Ibovespa recua entre resultado do IPCA e espera por inflação nos EUA

Inflação no Brasil veio acima do esperado com a maior taxa para mês de maio desde 1996

Depois de interromper uma sequência de oito altas, o Ibovespa abre o pregão desta quarta-feira, 9, em queda. O mercado começa dividido entre a espera pela inflação dos Estados Unidos, a CPI, que será divulgada nesta quinta-feira, 10. A expectativa quanto ao aumento da inflação poderá definir uma possível decisão do Federal reserve (Fed, o banco central norte-americano) quanto  à dimensão dos estímulos econômicos.

O peso da preocupação de investidores do Ibovespa com uma inflação global vem da China. Por lá, o índice de preços ao produtor subiu 9% em maio em comparação com o mesmo período do ano passado. Analistas ouvidos pela Reuters indicavam projeção de alta de 8,5%. É, assim, a maior alta anual dos preços ao produtor em maio em mais de 12 anos, impulsionada principalmente por conta da forte alta dos preços dos commodities.

Melhora o humor do Ibovespa, está a previsão do Banco Mundial para crescimento para a economia global em 2021. A instituição elevou sua previsão de alta de 4%, divulgada em janeiro deste ano, para 5,6%.

Às  10h11 (horário de Brasília), o Ibovespa operava em queda de 0,13%, a 129.622 pontos.

Ibovespa hoje, 9 de junho de 2021

No noticiário doméstico, o que mais movimenta o Ibovespa também é a inflação.  Divulgado nesta manhã pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) teve um salto de 0,83% em maio de 2021 na comparação com abril.  É a maior taxa para o mês desde 1996, quando subiu 1,22%. Projeções da Refinitiv indicavam uma expectativa do mercado de alta de 0,71% no mês.

Também mais tensão com o noticiário político na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19. Na véspera, o atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que desconhece qualquer gabinete paralelo do ministério, apesar de vídeos comprovando a existência. Por outro lado, disse que não há evidências da eficácia de medicamentos como a cloroquina contra a Covid e defendeu que a solução para a pandemia da doença passará pela vacinação.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes