Novo técnico do Vasco: quem são os mais cotados a assumir o cargo

Após sofrer sete gols em apenas dois jogos no Brasileirão, o Vasco demitiu Ramon Menezes e está em busca de um novo técnico

Após sofrer sete gols em apenas dois jogos no Brasileirão, o Vasco demitiu Ramon Menezes e está em busca de um novo técnico. A derrota por 3 a 0 para o Bahia encerrou o curto trabalho do ex-jogador à frente do clube onde se tornou ídolo no nos anos 1990.

Ramon Menezes assumiu o cargo em março, após a demissão de Abel Braga. Ele comandou o Vasco em 16 partidas e conseguiu oito vitórias, três empates e cinco derrotas. Deixou o time na décima posição do Brasileirão. Seu começo foi empolgante, com a equipe sofrendo poucos gols e ocupando as primeiras posições. A boa fase ganhou até apelido, com os torcedores exaltando o “Ramonismo”.

Mas, nos últimos seis jogos, a equipe não venceu nenhum e ainda amargou a eliminação da Copa do Brasil para o rival Botafogo. Entre os torcedores, o “Ramonismo” já estava em baixa por causa da insistência em jogadores como o lateral Yago Pikachu e o volante Fellipe Bastos no time titular. Assim, depois das derrotas por três gols de diferença para Atlético-MG e Bahia, o Vasco decidiu procurar um novo técnico.

“O Club de Regatas Vasco da Gama comunica que Ramon Menezes não é mais o treinador da equipe profissional. O Clube agradece os serviços prestados pelo profissional e, em breve, anunciará o seu substituto”, informou o Vasco em nota oficial.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A decisão da diretoria, no entanto, teria causado revolta entre os jogadores. Segundo o Globoesporte.com, o elenco foi pego de surpresa com a demissão de Ramon Menezes. Até a chegada de um novo técnico, o Vasco deverá entrar em campo sob o comando do técnico do sub-20, Alexandre Grasseli.

Ramon Menezes, técnico do Vasco
Rafael Ribeiro/Vasco

Quem pode ser o novo técnico do Vasco? 

Depois da confirmação da saída de Ramon Menezes confirmada, pelo menos dez nomes surgiram como favoritos para assumir o seu lugar. Com a proximidade das eleições, que acontecem no dia 7 de novembro, o presidente Alexandre Campello tem pressa para dar uma resposta ao torcedor. Veja a seguir os treinadores mais cotados para assumir o Vasco.

Dorival Júnior

É o favorito a assumir como novo técnico do Vasco. Segundo o jornalista Lucas Pedrosa, da Band, Dorival Júnior admitiu que fez contato com a diretoria. Mas não confirmou o acerto e apenas disse: “Vamos aguardar”. Seu último trabalho foi no Athletico-PR. Ele já comandou o Vasco e duas ocasiões e conquistou o título da Série B de 2009 pelo clube.

Felipão

Inicialmente, o nome do técnico campeão do mundo em 2002 foi apontado como o preferido da diretoria do Vasco para assumir o lugar de Ramon Menezes. No entanto, desde que saiu do Palmeiras, em 2019, ele já recusou propostas do futebol chinês e da seleção chilena. Por outro lado, segundo o Fox Sports, Felipão estaria pronto para assumir um nvo desafio após passar por um período de reciclagem.

Dunga

O ex-volante tem história no Vasco, afinal, atuou com a camisa cruzmaltina na temporada de 1987, ano da sua primeira convocação para a seleção brasileira. Como técnico, no entanto, ele só treinou um clube: o Internacional. Ainda assim, foi especulado no Corinthians e, agora, também no Vasco. Mas não chegou a ser procurado pela diretoria do time carioca.

Abel Braga

Seria no mínimo estranho trazer de volta o técnico demitido logo antes da efetivação de Ramon Menezes, no começo de 2020. Mas, segundo o jornalista Leandro Quesada, do Fox Sports, a amizade de Abel Braga com o presidente Alexandre Campello o coloca na lista dos favoritos a assumir como novo técnico do Vasco.

Thiago Larghi

O técnico de 40 anos já foi especulado no Vasco no ano passado, mas a negociação não se concretizou. Depois da saída de Ramon Menezes, seu nome voltiu à tona, mas ele ainda não recebeu sondagem da diretoria. Seu último trabalho foi no Goiás, onde trabalhou até o mês passado.

Novo técnico do Vasco: nomes já descartados

Logo após a confirmação da saída de Ramon Menezes, outros dois nomes surgiram como possíveis opções para ser o novo técnico do Vasco, mas já estão praticamente descartados. Tiago Nunes, ex-Corinthians, e Roger Machado, que estava no Bahia, não avançaram nas negociações porque não teriam interesse em assumir um novo clube neste momento.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes