Jorge Jesus novo técnico do Atlético Mineiro? Entenda

Português foi cogitado no Flamengo, mas agora está cotado para assumir o comando do Galo na próxima temporada

Após ser desligado do comando do Benfica na última terça-feira (28/12), Jorge Jesus pode estar de malas prontas para um novo clube no Brasil. Depois de a sua negociação com o Flamengo não acontecer, o português agora é o alvo principal do Galo, atual campeão brasileiro. Descubra como estão as negociações para Jorge Jesus ser o novo técnico do Atlético Mineiro em 2022.

Jorge Jesus pode ser o novo técnico do Atlético Mineiro

O Flamengo tentou, mas quem está com prestes a contratar Jorge Jesus como o seu novo treinador é o Atlético Mineiro, campeão do Brasileirão, Campeonato Mineiro e da Copa do Brasil em 2021.

De acordo com informações publicadas no portal Globo Esporte, o técnico de 67 anos foi procurado pela Diretoria do clube mineiro logo após a sua saída ser oficializada pelo Benfica. Até o momento nenhuma negociação está realmente aberta entre ambas as partes mas tudo indica que, se realmente houver conversa, aí a relação e a provável negociação pode avançar.

A mídia portuguesa também noticiou na última terça a possível contratação de Jesus pelo Galo, através dos jornais A Bola e Record, os dois principais veículos que tratam do Benfica.

Em 2019 o clube chegou a procurar Mister, mas por valores astronômicos deixou de lado a opção. Agora, em 2022, o campeão da Tríplice Coroa tem dinheiro suficiente para repatriar o comandante, além de contar com um dos melhores elencos do futebol brasileiro, o que pode turbinar a negociação. Porém, segundo informações do GE, o time quer manter a comissão técnica do Atlético e, se Jorge Jesus realmente topar a proposta, pretende trazer o seu próprio grupo, podendo causar um pequeno entrave entre as partes.

Se Jorge Jesus não for o novo técnico do Atlético Mineiro em 2022, então o Galo deve retornar ao mercado de treinadores disponíveis, onde estão livres Odair Hellmann, Dorival Júnior, Fernando Diniz, Lisca, Roger Machado e muitos outros nomes tanto do nacional como internacional.

Jorge Jesus demitido do Benfica

Depois de protagonizar uma crise tanto dentro quanto fora dos gramados, Jorge Jesus foi oficialmente desligado do comando técnico do Benfica na terça-feira, 29 de dezembro de 2021. A mídia portuguesa chegou a noticiar que o treinador entregou o cargo para a Diretoria de Lisboa, ocasionando uma reunião entre as partes.

O comunicado veio na parte da tarde, onde o clube informou que o contrato foi rompido após concordância dos dois, e que mesmo assim cumprirá com todos os deveres até o treinador encontrar um novo trabalho.

No Campeonato Português, o elenco ficou para trás na briga pelo título, enquanto garantiu vaga nas oitavas da Champions League.

Confira o comunicado completo do Benfica.

 

“O Sport Lisboa e Benfica informa que, de comum acordo entre as partes, Jorge Jesus já não é treinador do Benfica.
A Sport Lisboa e Benfica SAD agradece a Jorge Jesus todo o trabalho desenvolvido ao longo do último ano e meio e deseja-lhe as maiores felicidades para o futuro. Mais acrescenta que cumprirá com todas as obrigações contratuais até ao término do vínculo laboral existente ou até que Jorge Jesus e a sua equipa técnica assumam novo compromisso profissional.

Nélson Veríssimo assume hoje as funções de treinador da equipa principal do Benfica até ao final da temporada”.

 

Segundo o jornal português A Bola, a crise no time de Lisboa se agravou na última segunda-feira quando Jorge Jesus teve uma pequena desavença com Pizzi, meia do Benfica. O técnico pediu para que o jogador treinasse à parte do grupo, que não gostou e se manifestou com a diretoria, envolvendo também outros jogadores que se posicionaram contra a ação do comandante de 67 anos.

Números de Jorge Jesus na carreira

Jorge Fernando Pinheiro de Jesus nasceu na cidade de Amadora, em Portugal, onde começou a atuar muito cedo no futebol. O seu primeiro trabalho foi no Amora, em Setúbal, por volta de 1989 onde permaneceu por quatro anos.

Depois, treinou diversos times em Portugal como o Felgueiras, CF União Madeira, CF Estrela, Vitória FC, Vitória SC, Moreirense, União Desportiva de Leiria, Belenenses, Braga, a sua primeira passagem pelo Benfica em 2009 e então o Sporting em 2015.

Foi então que, em 2018, Jesus optou por deixar a sua zona de conforto e transferiu-se para o Al Hilal, da Arábia Saudita. Lá, foram 20 partidas com quinze vitórias, quatro empates e uma única derrota.

O seu desempenho chamou a atenção do Flamengo, que estava a procura de um novo técnico. A negociação aconteceu entre as duas partes e Jorge Jesus acertou com o clube carioca, dando início a uma bela história no futebol brasileiro. Ao todo, contabilizou 49 jogos de acordo com dados do Transfermarket.

Depois, em 2020, foi para o Benfica onde ficou por apenas dois anos.

Em sua prateleira de títulos, JJ tem 3 taças do Campeonato Português, 6 prêmios da Taça da Liga Portuguesa e 1 da Supertaça de Portugal com o Benfica. Em segundo lugar, o treinador foi vitorioso pelo Flamengo por um ano, tendo conquistado 1 Campeonato Brasileiro, 1 taça da Libertadores, 1 também da Recopa e Supercopa do Brasil.

Por fim, venceu também um título da Supertaça de Portugal com o Sporting e uma conquista pela Saudi Super Cup diante do Al Hilal.

Em 2019, o Flamengo alcançou a final da Libertadores em campanha extraordinária. Contra o River Plate em dois gols de Gabriel Barbosa, conquistou o bicampeonato em sua história. O time chegou a disputar o Mundial, mas foi derrotado pelo Liverpool.

Além disso, Jorge Jesus também faturou em sua passagem pelo Brasil o título do Campeonato Brasileiro, Supercopa do Brasil e Recopa.

 

Relembre a seguir a conquista do Flamengo na Libertadores em 2019.

Leia também:

Quantos títulos tem Paulo Sousa, novo técnico do Flamengo?

Você pode gostar também