Eleições 2020: propostas dos candidatos de SP para reduzir impostos

Jornal DCI fez levantamento a partir dos planos de governo registrados no TSE

Eleições 2020- Oito dos treze candidatos à Prefeitura de São Paulo têm propostas para diminuir ou reorganizar os impostos no município. O Jornal DCI fez um levantamento dessas ideias a partir do que consta nos planos de governo registrados no TSE.

Andrea Matarazzo (PSD)

  • Refinanciar impostos municipais como IPTU, com objetivo de assegurar a continuidade da operação das empresas, tendo como contrapartida a manutenção dos empregos e geração de novas posições
  • Refinanciar o IPTU das pessoas físicas, pois elas também perderam renda na pandemia
  • Suspender  taxas por tempo determinado como, por exemplo, a Taxa de Fiscalização de Estabelecimentos (TFE)

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Eleições 2020: Arthur do Val (Patriota)

  • Cortar tributos como Imposto sobre Transação de Bens Imóveis (ITBI),  para que São Paulo atraia bons empregos e se torne uma metrópole com importância global

Celso russomanno (Republicanos)

  • Aos imóveis tombados será isenta a cobrança de IPTU

Eleições 2020: Guilherme Boulos

  • Garantir uma ampla renegociação e isenção temporária dos impostos e taxas municipais de microempresas e pequenos comerciantes atingidos pela pandemia
  • Política de reorganização tributária e fiscal baseada na proporcionalidade e na progressividade da cobrança de impostos, que objetive garantir equidade na taxação, reduzir as desigualdades sociais e promover a distribuição de renda
  • Planejar a implementação de uma reforma tributária, baseada na proporcionalidade e na progressividade da cobrança de impostos, que objetive garantir equidade na taxação, reduzir as desigualdades sociais, promover a distribuição de renda e assegurar o cumprimento da função social da propriedade
  • Elevação da alíquota de ISS para instituições financeiras e aumento do valor da tarifa do IPTU para mansões

Jilmar Tatto (PT)

  • Promover a Justiça Tributária, tributando o 1% mais rico da cidade de São Paulo
  • Avançar na justiça fiscal com o IPTU Progressivo, com a ampliação de faixas de cobrança para imóveis acima de 1 milhão de reais
  •  Tributar, com alíquota complementar, a alta concentração de imóveis nas mãos de poucos proprietários
  • Tributação Progressiva do ITBI, adotando uma alíquota complementar para imóveis de alto valor, com valor venal acima de R$ 1 milhão, conforme a tabela abaixo

Eleições 2020: Joice Hasselmann(PSL)

  • Simplificar os procedimentos e ampliar a abrangência do PAT (Parcelamento Administrativo Tributário) com o objetivo de facilitar ao máximo a superação da inadimplência de contribuintes agravada com a crise do coronavírus
  • Especial atenção deve ser concedida ao ISS, uma das principais fontes de recursos da Prefeitura, e aos impactos que poderão advir da reforma tributária em discussão no Congresso Nacional, bem como a sempre necessária revisão com grande responsabilidade do IPTU
  • Unificação e racionalização das inúmeras tarifas, taxas, e emolumentos que acumularam grande número e exigências burocráticas excessivas
  • Fixação dos valores do IPTU

Orlando Silva (PCdoB)

  • Aprovar abatimento de impostos para pessoas físicas e jurídicas que investirem no uso eficiente de água e energia
  • Revisão do decreto 59.119/19, que regulamenta a o PROMAC. O Programa Municipal de Apoio a Projetos Culturais (PROMAC), instituído pela Lei 15.948/13 estabelece a possibilidade de os contribuintes de IPTU e ISS obterem entre 70% e 100% de abatimento dos valores de patrocínio destinados a projetos culturais, limitados a 20% dos impostos devidos

Eleições 2020: Vera Lucia (PSTU)

  • Aumento de impostos sobre os bancos e grandes empresas
  • Taxar grandes fortunas
  • IPTU progressivo
Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes