Eleições 2020: veja as propostas dos candidatos de SP para a Educação

Levantamento do DCI tirou as principais propostas dos planos de governo dos 13 candidatos a prefeito

Eleições 2020-  O Jornal DCI fez um levantamento dos planos de governos dos 13 candidatos à Prefeitura de São Paulo, registrados no TSE, e separou as principais propostas deles para a Educação.

Bruno Covas (PSDB) 

  • A partir do ano que vem, as mães que cumprirem o pré-natal no “Programa Mãe Paulistana” terão as vagas dos  filhos garantidas nas creches da prefeitura
  • Zerar a fila de espera existente
  • 12 novos CEUs serão construídos em todas regiões da cidade
  • Adquirir 465 mil tablets com internet para os alunos do ensino fundamental

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Eleições 2020: Guilherme Boulos (PSOL)

  • Zerar o analfabetismo funcional em São Paulo
  •  Desenvolver programas de formação continuada para os profissionais da educação visando ativa participação no combate ao preconceito e à discriminação
  • Propor política de educação bilíngue para surdos, com a participação deles e de suas famílias, fortalecendo as EMEBS e o ensino de libras na rede municipal

Márcio França (PSB) 

  • Creche para Todos: cobertura integral incluindo todas as regiões que possuírem demanda reprimida
  • Qualificação de profissionais de creches públicas e conveniadas
  • Adaptação física dos equipamentos para atendimento de crianças com Necessidades Especiais

Eleições 2020: Arthur do Val- Mamãe Falei (Patriota)

  • Implantar o modelo de Escola 360: as escolas ficam abertas durante os  360 dias do ano para que a comunidade tenha acesso às quadras poliesportivas e reforço escolar aos finais de semana
  • Oferecer cursos profissionalizantes nas escolas em parceria com a iniciativa privada
  • Oferecer refeições saudáveis para as crianças, inclusive aos finais de semana

Andrea Matarazzo (PSD)

  • Combater a evasão escolar:  a Prefeitura entrará em contato com as famílias para garantir que nenhuma criança fique fora da escola. Uma equipe multidisciplinar formada por funcionários da Secretaria de Educação, Saúde, Assistência Social e Segurança avaliará cada caso, verificando as medidas cabíveis para que o aluno volte à escola
  • Criar o Programa Transporte Escolar Acessível para inclusão dos alunos com deficiência. Investir na formação dos monitores e motoristas para a recepção desses alunas
  • Oferecer aos alunos do 9º ano do Ensino Fundamental um elenco de atividades complementares como xadrez, sudoku ou clubes de: leitura, debates, música, teatro e cinema, entre outros a serem observados e desenvolvidos
  • Ampliação das matrículas de creche nas regiões mais vulneráveis da cidade, para cumprimento do Plano Municipal de Educação (prevê 75%, mas SP está em 63%)

Eleições 2020: Jilmar Tatto (PT) 

  • Estabelecer uma Política de Prevenção da Violência Escolar e um Programa de Mediação de Conflitos na escola
  • Promover a abertura da escola para a comunidade, com o desenvolvimento de atividades culturais, esportivas e outras atividades nos finais de semana, feriados e 49 férias escolares, em consonância com o Recreio nas Férias e legislações pertinentes, integrando bebês e crianças pequenas, bem como suas famílias, nessas atividades
  • Implantar o Programa de Auxílio Estudantil, retomando o fornecimento de uniforme, material escolar, Transporte Escolar Gratuito e Bilhete Único Estudante
  • Investir na formação de educadores indígenas, inclusive retomando convênios com a universidade pública
  • Produzir materiais pedagógicos bilíngues
  • Criar o Programa Estúdio Escola – centros de mídias, com o propósito de tornar exequíveis diferentes programas de comunicação, como Escola TV, Imprensa Jovem e Projeto Rádio, em cada unidade educacional

Levy Fidelix (PRTB)

