Por que a moda de rua na China viralizou no TikTok?

Se você ainda não viu nenhum destes vídeos vai se surpreender com imagens que mais parecem desfiles de moda a céu aberto.

Nas últimas semanas, a moda de rua na China se transformou em uma das maiores tendências em buscas do TikTok. Se você ainda não viu nenhum destes vídeos vai se surpreender com imagens que mais parecem desfiles de moda a céu aberto. A busca com a hashtag #ChineseStreetFashion traz nada menos que 400.3 milhões de visualizações na plataforma.

Retirados do TikTok chinês, conhecido como Douyin , estes conteúdos visuais de moda de rua na China trazem pessoas aparentemente comuns vestindo looks de grandes marcas, como Balenciaga, Louis Vuitton e Vetements. Perfis como @eromei, @sh1ryinyin e @marstruck estão entre os campeões de acesso. E o que se vê são combinações que acabaram de sair das passarelas, com produções não só femininas como masculinas também. E que mais parecem celebridades do que gente comum andando na rua.

Moda chinesa no TikTok

A maneira como estes vídeos foram feitos chamaram a atenção do mundo inteiro. Como clipes em câmera lenta, as pessoas que aparecem andando nas ruas com roupas de grife nestes videoclipes – muitas vezes ao som de k-pop como “How You Like That”, do Blackpink – parecem estar realmente desfilando.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A maioria até olha diretamente para a câmera, como se soubesse exatamente o que está fazendo em frente a um paparazzo. E não da mesma forma que alguém reage quando é pego surpresa na rua. Entretanto, quem assiste parece não se importar. Em uma busca rápida pela plataforma, é possível encontrar vídeos como este abaixo, com mais de 30 milhões de visualizações. 

@sh1ryinyin

Take me back to China???? #fashion #streetwear #xyzbca

♬ How You Like That – BLACKPINK

Segundo um artigo recente do BuzzFeed, estes videomakers se reúnem em áreas bem específicas da China, conhecidas pelo lifestyle extravagante e fashionista. Como por exemplo, bairros chiques de bares e restaurantes de Pequim ou o Sanlitun, conhecido distrito de moda de Xangai.

Dessa forma, ao contrário do que se pensa, a maioria dos vídeos não são aleatórios. Eles captam modelos e influenciadores que, estrategicamente, passeiam produzidos por estes lugares. Existem até teorias de que estes vídeos de moda de rua na China no TikTok seriam orquestrados por grandes marcas em resposta ao cancelamento dos desfiles de moda – o que aconteceu em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Como as pessoas se vestem na China?

Engana-se quem pensa que os chineses se vestem com túnicas até os joelhos ou quimonos de mangas largas. Os trajes das antigas dinastias continuam no imaginário ocidental, mas não retratam em nada a moda de rua da China nos dias atuais.

O streetwear na China cresceu muito nos últimos anos, especialmente graças às mídias sociais e influências de estrelas da música hip-hop e k-pop na Ásia. Referências da moda genderless, ou seja, menos orientada por gêneros, e inclusão de elementos da cultura chinesa ao estilo moderno e contemporâneo conquistaram os jovens chineses. Tudo isso aliado a uma narrativa pautada no “upgrade” de um estilo fresco, individual e personalizado que este público-alvo almeja.

Não é à toa que tendências da moda mundial podem ser vistas no street style chinês. De casais que combinam o outfit com peças de grifes a adolescentes que vestem a itens da última coleção da Dolce & Gabbana dos pés à cabeça, a moda de rua na China apresenta o que há de mais novo neste mundo fashion superglobalizado. E, ainda, traz até excentricidades, como pessoas transitando de pijamas em plena luz do dia.

@eromei

❤️ happy people watching ☺️#chinesestreetfashion #chinesestreetwear #fyp #chinesetiktok #foryoupage

♬ original sound – anti.audios

Mercado de luxo na China

Em 2017, a Victoria’s Secret recebeu uma enxurrada de críticas ao anunciar seu desfile anual em Xangai. No ano passado, a maison Valentino estreou sua coleção de alta-costura em Pequim. Recentemente, a Louis Vuitton exibiu seu desfile para todo o mundo também diretamente da China. A moda de rua da China apresenta justamente estes estilos icônicos a jovens que querem se destacar na multidão e utilizam a moda como ferramenta para isso.

As roupas e acessórios ganharam status de capital social e fazem parte de um estilo de vida novo que os chineses querem aproveitar de forma única e exclusiva. Segundo o relatório da McKinsey, os consumidores chineses devem contribuir com quase dois terços do crescimento global em gastos com artigos de luxo até 2025. Ou seja, até lá, ao menos 65% de todos os gastos com luxo do mundo serão feitos pelos chineses. Para se ter uma ideia, somente 2018, eles gastaram nada menos que 115 bilhões de euros em itens de luxo, no mercado doméstico e no exterior.

@curioussyd

part 3 ♡ of our parents killing it #chinesetiktok #fyp #douyin #lgbt #hypebeast #chinesestreetfashion #xzybca #fashion

♬ Follow me if ur using this audio – finezqx

Consumo de moda na China

A ascensão da classe média chinesa nos últimos anos e o aumento no número de bilionários na China expandiu o consumo por moda e grandes marcas. Assim como a mudança de centenas de milhares de chineses do campo para os espaços urbanos. Lá, os jovens de hoje têm oportunidades de compras que seus pais, por exemplo, nem imaginaram. Segundo dados da ONU, são mais de 225 milhões de pessoas entre 15 e 24 anos que encorajam não só gigantes de fast fashion como também grifes de luxo a apostar neste mercado consumidor em crescimento.

Antes da pandemia, projeções afirmavam que a China se tornaria em 2020 o maior mercado consumidor de artigos de moda em todo o mundo. De acordo com informações da feira de moda CHIC Shanghai, a moda é responsável por 65% do aumento do consumo na China, com taxa de crescimento prevista em 11% até 2021.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes