Por racismo de 4º árbitro, PSG e Istanbul deixam o campo; assista

Pierre Webó, da comissão técnica do time visitante, acusou o quarto árbitro de ter proferido ofensa racista; partida está suspensa

PSG e Istanbul Basaksehir deixaram o campo no começo do primeiro tempo em jogo pela sexta rodada do grupo H, nesta terça-feira (08), após ofensas racistas do quarto árbitro romeno, Sebastian Colţescu, com Pierre Webó, integrante da comissão técnica do time visitante.

A UEFA chegou a dizer que retomaria a partida. Até o momento, o jogo continua suspenso e não há jogo.

Confira as imagens do ocorrido em PSG e Istanbul Basaksehir

Aos 13 minutos do primeiro tempo, com 0 a 0 em campo e as equipes fazendo um belo jogo. Rafael, brasileiro jogador do Istabul, fez uma falta no atleta do PSG e recebeu o cartão amarelo do árbitro. A equipe do Istabul foi reclamar com o árbitro e, assim, foi aí que o quarto árbitro teria dito a ofensa para Pierre.

Então, naquele momento, jogadores do PSG, Istanbul, comissão técnica e advogados da UEFA entraram em campo para resolver a situação. Todavia, minutos depois, os jogadores dos dois times resolveram sair de campo em forma de protesto e revolta. Com isso, a partida foi suspensa, como informou a UEFA em site oficial.

Neste momento, foi quando os jogadores decidiram sair de campo.

Istanbul se pronuncia

A equipe turca fez uma postagem em seu Twitter minutos depois do ocorrido em campo. Com uma imagem da UEFA, entidade que cuida dos jogos da Europa, o grupo escreveu “Não ao racismo” na legenda do tweet.

Além disso, os jogadores não querem voltar em campo, segundo informações do canal Esporte Interativo.

 

 

Matéria será atualizada conforma a saída de novas informações. 

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.