  • Retorno da merenda escolar feita na escola: serão dispensadas as empresas terceirizadas da merenda escolar, que cometem evasão e fraudes, além da questão de controle de qualidade nutricional dos alunos
  • Orientadores escolares de volta: a prefeitura recontratará novos orientadores com formação em pedagogia que auxiliarão os professores na relação de entendimento entre pais e escolas
  • Implantar em cada unidade escolar um consultório com destista para o atendimento de todos os alunos
  • Reintroduzir o hino nacional para ser cantado pelos alunos
  • Amplificar a introdução por regiões de escolas cívico-militares dentro dos padrões comportamentais exigidos por fardamento

Eleições 2020: Antonio Carlos Silva (PCO)

  • Implantar um plano de luta para toda a juventude, organizar atos em todos as capitais contra a volta às aulas
  • Organizar uma greve nacional da Educação contra o EAD e o volta às aulas
  • Formar comitês de luta estudantil em todos os lugares

Joice Hasselmann(PSL)

  • Valorização e capacitação dos profissionais da educação em todos os níveis
  •  Melhorar a qualidade do ensino com a adoção de visões inovadoras do processo pedagógico compatível com o mundo digital
  • Criar junto com a iniciativa privada espaços alternativos para a aceleração escolar centrado no estímulo à criatividade com uso intensivo de tecnologia
  • Estimular a difusão do conhecimento das ciências exatas entre os estudantes
  • Atender à carência de creches e centros de educação infantil utilizando convênios, vouchers, contratação ou incentivos à filantropia e investimentos

Eleições 2020: Marina Helou (Rede)

  • Criar novas unidades de CEI, CEMEI e EMEI para atender, até 2026, a demanda de crianças que estão à espera de uma vaga
  • Criação da Bolsa-Neném, que consiste em uma renda mínima mensal para mulheres com filhos de até 4 meses, que não possuem direito à licença maternidade remunerada pelo INSS, priorizando as mães solo
  • Transformar 20% das CEIs em CEMEIs
  • Fazer a transição para o atendimento em tempo integral em todas as EMEIs (hoje elas funcionam apenas meio período), oferecendo também a opção de meio período para as famílias que assim desejarem
  • Garantir educação inclusiva nas CEIs e EMEIs, com professoras e professores preparados para receber crianças que necessitam de Educação Especial Inclusiva, atendendo a LBI (Lei Brasileira de Inclusão)
  • Atingir a meta de oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas municipais de Ensino Fundamental I e II
  • Implementar programas de desenvolvimento de habilidades socioemocionais para todas(os) as(os) alunas(os) da rede e preparar as(os) professoras(es) para implementar a BNCC

Orlando Silva (PCdoB)

  • Enviar para a Câmara Municipal projeto para a revogação do SAMPAPREV
  • Construir um plano de reforço escolar que proporcione a recuperação do conteúdo perdido em virtude da nova dinâmica imposta pela pandemia de Covid-19
  • Transformar as 8 escolas de ensino médio da PMSP em unidades de ensino técnico profissionalizante, com funcionamento em tempo integral
  • Estabelecer currículo e proposta pedagógica curricular por série/ano com expectativa das aprendizagens de excelência acadêmica, desenvolvidos em parceria com universidades do Brasil e do exterior

Eleições 2020: Vera Lúcia (PSTU)

  • Recontratação dos trabalhadores da educação demitidos de forma direta, pelo município
  • Defesa da educação pública de qualidade, com mais investimento e valorização dos trabalhadores da educação
  • 30% do orçamento para a manutenção e desenvolvimento da educação e 6% para a educação inclusiva
  • Revogação do Sampaprev
  • Construção de Centros de Educação Infantil (creches) públicos para atender toda a demanda
  • Incorporação dos CEIs conveniados pela prefeitura
  • Educação sexual nas escolas para que as crianças e jovens possam se proteger
  • Por uma política de combate ao racismo, machismo, lgbtfobia e xenofobia nas escolas
Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes