Publicado em

O Facebook anunciou as dez startups que a rede social vai apoiar no Brasil no segundo semestre de 2018, em parceria com a aceleradora de negócios de impacto social Artemisia. As equipes terão mentoria do Facebook e de especialistas em temas relacionados aos seus negócios.

As selecionadas têm soluções voltadas a sete áreas de impacto social, com potencial para melhorar a vida de cidadãos de baixa renda: empregabilidade, engajamento cívico, educação, primeira infância, saúde, microempreendedorismo e serviços financeiros.

Na área de empregabilidade foram selecionadas a Parafuzo, plataforma para contratação de serviços domésticos e corporativos de limpeza, e a Egalitê, empresa que trabalha para a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Os segmentos de engajamento cívico, educação, primeira infância, microempreendedorismo e serviços financeiros contam com uma selecionada cada: Colab, EduSim, Canal Bloom, MEI Fácil e Blu 365, respectivamente.

Saúde foi o setor com mais empresas nascentes escolhidas. A Cloud.ia é um chatbot que automatiza a comunicação entre pacientes e estabelecimentos da saúde. A plataforma Vittude conecta psicólogos a pessoas que procuram por terapia. E a Nindoo tem como missão acelerar e dar mais precisão ao processo de diagnóstico e tratamento de doenças raras.

Primeiro centro de apoio à inovação feito pela empresa na América Latina, a Estação Hack, em São Paulo, abrigará os empreendedores. Embora não invista diretamente nos negócios, o projeto oferece cursos e workshops por meio de parceiros do Facebook, como Mastertech, MadCode, Reprograma, JuniorAchievement e o Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da Fundação Getulio Vargas (FGVcenn).