Soberano e MorumTri: a história e os recordes do São Paulo no Brasileirão

Depois de golear o atual campeão brasileiro, o São Paulo voltou a sonhar com o título nacional 12 anos depois da última conquista que rendeu o apelido de Soberano

Depois de golear o atual campeão do Brasileirão, o São Paulo voltou a sonhar com o título nacional 12 anos depois da última conquista que rendeu o apelido de Soberano. Afinal, a vitória por 4 a 1 sobre o Flamengo no Maracanã fez o torcedor tricolor lembrar os ataques mortais comandados por Aloísio, Borges e companhia.

Assim, embora o São Paulo tenha terminado o primeiro turno do Brasileirão fora do G4, ficou a impressão de que o tricolor paulista pode brigar pelo título que não vem desde 2008. Naquele ano, o clube se tornou o primeiro e único a conquistar três títulos nacionais seguidos. O Morumbi, então, virou “MorumTri”.

Em 2020, no entanto, a realidade é outra, pois o São Paulo sofreu eliminações precoces tanto no Paulistão quanto na Libertadores. Mas, no Brasileirão, o técnico Fernando Diniz conseguiu encaixar uma sequência de resultados que fez o torcedor reviver as glórias do passado.

História do São Paulo no Brasileirão

O São Paulo tem seis títulos do Brasileirão, três deles conquistados bem antes do histórico “MorumTri”. Aliás, na época do tricampeonato consecutivo, o tricolor era o maior campeão nacional, pois os títulos de Palmeiras e Santos na Taça Brasil e no Troféu Roberto Gomes Pedrosa ainda não estavam reconhecidos. Assim, o clube ficou conhecido como “Soberano”.

O primeiro título brasileiro do São Paulo, no entanto, foi em 1977. Na decisão daquele ano, o time de Waldir Peres e Darío Pereyra derrotou nos pênaltis o favorito Atlético-MG, que passou o campeonato inteiro sem perder nenhum jogo.

São paulo campeão do brasileirão de 1986
Divulgação/spfc

O tricolor precisou esperar mais nove anos até comemorar outro título do Brasileirão, em 1986. Portanto, já na geração dos artilheiros Careca e Müller, mas ainda com Darío Pereyra no elenco. Curiosamente, o segundo troféu do São Paulo veio novamente em uma decisão por pênaltis, após final épica contra o Guarani.

No começo dos anos 1990, após perder duas decisões para Vasco (1989) e Corinthians (1990), o tricampeonato finalmente veio contra o Bragantino, em 1991. Naquele campeonato, o time já contava com Raí e tinha a base do elenco que ganharia o bicampeonato mundial nos anos seguintes.

Soberania tricolor no Brasileirão

A espera pelo próximo título no Brasileirão demorou 15 anos, mas valeu a pena. Afinal, a conquista de 2006 abriu uma sequência de três taças consecutivas, feito inédito na história da competição.

Ao comandar o São Paulo nas campanhas vitoriosas no Brasileirão a partir de 2006, Muricy Ramalho bateu o recorde da maior sequência invicta do clube. Afinal, seu time ficou 18 jogos sem perder na temporada de 2008. Além disso, ele é o técnico com mais jogos disputados pelo tricolor no campeonato, com 183 partidas.

Outro personagem que bateu recordes foi Rogério Ceni. O goleiro defendeu o São Paulo 575 vezes no Brasileirão e é o jogador com mais jogos disputados na história do campeonato. Sem falar nos 65 gols que o ídolo marcou ao longo de suas participações no torneio.

Muricy ramalho: tricampeão do brasileirão com o são paulo
Rubens chiri/spfc

Na campanha do tricampeonato brasileiro entre 2006 e 2008, o São Paulo disputou 114 jogos e somou 66 vitórias, 32 empates e 16 derrotas. Portanto, o time de Muricy Ramalho teve 187 gols marcados, 87 gols sofridos e aproveitamento de 67%.

Além de Muricy Ramalho e Rogério Ceni, outros nomes também se destacaram na campanha histórica do “MorumTri”. Entre eles os zagueiros Lugano e Fabão, os volantes Mineiro e Josué, os meias Hugo e Dagoberto e os atacantes Borges e Aloísio.

São Paulo no Brasileirão 2020

Doze anos depois do feito histórico, o São Paulo tenta se inspirar nos heróis do tricampeonato para tentar surpreender os favoritos do Brasileirão. Afinal, o time de Fernando Diniz entrou sob desconfiança no campeonato, pois não foi bem no Paulistão e caiu na fase de grupos da Libertadores.

Ainda assim, o São Paulo conseguiu dar esperança ao torcedor, principalmente depois da goleada sobre o Flamengo. Agora, o tricolor conta com a segurança de Tiago Volpi no gol, a experiência de Daniel Alves no meio-campo e o talento do jovem Brenner no ataque. Resta saber se o “Dinizismo” vai durar até o fim do campeonato.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.