Ibovespa abre em alta apesar de desemprego recorde no Brasil

índice é pressionado por indicadores econômicos do Brasil e dos Estados Unidos

O Ibovespa abriu o pregão desta quinta-feira, 27, pressionado por uma notícia negativa. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego da Pnad Contínua ficou em 14,7% no primeiro trimestre de 2021. É uma alta de 0,8 ponto percentual na comparação com o último trimestre de 2020 (13,9%),  totalizando 14,8 milhões na fila em busca de um trabalho no país. É o maior número desde o início da série histórica, iniciada em 2012.

Também no noticiário doméstico, investidores aguardam novas definições da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, enquanto o número de casos volta a preocupar. Sete estados estão com taxa de ocupação de UTI de ao menos 90%: Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Sergipe, Paraná e Santa Catarina. Na cidade de São Paulo, seis hospitais públicos têm 100% dos leitos ocupados. A maioria de pessoas com idade abaixo dos 60 anos.

Às 10h20 (horário de Brasília), o Ibovespa operava em alta de 0,20%, aos 124.233 pontos.

Ibovespa hoje, 27 de maio de 2021

No exterior, atenção principalmente para dados econômicos dos Estados Unidos. O Produto Interno Bruto (PIB) subiu 6,4% no 1º trimestre de 2021 em relação aos três meses anteriores, de acordo com o escritório de estatísticas do BEA (Bureau of Economic Analysis), do Departamento de Comércio do país. A expectativa de economistas e de analistas, segundo projeção do Refinitiv, era de que o dado fosse revisado para um avanço maior, de 6,5%.  Ao longo do dia, dados sobre desemprego e reações do mercado sobre inflação dos EUA devem impactar o Ibovespa.

Enquanto isso, na Ásia, as bolsas fecharam de maneira mista, depois do lucro do setor industrial na China ter avançado 57% na comparação anual em abril, segundo dados do Bureau Nacional de Estatísticas. O índice Hang Seng, de Hong Kong, fechou com queda de 0,18%; o Shanghai composto, da China, subiu 0,43%, enquanto o componente Shenzhen subiu  0,7%; o Nikkei, do Japão, caiu 0,33%; na Coreia do Sul, o Kospi caiu 0,09%.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes