Seleção do Brasileirão 2020: veja os melhores do ano

A CBF elegeu logo depois do término do Campeonato Brasileiro, a seleção do Brasileirão 2020. Em cerimônia realizada na sede da entidade, nesta sexta-feira (26), foram entregues as premiações da competição, então vencida pelo Flamengo. Campeão, o Rubro-negro só engatou dois jogadores na equipe, fato que havia ocorrido somente uma vez, desde que a premiação surgiu. Ademais, confira a seleção do campeonato e o por que das escolhas.

Qual é a seleção do Brasileirão 2020?

Weverton: o goleiro palmeirense é hoje um dos principais nomes da posição no futebol nacional. Constantemente convocado para a seleção brasileira, o arqueiro então venceu nesta temporada o Paulistão e a Libertadores. Além dos títulos, Weverton faz parte de uma das defesas menos vazadas do Brasileirão. Isso porque o Palmeiras sofreu 37 gols, atrás apenas do Internacional e Athletico-PR.

Fagner e Arana: ambos os laterais possuem um fato em comum: fizeram a base no Corinthians. O lateral-direito atualmente atua pelo Timão, mas embora o clube não tenha feito um grande campeonato, Fagner conseguiu se destacar. Presente na Copa do Mundo de 2018, o lateral é então o principal nome da posição no cenário nacional.

- PUBLICIDADE -

Já Arana, após passagem na Europa, retornou ao Brasil, mas para jogar no Atlético-MG. O Galo terminou o Brasileirão em terceiro, mas com Arana sendo um dos protagonistas da equipe no aspecto ofensivo, com quatro gols e seis assistências.

Cuesta e Gustavo Gomez: os dois zagueiros eleitos os melhores da seleção do Brasileirão 2020, são gringos. Um dos capitães do Palmeiras, Gomez é sempre nome certo na seleção paraguaia. Considerado um dos líderes do atual elenco, o zagueiro junto a todo sistema defensivo do Verdão, ajudou a equipe a ser então a terceira menos vazada do campeonato.

O zagueiro Cuesta é argentino, e assim como Gomez, um dos líderes de sua equipe. Forte no cabeceio e com muita imposição física, o Colorado é o representante defensivo da defesa menos vazada da competição, com 35 gols.

Meio-campo

Edenílson e Gerson: os volantes da seleção do Brasileirão 2020 representam o campeão e o vice do campeonato. Gerson é o “cara” do Flamengo. Muito inteligente, o atleta comanda o meio-campo Rubro-negro e todas as bolas passam em seu pé. O jogador dita o ritmo da equipe flamenguista.

O volante Edenílson é a principal válvula de escape do meio do Inter. Muito participativo, além de aparecer diversas vezes na área para finalizar, o volante também é o então cobrador de pênaltis oficial do Colorado.

Vina e Claudinho: o meia do Ceará é o principal nome da equipe atualmente. Com uma temporada espetacular, Vina anotou 13 gols no campeonato, mas foi um dos líderes em assistência, com nove.

- PUBLICIDADE -

Claudinho é o “dono” deste Brasileirão. O meia do RB Bragantino conquistou os prêmios de artilheiro (empatado com Luciano), craque, revelação e um dos melhores meias do campeonato. Com 18 gols, o atleta do Massa Bruta ainda distribuiu seis assistências.

Meia do RB Bragantino, Claudinho é o destaque do Brasileirão 2020 (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Ataque

Marinho e Gabigol: no ataque, os dois jogadores escolhidos para figurar a seleção do Brasileirão 2020 são então “matadores” e canhotos. Marinho é o nome do Santos, mas além de fazer ótimo campeonato, ajudou o clube a chegar na final da Libertadores. No Brasileiro, o atleta fez 17 gols (vice artilheiro), mas ainda deu sete assistências.

Já Gabigol não fez a temporada goleadora como a passada. Mesmo assim, o atacante balançou as redes em 14 oportunidades e foi decisivo na reta final da competição, ajudando então o Flamengo a conquistar o título.

Treinador

Abel Braga: o técnico do Internacional foi eleito o melhor do Brasileirão. Embora não tenha conquistado o título, o treinador Colorado pegou a equipe no meio do campeonato e conseguiu chegar à última rodada brigando pelo título. A disputa de Abel era com Rogério Ceni, campeão do campeonato, no entanto, muito se levou em consideração o elenco que o treinador do time gaúcho tinha em relação ao do ex-goleiro.

Abel Braga ao lado dos jogadores Cuesta e Edenílson; ambos representaram o Inter na premiação (Foto: Twitter/@SCInternacional)

- PUBLICIDADE -

Quem escolhe a seleção do Brasileirão?

As escolhas da seleção do Brasileirão são feitas por votos de um colegiado composto por: capitães, jogadores e jornalistas especializados. Neste ano, os votos foram computados de 5 a 19 de fevereiro.

História da premiação

A seleção do Brasileirão é um prêmio dado pela CBF aos melhores do campeonato, em cada posição. No entanto, a premiação só começou a partir de 2005, ano em que o Corinthians venceu o Brasileiro.

Desde seu início, a formação do que seria o time ideal do campeonato é sempre composta majoritariamente pela equipe campeã. No entanto, nesta temporada, o Flamengo (campeão), só emplacou os jogadores Gerson e Gabigol. O fato é semelhante ao de 2011, quando o Corinthians venceu o campeonato e teve somente Ralf e Paulinho na seleção.

Veja os campeões na seleção do campeonato

  • 2005 – 5 do Corinthians
  • 2006 – 5 do São Paulo
  • 2007 – 6 do São Paulo
  • 2008 – 3 do São Paulo
  • 2009 – 3 do Flamengo
  • 2010 – 3 do Fluminense
  • 2011 – 2 do Corinthians
  • 2012 – 5 do Fluminense
  • 2013 – 5 do Cruzeiro
  • 2014 – 6 do Cruzeiro
  • 2015 – 6 do Corinthians
  • 2016 – 8 do Palmeiras
  • 2017 – 5 do Corinthians
  • 2018 – 4 do Palmeiras
  • 2019 – 9 do Flamengo

Repercussão da seleção do Brasileirão 2020

- PUBLICIDADE -

A principal ausência na seleção do campeonato foi o atacante são-paulino, Luciano. Artilheiro da competição, mas ao lado de Claudinho, ambos com 18 gols, o atleta foi o principal jogador do Tricolor. A equipe paulista brigou pelo título até as rodadas finais, entretanto acabou a competição em quarto lugar.

Nas redes sociais, os internautas criticaram a ausência do então 11 camisa, que participou do evento, mas apenas para pegar o prêmio de artilheiro do Campeonato Brasileiro. Para alguns torcedores, o atacante deveria entrar na seleção do Brasileirão, mas no lugar de Gabigol, que anotou 14 gols na competição.

+ Campeonato Paulista 2021: onde assistir, premiação e regulamento

Comentários (0)
Comentar