Novo treinador do São Paulo deve ser estrangeiro; veja as negociações

Tricolor segue consultando técnicos estrangeiros, mas até o momento nenhum acordo foi selado; Schelotto tem salário que agrada cúpula são-paulina.

A diretoria do São Paulo segue sua pesquisa para contratar um novo treinador para o clube. Desde a saída de Fernando Diniz, na segunda (1), a cúpula são-paulina continua em contato com alguns técnicos, mas até o momento nenhum acordo fechado. Entre as sondagens, o Tricolor segue apenas com treinadores estrangeiros no radar: Marcelo Gallardo, André Villas-Boas e Guillermo Shelotto. O clube consultou os comandantes, mas nada concluído.

+ Novo técnico do São Paulo: quem entra no lugar de Diniz?

Alto salário inviabiliza Gallardo no São Paulo

Bicampeão da Libertadores com o River Plate, Marcelo Gallardo é um dos principais técnicos no futebol sul-americano, se não for o principal. Em alta, o argentino pediu cerca de US$ 1 milhão (R$ 5,35 milhões na cotação atual) por mês para ser o novo treinador do São Paulo. Nos Millionarios desde 2014, o técnico construiu uma carreira consolidada no continente, e espera conseguir mercado na Europa. No entanto, até o momento nenhuma oferta europeia chegou ao comandante.

Os valores pedidos por Gallardo são fora da realidade para o Tricolor. Em situação financeira vermelha, o time do Morumbi gastava com Diniz e sua comissão – o técnico, dois auxiliares e um preparador físico – cerca de R$ 520 mil. Embora planeje abrir mais o bolso com uma nova equipe técnica, a quantia precisa estar dentro dos padrões estipulados pelo clube.

Marcelo Gallardo pede salário muito acima do que São Paulo pode pagar
Marcelo Gallardo pede salário muito acima do que São Paulo pode pagar (Foto: Divulgação/Twitter)

Português também está descartado

O treinador português André Villas-Boas ficou desempregado recentemente. O técnico pediu demissão do Olympique de Marselha e cresceu os olhos dos dos são-paulinos. No entanto, o treinador também não deve fechar com o clube do Morumbi. E o motivo? assim como Gallardo, os altos salários atrapalham as negociações.

Leia também

Sport x Sampaio Corrêa: onde assistir e escalações da Copa…

Roma x Milan: onde assistir ao jogo do Campeonato Italiano…

- PUBLICIDADE -

O técnico esteve perto de fechar com o São Paulo em 2012, mas a vinda do português para o time paulista acabou não dando certo. No entanto, na França, Villas-Boas e sua comissão recebiam a quantia de R$ 2,5 milhões por mês, valores que também estão fora do orçamento Tricolor.

Schelloto: novo treinador do São Paulo?

O argentino Guillermo Barros Schelotto, ex-técnico do Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos, conversou com dirigentes são-paulinos. Atualmente sem clube, a pedida do treinador está dentro dos custos planejados pelo São Paulo, e as conversas podem ser animadoras.

Schelotto começou sua carreira no Lanús, onde permaneceu de 2012 a 2015. No clube, venceu a Copa Sul-America de 2013, mas no ano seguinte foi para o Palermo. Na equipe italiana, ficou apenas por um mês e então se transferiu para o Boca Juniors.

No clube xeneize, o argentino conquistou duas vezes o Campeonato Argentino, mas foi vice na Libertadores de 2018, na final contra o River Plate. À princípio, Schelotto e a diretoria do São Paulo devem realizar mais conversas.

Schelotto tem salário dentro dos padrões esperados pelo São Paulo
Schelotto tem salário dentro dos padrões esperados pelo São Paulo (Foto: @GBS_Oficial)

Ramírez mantém acordo com o Inter

Outro técnico que está em destaque no cenário nacional é Miguel Ángel Ramírez. No entanto, o espanhol tem acordo verbal com o Inter e pode ser que assuma o clube na próxima temporada.

- PUBLICIDADE -

Campeão da Sul-Americana, em 2019, com o Independiente del Valle, o treinador já foi também especulado no Palmeiras, logo depois da saída de Vanderlei Luxemburgo.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes