Eleições 2020: candidatos de São Paulo priorizam mobilidade

Propostas dos candidatos a prefeito de SP nas eleições 2020 falam em ciclistas, pedestres e ônibus; ideias passam desde revitalização de faixas até gratuidade no transporte

Nas eleições 2020, os candidatos a prefeito se debruçaram sobre um assunto importante para as grandes cidades: a mobilidade. Ainda mais em uma cidade como São Paulo, com quase 13 milhões de habitantes.

Desde 2016 a cidade de São Paulo tem um Plano de Mobilidade (PlanMob) dentro das diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana. Isso determina o planejamento de um desenvolvimento urbano sustentável. A prioridade é o transporte coletivo, público e não motorizado.

Em São Paulo, essa realidade ainda está longe de ocorrer, sobretudo tendo como prazo final para a implantação do projeto o ano de 2030. Há três anos a prefeitura não amplia as ciclovias, por exemplo.

O que propõe os candidatos que concorrem nas eleições 2020?

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Nas eleições 2020, os candidatos estão sendo cobrados sobre isso, além de outros pontos, como a renovação da frota de ônibus por veículos que poluam menos.

Saiba mais: 7 serviços gratuitos que você tem direito e não sabe

Confira as propostas de alguns dos candidatos nas eleições 2020, em ordem alfabética, sobre mobilidade na capital:

Arthur do Val (Patriota) – eleições 2020

eleições 2020 arthur do val

O candidato do Patriota na eleições 2020 diz que irá mudar os contratos com as empresas de ônibus, observando dois riscos: de capital e operacional. Com esses dois tipos de contratos, Arthur do Val diz que isso traria a redução da tarifa, incremento na eficiência do serviço e da concorrência.

Bruno Covas (PSDB)

bruno covas eleições 2020

O atual prefeito, que buscar ser reconduzido ao cargo nas eleições 2020, quer expandir a rede e integrar os diferentes modais. Antigas demandas da população estão no radar, como a duplicação da Estrada do M’Boi Mirim e a conclusão do complexo viário Pirituba-Lapa. Bruno Covas fala do programa “São Paulo Mais Ágil”, que prevê a implantação do Corredor Itaquera, o primeiro para a Zona Leste, um BRT na Avenida Aricanduva integrado ao Metrô, e o Aquático, transporte público via barcos nas represas da cidade. Por fim, também quer expandir a malha cicloviária para mais de 650 km, e, para os pedestres, requalificar calçadas e faixas.

Celso Russomanno (Republicanos)

celso russomano eleições 2020

O candidato do Republicanos nas eleições 2020 quer fortalecer a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) via convênios para requalificar a equipe, modernizar os sistemas de sinalização e monitoramento, e ampliação de colaboradores e equipamentos de operação e fiscalização. Celso Russomanno também quer expandir faixas exclusivas de ônibus, terminais urbanos e acessibilidade nos coletivos. Também fala sobre um Conselho Municipal de Transporte para implantar um BRT e a integração do Plano Cicloviário ao Plano de Mobilidade do Pedestre.

Guilherme Boulos (PSOL)

boulos eleições 2020

O psolista candidato nas eleições 2020 diz que priorizará o transporte público, coletivo e ativo (pedestres e ciclistas). Ele também fala sobre a Tarifa Zero, iniciando por desempregados e estudantes, financiada por um fundo municipal. Guilherme Boulos disse que investirá na implantação e integração de ciclovias, no alargamento das calçadas, na ampliação dos corredores, e defende a operação de ônibus noturnos. Ainda disse que substituirá a frota de ônibus por veículos movidos a energia limpa.

Márcio França (PSB)

marcio frança

O representante do PSB nas eleições 2020 quer parcerias com comerciantes para gratuidade no transporte público aos domingos e feriados para aquecer a economia. Também prevê conceder os semáforos à iniciativa privada. Márcio França quer aumentar a malha cicloviária, ampliar calçadas em áreas de grande fluxo, e readequar o centro da cidade para tirar boa parte dos veículos. Para os ônibus, deseja retomar linhas extintas e ampliar o tempo de integração no Bilhete Único. Ainda disse que fará mais vagas de estacionamento de motos como incentivo ao motofrete e irá rever a legislação dos taxistas.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes