Maiores campeões da Libertadores: quais são os melhores da América?

Equipes argentina como o Independiente, Boca Juniors e Estudiantes dominam o topo da lista de campeões

Conquistar a taça da Copa Libertadores da América é o sonho de qualquer time sul-americano. A competição, realizada no começo da temporada, reúne equipes do continente dispostas a faturar o título e o mais prêmio alto do escalão seja como for. A seguir, conheça os maiores campeões da Libertadores e saiba qual é o país com mais vencedores.

Quem são os maiores campeões da Libertadores?

O Independiente, da Argentina, está entre os maiores campeões da Libertadores com 7 títulos. O time argentino levou a taça nos anos de 1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1984. O clube garantiu a hegemonia no futebol sul-americano entre os anos 60 e 70, quando venceu duas e quatro seguidas respectivamente.

Em segundo lugar e próximo do líder no ranking vem o Boca Juniors, também da Argentina, com 6 taças nos anos de 1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007.


Ao todo, 25 times já levantaram o troféu mais valioso do futebol na América do Sul. Entre os brasileiros, São Paulo, Grêmio, Santos e Palmeiras foram as que mais venceram.

Confira a lista completa dos maiores campeões da Libertadores a seguir.

  • Independiente (Argentina) – 7 títulos
  • Boca Juniors (Argentina) – 6 títulos
  • Peñarol (Uruguai) – 5 títulos
  • River Plate e Estudiantes (Argentina) – 4 títulos
  • Olimpia (Paraguai), Nacional (Uruguai), São Paulo, Grêmio, Santos e Palmeiras – 3 títulos
  • Cruzeiro, Internacional, Atlético Nacional (Colômbia) e Flamengo – 2 títulos
  • Colo-Colo (Chile), San Lorenzo (Argentina), Racing (Argentina), Vélez (Argentina), LDU (Equador), Argentinos Juniors (Argentina), Corinthians, Vasco, Atlético MG e Once Caldas (Colômbia) – 1 título
Maiores campeões da libertadores
Independiente conquistou sete vezes o troféu. Foto: reprodução / arquivo conmebol libertadores @libertadores

Maiores campeões da Libertadores por país

O país que levantou mais vezes a taça da Libertadores é a Argentina, com 25 conquistas, complementando a hegemonia dos “hermanos” na história do futebol sul-americano. Independiente, Boca Juniors, River Plate, Estudiantes, San Lorenzo, Argentinos Juniors, Racing e Vélez são os times que venceram a competição até o ano de 2022.


O Brasil vem em segundo lugar com 21 títulos, mas com dez times na contagem: São Paulo, Santos, Grêmio, Palmeiras, Flamengo, Cruzeiro, Internacional, Vasco, Atlético Mineiro e Corinthians.

Neste século, entretanto, os brasileiros tomam conta da liderança com nove títulos garantidos contra sete das terras argentinas.

Os países de Peru, Venezuela e Bolívia não entram na lista porque suas equipes nunca levantaram a taça de campeão da Libertadores.

 

  • Argentina – 25 títulos
  • Brasil – 21 títulos
  • Uruguai – 8 títulos
  • Paraguai – 3 títulos
  • Colômbia – 3 títulos
  • Chile – 1 título
  • Equador – 1 título

+ Final do Mundial de Clubes 2022: quando começa, times e como funciona

Quais são os maiores campeões da Libertadores do Brasil?

Os maiores brasileiros campeões da Libertadores são São Paulo, Grêmio, Santos e Palmeiras, empatados com três títulos cada.

Em 1962, o Santos tornou-se o primeiro brasileiro a trazer a taça da Libertadores para o Brasil, sob o comando de Pelé. O clube ainda venceu em 1963 também com o maior jogadores de todos os tempos em campo e em 2011 com a presença de Neymar no esquadrão.


O São Paulo garantiu a hegemonia em 1992, 1993 e depois em 2005. O Grêmio, por outro lado, levantou a taça prateada em 1983, 1995 e 2017.

O Palmeiras, por fim, chegou a vencer duas vezes em um mesmo ano a Libertadores em 2021. O alviverde tornou-se vencedor em 1999, 2020 e 2021, já que a final da edição de 2020 teve de ser adiada para o começo do ano seguinte por conta da pandemia do Covid-19.

Maiores campeões da libertadores
Palmeiras venceu três vezes a libertadores. Foto: reprodução / cesar greco / palmeiras

Quem foi o primeiro campeão da Libertadores?

O Peñarol foi o primeiro campeão da Copa Libertadores da América. A competição nasceu em 1960, sob o comando da então entidade do futebol Conmebol.

Naquele ano, somente um clube de cada país participava do torneio. O Peñarol, dessa maneira, representou o Uruguai, já que obteve a melhor campanha no Campeonato Uruguaio. Somente a partir de 1970 é que a possibilidade se expandiu no território.

Disputaram Bahia, Peñarol, San Lorenzo, Jorge Wilstermann, Universidad de Chile, Olimpia e Millionarios. Na fase de grupos, os uruguaios venceram o Jorge Wilstermann, e depois o San Lorenzo na semifinal.

Classificado para a final, enfrentou o Olimpia, do Paraguai, em dois jogos. O primeiro venceu por 1 x 0, enquanto o segundo terminou empatado em 1 x 1, dando a vitória para os uruguaios.

Maiores campeões da libertadores
Peñarol foi o primeiro campeão da libertadores. Foto: reprodução / arquivo conmebol oficial @libertadores
Você pode gostar também