Ideias de negócios para 2020: especialistas dão dicas para empreender na crise

Empreendimentos devem considerar cenário e novas demandas

Apesar da crise, muitos setores e profissionais têm trabalhado até mais do que antes, mas é preciso entender o que mudou e fazer adaptações para atender novas necessidades.

Como pensar em ideias de negócios para 2020? Neste ano tão atípico é fundamental entender que, apesar da crise financeira, muitos são os setores que têm registrado crescimento.

Também há profissionais que vêm trabalhando até mais do que antes, ainda que em novos formatos. Isso acontece porque o próprio isolamento social gerou novas demandas, que precisam ser supridas.

Portanto, se você quer empreender ou simplesmente aproveitar oportunidades neste ano, é preciso considerar o novo cenário que se formou e tende a continuar.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Dá para ganhar dinheiro na crise?

 

Primeiramente, considere que qualquer crise também pode ser sinônimo de oportunidade, mas é preciso agir rápido e entender quais as necessidades das pessoas atualmente e no futuro breve. Boas idéias de negócios para 2020 estão relacionadas principalmente aos setores que têm sido alavancados nos últimos meses e é muito importante olhar para eles antes de pensar em empreender.

Um destes setores é o e-commerce. Nas mais diversas áreas, quem consegue vender online é a bola da vez. E quem não consegue precisa se adaptar.

Muitos negócios tiveram que fazer isso muito rapidamente, o que gerou demanda de outras áreas, como empresas que constroem sites, trabalham com redes sociais, com sistemas de tecnologia para compra e venda e com logística, entre outros.

Neste cenário, a Olist, plataforma que ajuda varejistas e grandes marcas a entrarem no digital, registrou crescimento de 140% em junho em comparação com o mesmo período do ano passado. O número de parceiros passou de 7 mil em outubro de 2019 para mais de 30 mil.

Da mesma forma, a Pipefy, plataforma de gestão de serviços, também viu os negócios crescerem por conta do trabalho remoto e da necessidade das empresas em se adaptarem ao novo cenário. A startup pretende dobrar de tamanho em 2020 e triplicar a base de contas, que é de 15 mil clientes atualmente.

 

ideias de negócios em 2020
Imagem: Reprodução/Unsplash

Aplicativos e redes sociais passaram a ter papel crucial

 

É importante que além da presença digital, as idéias de negócios para 2020 trabalhem a qualidade desta presença, pensando em aplicativos novos e redes sociais.

Uma pesquisa da Boa Vista realizada em junho ouviu 1.260 empresários dos setores da indústria, comércio e serviços e 83% deles afirmou que estava usando essas ferramentas. Como resultado, conseguiram aumentar as vendas.

Um exemplo de uso da criatividade para atender novas demandas é o da Certus Software, que oferece soluções para pequenas e médias empresas. Com a pandemia, a empresa lançou o iSafeWalk, uma solução que monitora a proximidade entre os colaboradores nas empresas.

O sistema também pode ser adaptado para a hotelaria. O monitoramento acontece pelo porte de um dispositivo, que vibra quando ocorre um contato a menos de 2 metros de distância.

 

cartão de monitoramento iSafeWalk
Imagem: Divulgação/iSafeWalk

Idéias de negócios para 2020 precisam considerar o delivery

 

Facilitar a vida das pessoas, que têm saído menos de casa, também deve ser considerado entre as idéias de negócios para 2020. Isso vale para qualquer setor. Um estudo feito pela AppsFlyer, empresa de marketing digital, indicou aumento de 25% em instalações de apps de entrega no fim de abril em comparação com o início do ano. Em São Paulo, o crescimento foi de 700%.

A Papila Deli, startup que trabalha com um modelo de negócios chamado “dark kitchen”, basicamente um restaurante que trabalha 100% com delivery, é um exemplo de case de sucesso.

“O delivery ganhou muito espaço por causa do isolamento social e muitos restaurantes tiveram que implementar esse serviço às pressas. No caso da Papila Deli, nós já nascemos focados no delivery. Desde nossa inauguração, em dezembro de 2019, temos tido um crescimento contínuo, um desempenho que foi impulsionado com as pessoas em casa na quarentena, mas que também é resultado do nosso conceito diferenciado”, conta Bruno Kormes, sócio-fundador do Pupila Deli.

A startup pretende fechar o ano passando das 200 mil vendas, o que significa triplicar em volume de vendas no segundo semestre, mesmo com a reabertura dos restaurantes de rua.

Atendimento online deve estar entre boas idéias de negócios para 2020

 

Atualmente, além do e-commerce e dos serviços de delivery, o atendimento online deve ser considerado por quem quer empreender ou ampliar as atividades. Desde o início da pandemia muitos serviços tiveram que se adaptar com mais força ao mundo virtual. É o caso do ensino online e até da terapia online.

A medtech Sanar, por exemplo, que possui uma plataforma online de educação médica, viu sua receita crescer 120% se comparada ao mesmo período do ano anterior. O SanarMed, site de conteúdo gratuito para médicos, cresceu 600%, após a implementação de uma  sessão exclusiva ao coronavírus.

“Nós sabíamos das necessidades de estudantes e médicos há muito tempo, mas com a chegada da pandemia, muitos profissionais passaram a entender na prática com a tecnologia pode contribuir com o setor”, conta Ubiraci Mercês, CEO da Sanar.

A terapeuta Fernanda Temple, por sua vez, já atendia online, mas viu a procura pelos serviços aumentarem durante os últimos meses. Ou seja, teve que se adaptar a novos formatos com os clientes principalmente com relação aos cursos.

Além disso, ela inaugurou uma loja online recentemente. “É um tempo que nos exige criatividade e enfrentamento diante dos desafios e também de compreensão e adaptabilidade ao que o momento nos pede”, lembra.

Outras ideias de negócios para 2020 que merecem atenção:

 

Finalmente, além de tomar como base os negócios e áreas que vêm dando certo, é preciso pensar em outros pontos de demanda e usar a criatividade. Confira mais dicas a seguir.

 –  Vender produtos e serviços relacionados à casa e decoração

 Oferecer alternativas para melhorar a qualidade de vida dos pets em casa

 Comercializar itens na linha do faça você mesmo

– Oferecer auxílio a quem precisa renegociar dívidas

– Trabalhar com diversos pontos de auxílio a novos empreendedores

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes