Notícia sobre vacina da covid-19 agita o mercado financeiro

A notícia sobre a vacina da Pfizer contra a covid-19 agitaram o mercado financeiro na última seguda-feira (09).

Notícia sobre a vacina da covid-19 agita o mercado financeiro. As ações dos EUA subiram acentuadamente na segunda-feira (10). 

A Dow Jones Industrial Average disparou mais de 830 pontos, ou aproximadamente 3%, no momento em que os mercados fecharam na segunda-feira. O S&P 500, por sua vez, subiu mais de 1% na tarde de ontem.

A gigante farmacêutica Pfizer e a parceira Biotech disseram em um comunicado que sua vacina é comprovadamente “90% eficaz na prevenção da covid-19”.  Os resultados são de uma análise inicial que incluiu 94 casos confirmados de coronavírus em participantes do ensaio.

Chris Zaccarelli, diretor de investimentos da Independent Advisor Alliance, classificou essa notícia como uma “virada de jogo”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“Na medida em que os gastos do consumidor e a atividade econômica foram suprimidos por preocupações com os casos crescentes da covid-19, qualquer coisa que possa reverter essa tendência será bem-vinda pelos mercados”, acrescentou Zaccarelli.

 

Vacina da covid-19 agita o mercado
Imagem: Reprodução / Pixabay

Vacina da covid-19 agita o mercado financeiro

Economistas e analistas dizem há meses que a recuperação econômica total da crise da covid-19 depende de uma vacina ou de um tratamento eficaz para o vírus.

As ações da Pfizer subiram 7,7% após a notícia. Bem como o setor de viagens também obteve grandes ganhos. As ações da operadora de cruzeiros Carnival subiram cerca de 39%, enquanto as ações da American Airlines subiram 15% e as ações da Delta Air Lines subiram 17%. Além disso, as ações da Disney subiram quase 12%.

Além disso, a notícia de que o ex-vice-presidente Joe Biden é o aparente vencedor da presidência dos EUA também diminuiu a incerteza para alguns investidores. Assim, a Wall Street pareceu saudar a probabilidade de um governo dividido após a eleição, o que significa que mudanças extremas de política que podem turvar os mercados são menos prováveis.

Informar Erro
Fonte ABC

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes