Banco Central faz concurso de aplicativos para cidadania financeira

Objetivo é promover o desenvolvimento de aplicativos que contribuam para a cidadania financeira por meio da educação, da inclusão e da proteção.

O Banco Central (BC) lançou o concurso “CidaData”, que premiará o melhor aplicativo de soluções que use dados abertos da autoridade monetária. O objetivo é promover o desenvolvimento e a aplicação de soluções que contribuam para a cidadania financeira. A iniciativa conta com o apoio do Instituto Lemann e da Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac). O concurso vai premiar os quatro melhores projetos de aplicativos e as inscrições deverão ser feitas até 6 de julho na página do concurso na internet.

Os criadores dos projetos selecionados serão anunciados em 13 de julho e passarão para a segunda fase, que será realizada nos meses de julho e agosto. Os aplicativos devem alcançar os três principais desafios que têm norteado a atuação do BC: a ampliação da educação financeira, da inclusão financeira e da proteção ao consumidor de serviços financeiros. As equipes, em suas respectivas categorias, devem desenvolver e apresentar aplicativos para dispositivos móveis que utilizem pelo menos uma base de dados abertos do BC.

“Banco central é a instituição de um país à qual se tenha confiado o dever de regular o volume de dinheiro e de crédito da economi2. Essa atribuição dos bancos centrais geralmente está associada ao objetivo de assegurar a estabilidade do poder de compra da moeda nacional. Além disso, a maior parte dos bancos centrais também tem como missão promover a eficiência e o desenvolvimento do sistema financeiro de um país.”

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.