Robinho é condenado na Itália a 9 anos de prisão por violência sexual

Júri aconteceu na Itália, na Corte de Cassação de Roma, a última instância do país

Nesta quarta-feira, 19/01, a Corte de Cassação de Roma, a última instância da Itália, bateu o martelo e confirmou a condenação de Robinho, ex-jogador do Santos e Seleção Brasileira, e seu amigo Ricardo Falco, a nove anos de prisão por violência sexual de grupo. Caso aconteceu em 2013 numa boate em Milão. Entenda o caso que condenou Robinho na Itália e se o jogador pode ser preso.

Robinho é condenado na Itália em última instância

A última instância da Corte de Cassação de Roma, o mesmo que o Supremo Tribunal Federal no Brasil, condenou Robinho e o amigo Ricardo Falco, a nove anos de prisão por violência sexual de grupo. O caso aconteceu em 2013 em Milão, enquanto ele era jogador do Milan.

Robinho e os advogados apresentaram recurso no tribunal, mas o mesmo acabou sendo negado pela corte. No entanto, a decisão ainda sofre alguns entraves já que o atleta está no Brasil. Mas, se Robinho ou o amigo viajarem para outro país, ele pode ser preso.

Segundo informações do portal UOL, a sessão na corte italiana desta quarta-feira contou com cinco juízes, presidida pelo juíz Luca Ramacci. Com transmissão ao vivo para o público, começou às seis horas da manhã e terminou somente meia hora depois.

De um lado, os advogados de Robinho afirmaram que a relação foi consensual, enquanto a defesa da vítima, cujo nome nunca foi revelado, manteve a tese de estupro com provas, o relato completo e evidências.

Robinho foi enquadrado no artigo “609 bis” do código penal italiano, o que segundo informações divulgadas pelo portal GE, é quando duas ou mais pessoas cometem o ato de violência sexual à força, obrigando a pessoa a manter relações sexuais em sua condição inferior. No caso, a garota estava embriagada e não poderia ter consentido de maneira alguma a relação.

Robinho vai ser preso?

Dificilmente o jogador pode ser preso, já que neste momento está no Brasil, onde vive com a família. No entanto, a Justiça Italiana tem algumas opções para fazer com que o ex-jogador do Santos cumpra a pena em uma prisão.

A Corte pode emitir um pedido de prisão internacional, que é válido em todos os países da União Europeia. Dessa maneira, se Robinho e Ricardo viajarem para a Europa, podem ser presos.

No Brasil, entretanto, a Constituição de 1988 prevê a proibição da extradição de brasileiros para a Itália. Além disso, segundo informações do portal GE, a Constituição não aceita que um brasileiro sequer cumpra pena em terras brasileiras de uma condenação italiana, o caso de Robinho.

Neste caso, a Justiça Italiana pode pedir que Robinho cumpra a pena no Brasil. Para isso acontecer, a Corte realiza a transferência até o STF e, então, o órgão brasileiro é quem decide se o jogador vai ou não para a prisão.

Relembre o que aconteceu no caso Robinho

O caso aconteceu em 22 de janeiro de 2013, na Sio Café, uma boate na cidade de Milão, na Itália. Na época, Robinho defendia o Milan. O jogador, juntamente com Ricardo e mais outros quatro brasileiros, participaram de violência sexual contra uma mulher de origem albanesa.

A vítima estava no local para comemorar o seu aniversário de 23 anos. Ela mora na Itália, e decidiu comparecer ao julgamento ao lado de seu advogado. Naquela noite, ela confirma que foi embriagada e abusada sexualmente por seis homens enquanto estava inconsciente.

Robinho e Falco, na primeira vez em que falaram sobre o caso, afirmaram que a relação foi consensual. O caso foi aberto em 2106, com a sentença da primeira instância.

Em outubro de 2020, uma conversa de Robinho com amigos em que fala sobre o caso vazou na imprensa através da TV Globo. Nos áudios, ele debocha da vítima. Em dezembro do mesmo ano, eles foram condenados em segunda instância.

Agora, em 2022, a terceira e última instância condenou o jogador e o amigo a 9 anos de prisão. Os quatro brasileiros saíram do país e foram apenas citados no caso.

 

Em áudio, Robinho fala sobre vítima estar bêbada.

Leia também:

Copa do Brasil 2022: valores da premiação na primeira fase

Você pode gostar também
buy cialis online