfika é mais uma iniciativa do empreendedorismo negro com foco em viagens. A agência busca oferecer viagens afro centradas para os seus clientes e proporcionar experiências repletas de ancestralidade.  Certamente uma ideia inovadora, pois não existem muitos projetos desse tipo.

7. Clube da Preta

O Clube da Preta é mais um projeto do empreendedorismo negro que une os clientes a partir de um clube de assinaturas. Todos os meses, os assinantes recebem um box com cinco itens do universo afro. Por isso, os produtos são os mais variados, como roupas, livros e acessórios.

Então, o foco principal é gerar visibilidade e renda para produtores negros, estimulando a identidade e cultura afro. Vale salientar que esse negócio foi idealizado pela museóloga Débora Luz e pelo administrador Bruno Brígida.

8. Afro Job

O Afro Job é um projeto surgido no subúrbio de Salvador que tem como objetivo divulgar histórias de afroempreendedores. Em resumo, o seu foco é aumentar o alcance dos projetos e atender a uma demanda do público da cidade.

9. Conta Black

O Conta Black é um banco digital voltado para pessoas de baixa renda. Por isso, a plataforma oferece dicas e ferramentas de gestão de negócios e educação financeira.

O objetivo de Sérgio All, idealizador do projeto, é reduzir as desigualdades sociais, ao ajudar pessoas pobres a alcançarem seus objetivos. Mas o banco oferece não só acesso ao crédito, como também informação e educação de qualidade.

Sem dúvidas, esse projeto promete mudar a realidade de muitos empreendedores negros que precisam de um estímulo para investir em seu próprio negócio.

10. Desabafo Social, criado por Monique Evelle

Por fim, o Desabafo Social é um laboratório de tecnologia com foco em comunicação, geração de renda e educação. O projeto foi criado em 2012 por Monique Evelle e hoje desenvolve estratégias importantes para o enfrentamento dos desafios sociais.

Enfim, aproveite para conhecer mais de perto todas essas iniciativas do empreendedorismo negro. Certamente elas te darão um outro olhar sobre as dificuldades sociais que confrontamos no Brasil.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes