Apple, Nike e Disney: veja 8 empresas que começaram do zero e se tornaram gigantes

Veja a história de oito empreendimentos em que seus fundadores começaram do zero. Grandes multinacionais, como Google, Facebook e Apple são exemplos.

0 326

Montar uma empresa não é tarefa simples e fazer o negócio faturar bilhões menos ainda. Você, com certeza, já ouviu falar em empresas bilionárias, como Facebook ou Apple. Mas sabe como esses empreendimentos começaram? Assim como muitos outros, eles iniciaram do zero, com seus fundadores trabalhando em garagens. Confira, então, uma lista com as histórias dessas e de outras empresas que começaram do zero e, hoje, valem bilhões.

Saiba também quem são os brasileiros que começaram do zero e hoje são milionários.

Apple – Empresas que começaram do zero

Foto mostra Steve Jobs
Fundador da Apple, Steve Jobs (Foto: Reprodução/Apple)

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A Apple foi fundada por Steve Wozniak, Steve Jobs e Ronald Wayne com o nome de Apple Computers INC., em 1976, na Califórnia. A equipe se dedicava a produção de computadores dentro de uma garagem em Palo Alto na Califórnia, que foi cedida pelo pai adotivo de Steve Jobs. Depois o trio começou a receber várias encomendas de computadores e o negócio foi para frente. Anos mais tarde, então, a Apple, criadora do IPhone e do IPad, se tornou uma das maiores empresas de tecnologia do mundo.

Facebook – Empresas que começaram do zero

Foto mostra Mark Zuckerberg
Mark Zuckerberg, fundador do Facebook (Foto: reprodução)

Antes de mais nada saiba que a história dessa empresa bilionária é tão interessante que já se tornou até filme. Mark Zuckerberg, em 2004, então estudante da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, criou um site para que seus colegas colocassem fotos e trocassem informações e comunicassem entre si. Dessa pequena ideia, que seria apenas para os colegas de sua faculdade, surgiu o Facebook. Uma das maiores redes sociais do mundo. Além disso, hoje Mark Zuckerberg tem Patrimônio líquido de 106,8 bilhões USD.

Amazon

Fundador da Amazon Jeff Bezos em empresas que começam do zero
Fundador da Amazon Jeff Bezos (Foto: Alex Wong/Getty Images)

Jeff Bezos se demitiu da empresa onde trabalhava e se mudou para Seatle para montar seu próprio negócio, uma empresa de vendas online. Ele estabeleceu a empresa na garagem de sua casa e, em 1995, começou a desenvolver o software. Ali surgia a Amazon. Como o espaço não era adequado para encontros de negócios, ele marcava com os clientes na famosa livraria Barnes & Noble, onde a maioria dos primeiros contratos da Amazon foram fechados. Anos mais tarde, a empresa foi consolidada, portanto, como a maior loja varejista online do mundo.

Google – Empresas que começaram do zero

Foto mostra os fundadores da empresa bilionária Google
Fundadores do Google (Foto: Kim Kullish/Getty Images)

A maior empresa multinacional de serviços online e software dos Estados Unidos nasceu de um projeto de estudantes. Em 1996, Larry Page e Sergey Brin, durante o doutorado na Universidade de Stanford, criaram um projeto de pesquisa desenvolvido, que tinha como objetivo criar um buscador que considerasse o número e a relevância de uma página. Ali começava a nascer o Google. Que foi batizado com o nome que conhecemos hoje em 1997 e em 1998 a empresa foi oficializada. Uma das empresas mais valiosas do mercado, em 2016, o Google foi avaliado em 229 bilhões de dólares.

Youtube

Essa é outra história de um grande negócio que começou do zero com estudantes trabalhando com softwares em uma garagem na Califórnia. O Youtube foi criado no ano de 2005, em São Francisco. Quando a dupla de jovens, Chad Hurley e Steve Chen, criou um programa de computador para dividir vídeos com os amigos. Desse projeto nasceu o Youtube que conhecemos. Anos mais tarde, a empresa foi comprada pelo Google por US$ 1,65 bilhão.

Disney

Foto mostra Walt Disney desenhando o Mickey.
Walt Disney (Foto: Divulgação)

O império de Walt Disney nasceu no verão de 1923 na pequena garagem da casa do tio de Walt, Robert Disney, na Califórnia nos Estados Unidos. À época, o negócio se chamava The Disney Brothers Studio, pois era comandada pelos irmãos Roy e Walt Disney. Foi nessa garagem que a equipe fez as primeiras produções, como Alice no País das Maravilhas. Entretanto, tempos depois, os irmãos assinaram um contrato com a Universal Studios. Então, a partir daí, a Disney cresceu e se tornou o sucesso que é hoje.

Nike

A loja que deu origem à marca Nike, funcionava no porta-malas do carro de Phil Knight, o atleta que foi um dos fundadores. Seu parceiro de negócios era seu técnico Bill Bowerman. Criada na década de 60 se chamava Blue Ribbon Sports.

Em 1978, a empresa foi renomeada como Nike, uma homenagem à deusa grega da vitória. O design da marca que conhecemos custou 35 dólares para seus fundadores. Portanto, a empresa que surgiu no porta-malas de uma atleta hoje patrocina craques como Cristiano Ronaldo e Serena Williams, se consolidando como uma das maiores marcas esportivas do mundo.

Polo Ralph Lauren

Foto mostra o estilista Ralph Lauren
Ralph Lauren (Foto: Divulgação/HBO)

O fundador da grife, Ralph Lifshitz, foi criado no subúrbio de Nova York, usava as roupas antigas de seus irmãos antes de abrir sua marca milionária. A história Ralph Lauren teve início em 1967, quando o então vendedor decidiu criar uma empresa de gravatas. O estilista queria inovar e mesclar os estilos clássicos e moderno. Mas foi com a ajuda financeira de um costureiro de Manhattan que o futuro empresário, que tinha substituído seu sobrenome por Lauren, fundou sua grife em 1967 e dois anos depois passou a chamar Polo Ralph Lauren. Atualmente, a empresa é avaliada em quase 8 bilhões de dólares.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes